Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

cadastro

VAMO promove ação de cadastro na Unifor

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

18 de agosto de 2018

Ao fazer o cadastro, o usuário ganhará passe gratuito de 1 hora e poderá fazer test drive no Campus da Universidade

De 20 a 31 de agosto, o sistema de Veículos Alternativos para Mobilidade (VAMO), carros elétricos compartilhados de Fortaleza patrocinados pelo Hapvida Saúde, vai realizar ação de cadastramento de novos usuários no sistema na Universidade de Fortaleza (Unifor). Na ocasião, os interessados poderão fazer o cadastro no sistema, bem como test drive nos carros. Quem se cadastrar nesse período, receberá um passe de até 1 hora grátis.

Os interessados em fazer o cadastro e o test drive na Unifor devem procurar o stand que está localizado em frente à Biblioteca Central do campus. O passe gratuito de 1 hora será concedido também para aqueles que fizerem o cadastro no website do sistema: www.vamofortaleza.com.br.

A ação promovida pelo Hapvida e pela Unifor, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza e a Serttel, responsável pela operação do VAMO, tem o objetivo de promover o cadastro e fazer com que a população conheça melhor essa opção de modalidade urbana.  Atualmente o sistema possui 20 carros, disponíveis em 12 estações, além de seis “vagas VAMO”, locais em que o usuário pode fazer a devolução do veículo sem, contudo, conectar o carro em uma estação de carregamento.

Mobilidade elétrica na Unifor

O diretor de Pesquisa e Inovação da Unifor, professor Vasco Furtado, destaca a importância da mobilidade elétrica dentro do ambiente acadêmico e para a cidade de Fortaleza. “A temática de veículos alternativos para a mobilidade é uma prioridade para Unifor e tem sido estudada por professores de diversas áreas, em especial pelo Laboratório de Pesquisa e Inovação em Cidades, o Lapin. Ao colocar à disposição dos alunos uma infraestrutura para desenvolvimento de pesquisa e carros elétricos no campus para facilitar o acesso a essa modalidade de transporte urbano, a Unifor está não só fomentando essas pesquisas, como também incentivando o desenvolvimento da mobilidade elétrica em Fortaleza”, pontua.

Além do Lapin, a DPDI administra, com apoio da Enel, Prefeitura de Fortaleza e Fundação Bloomberg, o Centro de Pesquisa e Mobilidade Elétrica (CPqMEL), laboratório responsável pela análise de dados referentes à mobilidade elétrica em cidades, assim como seu impacto na vida das pessoas. O CPqMEL também realiza pesquisas voltadas para a infraestrutura de recarga que deve ser implantada em Fortaleza para a utilização de veículos elétricos, no intuito de manter a cidade preparada para a popularização do serviço.

Vantagens do VAMO

Primeiro sistema de carros compartilhados 100% elétricos da América Latina, o VAMO oferece várias vantagens para os usuários. Além de não emitir gases de efeito estufa e não produzirem poluição sonora, benefícios importantes para o meio ambiente, o sistema é hoje uma opção financeiramente vantajosa para os fortalezenses.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT), em parceria com o Hapvida e a Serttel, o VAMO reduziu a tarifa em 68% em 2017, ficando ainda mais competitivo com relação a outros modais, inclusive do transporte individual de passageiros por meio de aplicativos.

A redução da tarifação do sistema foi pensada levando em conta o tempo de uso dos veículos. Com isso, o valor a ser cobrado dos usuários que tiverem Bilhete Único diminuiu de R$ 20,00 para R$ 15,00, nos primeiros 30 minutos de utilização. Esse novo valor é indivisível, ou seja, do primeiro minuto ao trigésimo minuto, o valor cobrado é fixo e totaliza R$ 15,00. O mesmo acontece para quem utilizar o sistema por até 3 horas de utilização. Cada faixa de tempo tem sua respectiva taxa de valor indivisível. Somente a partir de 3 horas de uso, é que será cobrado R$ 0,30 por minuto adicional; e a partir de 5 horas, será cobrado R$ 0,50 por minuto adicional. Resumindo, a cobrança se dará da seguinte forma:

– Para até 30 minutos de uso: a tarifa será reduzida de R$ 20,00 para R$ 15,00 (redução de 25%);

– Para até 1 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 44,00 para R$ 20,00 (redução de 54%);

– Para até 2 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 80,00 para R$ 30,00 (redução de 62%);

– Para até 3 h de uso: a tarifa será reduzida de R$ 110,00 para R$ 35,00 (redução de 68%);

– Entre 3 h e 5 h de uso: a tarifa de R$ 35,00, com acréscimo de R$ 0,30 por minuto adicional;

– A partir de 5 h de uso: R$ 71,00, com acréscimo de R$ 0,50 por minuto adicional.

