Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Centro Fashion

Centro Fashion recebe feirantes autônomos para trabalharem no Feirão do Atacado

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de junho de 2018

O empreendimento já possui mais de 300 feirantes cadastrados para trabalharem duas vezes na semana durante as madrugadas

 

 A partir da próxima sexta-feira, 15 de junho, o Centro Fashion receberá mais de 300 feirantes autônomos que buscam uma oportunidade de trabalho de forma digna no Feirão do Atacado. O evento ocorre todas as madrugadas das quartas para quintas-feiras; dos sábados para domingos; e uma sexta-feira a cada 15 dias, sempre das 20h às 8h, no setor azul do empreendimento.

A ideia é fornecer um espaço limpo, seguro e com alta demanda de sacoleiras para que os feirantes trabalhem. “Todos os fabricantes de confecção são bem vindos ao Centro Fashion. Por isso surgiu essa ideia de incluirmos esses feirantes no Feirão do Atacado, que tem expectativa de receber em torno de mil sacoleiras”, afirma Francisco Philomeno Neto, diretor do Centro Fashion.

Os feirantes cadastrados terão isenção durante três meses de trabalho. “Após os três meses será feita uma avaliação de presença e desempenho desse participante, podendo estender a isenção por igual período. O feirante que vier só terá a ganhar conosco”, complementa André Pontes, também diretor do empreendimento.

O Feirão do Atacado, que já ocorre há quatro meses, recebe sacoleiras dos estados do Norte e Nordeste do Brasil. Para os diretores essa integração é importante para o crescimento da moda do Ceará. “Vamos fortalecer a moda do Ceará e levar o nome do nosso Estado aos quatro cantos do Brasil. Sabemos que temos potencial”, comemoram.

 

Serviço:

Feirão do Atacado

Data: 15 de junho

Horário: a partir das 20h

Local: setor azul do Centro Fashion Fortaleza

Publicidade

Centro Fashion atrai consumidores de todo o Brasil marcando consolidação no 1º aniversário

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de Abril de 2018

 

Nos últimos 12 meses do ano, Fortaleza recebeu um empreendimento para fortalecer o segmento de moda e confecção do Estado, o Centro Fashion Fortaleza. Inaugurado no dia 26 de abril de 2017, o equipamento tem se mostrado como grande potencializador da economia local, atraindo clientes revendedores de todos os cantos do Brasil. “A boa infraestrutura que conseguimos implementar, somada aos preços baixos, seduz compradores de todo o País, em especial dos estados do Pará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Maranhão, Pernambuco e Bahia”, disse André Pontes, diretor do empreendimento.

 

São 70 mil metros quadrados que acolhem cerca de 3.500 permissionários ativos, dentre boxes, lojas e megalojas, que vendem moda masculina, feminina, íntima, fitness, infantil, calçados e acessórios. Em apenas um ano de funcionamento, já se pode dizer que é um empreendimento consolidado que emprega cerca de 10 mil pessoas, entre trabalhos diretos e indiretos. “O tempo médio de maturação de um empreendimento deste porte dura em torno de dois anos. Entretanto, o Centro Fashion nos surpreendeu positivamente com a grande movimentação e hoje temos a satisfação em dizer que já estamos consolidados na moda atacadista dentro do nosso Estado e em todo o Brasil”, afirma Francisco Philomeno Neto, diretor do empreendimento.

 

Com horário de funcionamento das 8h às 22h das quartas-feiras, 5h às 14h das quintas-feiras, 14h às 22h das sextas-feiras, 8h às 22h dos sábados e 5h às 14h dos domingos, o empreendimento ainda possui os ‘Feirões do Atacado, que ocorrem de quarta para quinta-feira e sábado para domingo. “O Feirão do Atacado existe exclusivamente para atender os revendedores que chegam em caravanas de outros estados nesse horário”, acrescenta Philomeno.

 

Outro ponto que tem surpreendido a administração é a movimentação do empreendimento, que chega a 10 mil pessoas por feira e duplica em épocas de alta estação para o comércio. “Temos superado as expectativas no quesito público. Chegamos a receber cerca de 60 mil pessoas por feira no período do Natal. Um recorde para nós e ponto para o nosso Ceará”, comemora André Pontes. A resposta para esse sucesso de público que extrapola as divisas estaduais de todo o Brasil é simples: os consumidores veem o Centro Fashion Fortaleza como um dos melhores lugares para se comprar muito pagando pouco. Um fator importante que ajuda a explicar o bom momento diz respeito à infraestrutura do local que conta com farmácia, salão de beleza, barbearia, caixas eletrônicos, segurança 24h, wifi gratuito, estacionamento exclusivo para ônibus, carros, motos e bicicletário, além de hotel.

