Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Cássia Eller

Filipe Catto Canta Cássia Eller na CAIXA Cultural Fortaleza (de 17 a 20/12)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de dezembro de 2015

Foto Filipe canta Cássia 6 Jonas Tucci

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 17 a 20 de dezembro, o show Filipe Catto canta Cássia Eller. Pela segunda vez no centro cultural, dessa vez o cantor, dono de um timbre de contratenor afinadíssimo,traz um show em homenagem a uma das cantoras que marcou diretamente a sua carreira.

“Não sei o que seria da música se não fosse a Cássia. Eu lembro de vibrar a cada aparição dela na televisão, porque aquele ser me dizia muito e não havia nada nem parecido”, frisa Filipe. No repertório estão canções que ele cresceu ouvindo na voz rouca e na interpretação rasgada de Cássia, como Malandragem (Cazuza e Frejat), E.C.T. (Nando Reis), entre outras.

Cássia Eller, a homenageada, marcou o rock brasileiro e a MPB durante sua passagem pelo cenário nacional. Do lançamento de seu álbum de estreia, Cássia Eller(1990), até seu falecimento em 2001, foram dez discos, sendo seis gravados em estúdio e quatro ao vivo. Suas interpretações para as obras de Cazuza, Itamar Assumpção e Nando Reis ainda ressoam nos ouvidos de milhões de fãs, entre eles o próprio Filipe Catto, que declara: “Cantar Cássia Eller é mais do que simplesmente uma homenagem, mas uma oportunidade de passar minha própria história a limpo no palco. Afinal, são poucos os artistas que me influenciaram em um nível tão profundo quanto Cássia, do seu canto à coragem e irreverência”.

Para não deixar dúvidas sobre a importância da influência de Cássia Eller em seu trabalho, Filipe finaliza: “Muito se fala das influências por aí, mas, como diz a canção de Péricles Cavalcanti: Não há nenhuma outra hipótese que eu não considere / mas o que eu queria mesmo ser é a Cássia Eller“.

Sobre Filipe Catto: Com apenas cinco anos de estrada, o gaúcho de 23 anos coleciona plateias lotadas, elogios da crítica e tentativas de definir seu talento e o impacto que vem causando no cenário nacional, através de comparações com Elis Regina e Ney Matogrosso, por exemplo. Estreou profissionalmente em 2009, com o EP Saga (que o levou a apresentar-se no projeto Prata da Casa, do SESC Pompeia) e, após dois anos, lançou seu primeiro álbum, o elogiado Fôlego. Atualmente, divulga seu segundo álbum, Entre Cabelos, Olhos e Furacões, que foi seguido de um DVD homônimo, gravado no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

 

Serviço:

Música – Filipe Catto canta Cássia Eller

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 17 a 20 de dezembrode 2015

Horário: quinta a sábado, às 20h; domingo, às 19h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Duração: 90 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Vendas a partir de quarta-feira, 16/12, às 10 horas

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais. Serviço de manobrista gratuito no local


Informações Gerais:
Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza
(85) 3453-2770

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Filipe Catto Canta Cássia Eller na CAIXA Cultural Fortaleza (de 17 a 20/12)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

15 de dezembro de 2015

Foto Filipe canta Cássia 6 Jonas Tucci

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 17 a 20 de dezembro, o show Filipe Catto canta Cássia Eller. Pela segunda vez no centro cultural, dessa vez o cantor, dono de um timbre de contratenor afinadíssimo,traz um show em homenagem a uma das cantoras que marcou diretamente a sua carreira.

“Não sei o que seria da música se não fosse a Cássia. Eu lembro de vibrar a cada aparição dela na televisão, porque aquele ser me dizia muito e não havia nada nem parecido”, frisa Filipe. No repertório estão canções que ele cresceu ouvindo na voz rouca e na interpretação rasgada de Cássia, como Malandragem (Cazuza e Frejat), E.C.T. (Nando Reis), entre outras.

Cássia Eller, a homenageada, marcou o rock brasileiro e a MPB durante sua passagem pelo cenário nacional. Do lançamento de seu álbum de estreia, Cássia Eller(1990), até seu falecimento em 2001, foram dez discos, sendo seis gravados em estúdio e quatro ao vivo. Suas interpretações para as obras de Cazuza, Itamar Assumpção e Nando Reis ainda ressoam nos ouvidos de milhões de fãs, entre eles o próprio Filipe Catto, que declara: “Cantar Cássia Eller é mais do que simplesmente uma homenagem, mas uma oportunidade de passar minha própria história a limpo no palco. Afinal, são poucos os artistas que me influenciaram em um nível tão profundo quanto Cássia, do seu canto à coragem e irreverência”.

Para não deixar dúvidas sobre a importância da influência de Cássia Eller em seu trabalho, Filipe finaliza: “Muito se fala das influências por aí, mas, como diz a canção de Péricles Cavalcanti: Não há nenhuma outra hipótese que eu não considere / mas o que eu queria mesmo ser é a Cássia Eller“.

Sobre Filipe Catto: Com apenas cinco anos de estrada, o gaúcho de 23 anos coleciona plateias lotadas, elogios da crítica e tentativas de definir seu talento e o impacto que vem causando no cenário nacional, através de comparações com Elis Regina e Ney Matogrosso, por exemplo. Estreou profissionalmente em 2009, com o EP Saga (que o levou a apresentar-se no projeto Prata da Casa, do SESC Pompeia) e, após dois anos, lançou seu primeiro álbum, o elogiado Fôlego. Atualmente, divulga seu segundo álbum, Entre Cabelos, Olhos e Furacões, que foi seguido de um DVD homônimo, gravado no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

 

Serviço:

Música – Filipe Catto canta Cássia Eller

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 17 a 20 de dezembrode 2015

Horário: quinta a sábado, às 20h; domingo, às 19h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Duração: 90 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Vendas a partir de quarta-feira, 16/12, às 10 horas

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais. Serviço de manobrista gratuito no local


Informações Gerais:
Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza
(85) 3453-2770

  • postado por Oswaldo Scaliotti