 

Comemoração de 1 ano

 

Integrando a programação do primeiro ano de aniversário do Centro Fashion Fortaleza, a Praça de alimentação recebe show da dupla Ítalo e Renno, no dia 28 de abril (sábado),  a partir das 19h. “Precisamos comemorar o primeiro ano de sucesso desse empreendimento que chegou para intensificar a criatividade dos nossos fabricantes de moda”, afirmam os diretores.

 

Números:

Quantidade de permissionários ativos – 3.500

Empregos diretos e indiretos – 10 mil

Movimentação em feiras normais – 10 mil pessoas e 20 mil pessoas em alta-estação;

Movimentação em feiras próximas ao Natal – 60 mil pessoas

 

 

SERVIÇO

ANIVERSÁRIO DO CENTRO FASHION

Data: 28.04.18 (sábado)

Local: Praça de Alimentação do Centro Fashion – 3º andar

Horário: a partir das 19h;

Atração: dupla Ítalo e Renno

Publicidade

Centro Fashion registra recorde de público nas feiras que antecedem o Natal

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de dezembro de 2017

Direção do empreendimento contabiliza em torno de 50 mil pessoas por feira

 

O centro comercial de moda popular atacadista, Centro Fashion Fortaleza, registra a visita de aproximadamente 50 mil pessoas por feira no mês de Dezembro. O número aponta um recorde de fluxo no local inaugurado há pouco mais de sete meses.

Para o diretor do empreendimento, André Pontes, esses números superaram as expectativas. “O tempo de maturação de um negócio como o Centro Fashion é de dois anos, em média. Entretanto, estamos surpresos com os resultados positivos obtidos em tão pouco tempo”, disse.

O empreendimento, além de estacionamento coberto, caixas eletrônicos, ampla praça de alimentação, possui mix variado de produtos, distribuídos em cinco setores com 3.500 pontos em funcionamento, como: roupas femininas, masculinas, infantis, fitness, moda íntima e acessórios. “O permissionário aqui tem apenas uma obrigação: vender produtos baratos com qualidade”, complementa Francisco Philomeno Neto, também diretor do empreendimento.

Com clientes vindos dos estados do Piauí, Maranhão, Rio Grande Norte, Bahia, Pernambuco, Pará, que compram predominantemente no atacado, o Centro Fashion investe em campanhas para intensificar cada vez mais a vinda desse público. Segundo os diretores, o grande objetivo do empreendimento é fortalecer o turismo de compras e a economia no Estado, com geração de emprego e renda.

A direção também viu a necessidade do aumento dos horários de funcionamento em dezembro por conta da alta demanda. “Nossos permissionários cresceram as vendas em torno de 60%”, comemoram.

Serviço (horários de funcionamento do Centro Fashion em dezembro)

22.12 (sexta-feira): de 12h às 23h;

23.12 (sábado): das 6h à meia-noite;

24.12 (domingo): das 6h ao meio-dia;

25.12 e 26.12 – fechado;

27.12 (quarta-feira): de 6h às 22h;

28.12 (quinta-feira): de 5h às 14h;

29.12 (sexta-feira): de 12h às 23h;

30.12 (sábado): de 6h à meia-noite;

31.12 – fechado;

* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Centro Fashion leva feirantes da José Avelino para conhecer o centro comercial Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

10 de Março de 2016

Uma comitiva de cerca de 35 pessoas, incluindo feirantes da José Avelino e corretores do Centro Fashion, do Grupo Marquise e da Construtora Preferencial, cumpriram agenda em Pernambuco com o objetivo de conhecer feiras que ocorriam nas ruas e que hoje funcionam em centros comerciais populares. Dentro da agenda, eles visitaram a feira popular da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, que funciona  há 10 anos dentro do Galpão Moda Center – maior centro comercial popular de moda da América Latina, com mais de 120 mil m² de área coberta, 707 lojas, quase 10 mil boxes e recebe cerca de 30 mil pessoas por dia.

O Centro Fashion  chega como a opção, em Fortaleza, para empreendedores que precisam de um espaço organizado, confortável e central para continuarem seu comércio e alavancarem seus negócios, com custos acessíveis. São aproximadamente 70 mil m² de área, localizado na Avenida Cel. Philomeno Gomes, esquina com Avenida Tenente Lisboa, nas imediações do Centro. A previsão de inauguração é para o segundo semestre de 2016.

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Centro Fashion segue com obras aceleradas e vai investir em ações sustentáveis

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

16 de novembro de 2015

Fortaleza receberá, em 2016, um grande centro comercial de moda popular para potencializar o promissor pólo de confecções do Estado. O Centro Fashion, que ficará nas imediações do Centro de Fortaleza, tem 50% de execução da fundação da obra e tem inauguração prevista para o segundo semestre de 2016. Fruto da parceria entre o Grupo Marquise e Construtora Preferencial, o equipamento conta com investimento de R$ 100 milhões e promete fomentar o turismo de compras na capital e gerar cerca de 7,5 mil empregos no início do funcionamento.

Para garantir a celeridade da obra, foi escolhido o processo construtivo de pré-moldados. “Além da rapidez na execução, temos uma obra limpa, gerando menos resíduos e evitando transtornos à população do entorno; e com esse modelo também temos uma uniformidade melhor do conjunto da obra. Ao todo serão 49 mil m² de área pré-moldada”, explica Philomeno Gomes Neto, diretor do Centro Fashion.

Também está sendo desenvolvido um projeto de armazenamento e geração de energia solar, onde serão instaladas placas na cobertura do edifício para a captação dos raios solares. A medida, além de contribuir com o meio ambiente, tornará o empreendimento autossuficiente para produção de energia elétrica, podendo inclusive vender energia nos dias em que não funcionar. Ainda nesta linha será implantando um projeto audacioso para reuso da água. “A economia de energia elétrica e a preservação da água são temas que norteiam muitos debates no mundo inteiro. Nós do Centro Fashion temos grande preocupação com o meio ambiente e vamos investir nessas ações sustentáveis”, afirma André Pontes, diretor do Centro Fashion.

Além de manter as paredes existentes da fábrica de redes que funcionava no local, os empreendedores farão a coberta metálica tipo Shed, também em alusão à antiga arquitetura. O projeto arquitetônico é de Ricardo Muratori.

Fortalecendo a feira

Conhecendo o potencial de pequenos empreendedores do setor da moda, o Centro Fashion é também uma ferramenta que visa impulsionar os negócios de ambulantes e feirantes, especialmente os que trabalham na tradicional Feira da José Avelino, que constantemente sofrem com os problemas inerentes à rua – como insegurança, chuva, desconforto, entre outros problemas. “Queremos fortalecer a feira da madrugada e potencializar o pólo de confecções do Ceará, que antes era tão forte. Temos espaço e estrutura para receber esse público”, finaliza André Pontes.

 

PERFIL CENTRO FASHION

Local – Avenida Philomeno Gomes, nas imediações do Centro

Área do terreno – 30 mil m²

Área construída – 70 mil m²

Investimento – 100 milhões

Empregos – 7,5 mil iniciais, quando em funcionamento

Boxes – 6500

Lojas – 300

Estacionamento – 130 vagas exclusivas de ônibus, além de vagas para carros, motos e bicicletas

Pavimentos – térreo mais 2 pavimentos e um subsolo

Mais informações: www.centrofashion.com.br

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Fortaleza ganha novo centro comercial popular voltado para segmento da moda

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

19 de agosto de 2015

08_LOJAS_BOXS_03

O mercado da moda movimenta em Fortaleza 67,5 mil empregos formais, com cerca de 5 mil empresas do setor de têxteis e confeccionados, segundo dados da pesquisa Polos de Moda do Brasil, realizada pelo Sebrae. Com esses números, o Estado torna-se destaque nacional, consolidando cada vez mais este setor. Dentro do amplo mercado fashion, há um nicho ascendente, que também movimenta a economia, gerando emprego e renda. Trata-se do mercado popular de moda, seguido por microempreendedores e que em alguns casos funciona em caráter informal, sem muitas estruturas, mas que representa uma significativa fatia deste ramo.

Esses pequenos empreendedores encontram na confecção uma ótima oportunidade de negócios, já que, além de vender no varejo, vendem muito mais no atacado, tanto para clientes locais como para clientes do interior e até de outros estados. Mas a não profissionalização deste setor tem se tornado um impeditivo para que estes comerciantes possam expandir os negócios e aumentar seu faturamento. Muitos atuam como “sacoleiros”, termo usado para quem revende roupas no varejo sem ter espaço físico. Também há quem atue em feiras de ruas, ocupando espaço público e sem a mínima estrutura necessária para desenvolver um trabalho digno, estando condicionado aos riscos que a rua oferece, como falta de segurança, alterações climáticas e insalubridade.

Seguindo uma proposta de contribuir para este setor que só cresce, proporcionando aos empreendedores auxílio e condições de expansão, será lançado, em Fortaleza, o Centro Fashion – centro de comércio popular com foco em moda. O Centro Fashion  chega como a opção para empreendedores que precisam de um espaço organizado, confortável e central para continuarem seu comércio e alavancarem seus negócios, com custos acessíveis. São aproximadamente 67 mil m² de área construída, localizado na Avenida Cel. Philomeno Gomes, esquina com Avenida Tenente Lisboa, nas imediações do Centro.

O equipamento contará com 6.500 boxes e 300 lojas. E além de toda estrutura para os comerciantes, haverá itens para receber clientes locais e de outras cidades com o máximo de conforto e praticidade, como praça de alimentação com 88 lanchonetes, hospedagem, estacionamento para carros e motos e mais 130 vagas exclusivas para ônibus, além de auditório, banco, escritório virtual, farmácia, salão de beleza, loja de aviamentos, ambulatório, circuito interno de tv e som e segurança.

O Centro Fashion também tem a proposta de contribuir para o pujante turismo de compra, do qual o Ceará é rota constante. O empreendimento contará com hospedagem própria para este público, com o intuito de atender aos clientes do interior e de outros estados, que vem a Fortaleza comprar mercadorias para a revenda. A hospedagem conta com 220 confortáveis leitos, banheiros, e café da manhã no local.

O equipamento conta com investimento de R$ 100 milhões, com expectativa de gerar 7,5 mil empregos, diretos e indiretos.

“Todo investimento para o mercado da moda é bem-vindo. Além de oferecer melhor estrutura com um custo acessível para comerciantes, o equipamento visa alavancar ainda mais esse mercado, atraindo muito mais clientes e dando maior visibilidade a esse comércio. Vamos incentivar a capacitação desses empreendedores, fechando parcerias que visam ainda mais o seu crescimento”, comenta Francisco Philomeno Neto, diretor do Centro Fashion.

O Centro Fashion tem previsão de entrega para 2016, e o primeiro lote já está sendo ofertado, com preços especiais de lançamento.

 

Cases de sucesso

– Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe (PE): Construído em 2006, o Moda Center é o maior centro comercial popular de moda da América Latina. Possui 120 mil m² de área coberta, com 707 lojas e quase 10.000 boxes, onde são comercializadas peças de pequenas e grandes confecções de Santa Cruz do Capibaribe, município distante 194 Km da capital Recife. O mercado funciona de domingo a terça, e recebe em média 30 mil pessoas por dia.

– Polo Comercial de Caruaru (PE): Possui 64 mil m² de área coberta, onde se instalam lojas, boxes, quiosques e grandes empreendimentos. São 3 mil vagas de estacionamento. O setor de lojas possui mais de 580 operações, sendo 87% destas voltadas para vestuário. Há, também, restaurantes, lanchonetes, padaria, lojas de vários produtos, um posto avançado do Detran e instituições de ensino superior.

– Shopping da Cidade, em Teresina (PI): Apesar de não ser voltado exclusivamente para o setor da moda, o Shopping da Cidade é um exemplo de empreendimento voltado para comerciantes que vendiam em feiras nas ruas do centro da cidade de Teresina, sem estrutura adequada. Com o comércio instalado no Shopping, inaugurado em 2009, muitos comerciantes puderam experimentar aumento em seus faturamentos, atraindo muito mais clientes. Estrutura conta com 1.956 boxes, distribuídos em três pavimentos, praça de alimentação, terminais de autoatendimento bancário e loteria.

* postado por Oswaldo Scaliotti

Publicidade

Fortaleza ganha novo centro comercial popular voltado para segmento da moda

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

19 de agosto de 2015

08_LOJAS_BOXS_03

O mercado da moda movimenta em Fortaleza 67,5 mil empregos formais, com cerca de 5 mil empresas do setor de têxteis e confeccionados, segundo dados da pesquisa Polos de Moda do Brasil, realizada pelo Sebrae. Com esses números, o Estado torna-se destaque nacional, consolidando cada vez mais este setor. Dentro do amplo mercado fashion, há um nicho ascendente, que também movimenta a economia, gerando emprego e renda. Trata-se do mercado popular de moda, seguido por microempreendedores e que em alguns casos funciona em caráter informal, sem muitas estruturas, mas que representa uma significativa fatia deste ramo.

Esses pequenos empreendedores encontram na confecção uma ótima oportunidade de negócios, já que, além de vender no varejo, vendem muito mais no atacado, tanto para clientes locais como para clientes do interior e até de outros estados. Mas a não profissionalização deste setor tem se tornado um impeditivo para que estes comerciantes possam expandir os negócios e aumentar seu faturamento. Muitos atuam como “sacoleiros”, termo usado para quem revende roupas no varejo sem ter espaço físico. Também há quem atue em feiras de ruas, ocupando espaço público e sem a mínima estrutura necessária para desenvolver um trabalho digno, estando condicionado aos riscos que a rua oferece, como falta de segurança, alterações climáticas e insalubridade.

Seguindo uma proposta de contribuir para este setor que só cresce, proporcionando aos empreendedores auxílio e condições de expansão, será lançado, em Fortaleza, o Centro Fashion – centro de comércio popular com foco em moda. O Centro Fashion  chega como a opção para empreendedores que precisam de um espaço organizado, confortável e central para continuarem seu comércio e alavancarem seus negócios, com custos acessíveis. São aproximadamente 67 mil m² de área construída, localizado na Avenida Cel. Philomeno Gomes, esquina com Avenida Tenente Lisboa, nas imediações do Centro.

O equipamento contará com 6.500 boxes e 300 lojas. E além de toda estrutura para os comerciantes, haverá itens para receber clientes locais e de outras cidades com o máximo de conforto e praticidade, como praça de alimentação com 88 lanchonetes, hospedagem, estacionamento para carros e motos e mais 130 vagas exclusivas para ônibus, além de auditório, banco, escritório virtual, farmácia, salão de beleza, loja de aviamentos, ambulatório, circuito interno de tv e som e segurança.

O Centro Fashion também tem a proposta de contribuir para o pujante turismo de compra, do qual o Ceará é rota constante. O empreendimento contará com hospedagem própria para este público, com o intuito de atender aos clientes do interior e de outros estados, que vem a Fortaleza comprar mercadorias para a revenda. A hospedagem conta com 220 confortáveis leitos, banheiros, e café da manhã no local.

O equipamento conta com investimento de R$ 100 milhões, com expectativa de gerar 7,5 mil empregos, diretos e indiretos.

“Todo investimento para o mercado da moda é bem-vindo. Além de oferecer melhor estrutura com um custo acessível para comerciantes, o equipamento visa alavancar ainda mais esse mercado, atraindo muito mais clientes e dando maior visibilidade a esse comércio. Vamos incentivar a capacitação desses empreendedores, fechando parcerias que visam ainda mais o seu crescimento”, comenta Francisco Philomeno Neto, diretor do Centro Fashion.

O Centro Fashion tem previsão de entrega para 2016, e o primeiro lote já está sendo ofertado, com preços especiais de lançamento.

 

Cases de sucesso

– Moda Center, em Santa Cruz do Capibaribe (PE): Construído em 2006, o Moda Center é o maior centro comercial popular de moda da América Latina. Possui 120 mil m² de área coberta, com 707 lojas e quase 10.000 boxes, onde são comercializadas peças de pequenas e grandes confecções de Santa Cruz do Capibaribe, município distante 194 Km da capital Recife. O mercado funciona de domingo a terça, e recebe em média 30 mil pessoas por dia.

– Polo Comercial de Caruaru (PE): Possui 64 mil m² de área coberta, onde se instalam lojas, boxes, quiosques e grandes empreendimentos. São 3 mil vagas de estacionamento. O setor de lojas possui mais de 580 operações, sendo 87% destas voltadas para vestuário. Há, também, restaurantes, lanchonetes, padaria, lojas de vários produtos, um posto avançado do Detran e instituições de ensino superior.

– Shopping da Cidade, em Teresina (PI): Apesar de não ser voltado exclusivamente para o setor da moda, o Shopping da Cidade é um exemplo de empreendimento voltado para comerciantes que vendiam em feiras nas ruas do centro da cidade de Teresina, sem estrutura adequada. Com o comércio instalado no Shopping, inaugurado em 2009, muitos comerciantes puderam experimentar aumento em seus faturamentos, atraindo muito mais clientes. Estrutura conta com 1.956 boxes, distribuídos em três pavimentos, praça de alimentação, terminais de autoatendimento bancário e loteria.

* postado por Oswaldo Scaliotti