Já o passe mensal agora custa R$ 15,00 para os cadastrados com Bilhete Único e R$ 20,00 para os demais. O valor da taxa mensal é revertido, integralmente, em crédito (de R$ 20 ou R$15) para os usuários, sendo ou não cadastrado com o Bilhete Único.

Além do benefício financeiro para os usuários que possuam Bilhete Único, os carros elétricos compartilhados podem estacionar nas vagas de Zona Azul gratuitamente, assim como no shopping RioMar Fortaleza. E para incentivar o compartilhamento e reduzir ainda mais os custos, o aplicativo do VAMO disponibiliza a função “carona” que permite ao usuário dividir os custos com um colega de trabalho ou amigo, por exemplo.

leia tudo sobre

Publicidade

VAMO oferece cadastro, test drive e passe de 1 hora grátis em shopping de Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

20 de julho de 2018

A ação tem como objetivo estimular o cadastro de novos usuários no sistema

Nesta reta final das férias, o sistema de Veículos Alternativos para Mobilidade (VAMO), carros elétricos compartilhados de Fortaleza, oferece um novo estímulo para cadastro de novos usuários.  Entre os dias 21 de julho e 5 de agosto, será realizada uma ação no shopping RioMar Fortaleza que promoverá o cadastro no sistema e test drive nos carros. Além disso, será concedido um passe de 1 hora grátis para os novos usuários cadastrados. Os interessados deverão procurar o stand do VAMO localizado no piso E1, em frente ao posto do Detran, que funcionará das 10h às 22h.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (PAITT), em parceria com o Hapvida Saúde e a Serttel, o VAMO nasceu, em setembro de 2016, com o objetivo de ofertar à população de Fortaleza mais uma opção de mobilidade urbana sustentável. Atualmente o sistema possui 20 carros, sendo cinco do modelo “BYD e6” e quinze do modelo compacto “Zhidou EEC L7e-80”, distribuídos em 12 estações na cidade, além de seis “vagas VAMO”, locais em que o usuário pode fazer a devolução do veículo sem, contudo, conectar o carro em uma estação de carregamento.

Pioneiro no Brasil e na América Latina, o sistema de car sharing 100% elétricos, que não emitem gases de efeito estufa e não produzem poluição sonora, foi inspirado em sistemas semelhantes desenvolvidos em países da Europa e Estados Unidos, em cidades como Paris, Milão, Londres e Indianápolis.  “Para o Hapvida, este projeto tem tudo a ver com nossa missão de promover saúde e bem-estar para as pessoas, por isso desde o início abraçamos com grande alegria esta iniciativa”, conta a diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida, Simone Varella.

Cadastro no sistema

Para realizar o cadastro, os usuários devem fornecer endereço eletrônico (e-mail) no website do sistema: www.vamofortaleza.com. Em seguida, após a confirmação do e-mail do usuário, deverão ser enviados, também por meio do website, os dados pessoais e fotos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e de comprovante de endereço. As informações serão verificadas pela operadora, que entrará em contato com o usuário para agendar hora, data e estação de desejo do usuário para a assinatura do Termo de Responsabilidade, bem como para realizar test-drive acompanhado de técnico da Serttel.

Para fazer uso do sistema, por meio do site e do aplicativo para smartphone, os usuários podem reservar qualquer carro elétrico disponível em qualquer uma das estações, tendo até 15 minutos para efetivar a retirada do veículo. Os carros elétricos podem ser retirados, todos os dias, das 5h às 23h59, podendo ser devolvidos 24h por dia.

Estações do VAMO

Estação 1 – Igreja de Nazaré (Rua André Chaves, 177 – Montese)

Estação 2 – North Shopping (Rua Moreira de Souza, 58 – Parquelândia)

Estação 3 – Praça Luiza Távora (Av. Santos Dumont, oposto ao número 1546 – Aldeota)

Estação 4 – Shopping Center Um (Rua Barbosa de Freitas, 1100 – Aldeota)

Estação 5 – Shopping Iguatemi (Av. Washington Soares, 62 – Edson Queiroz)

Estação 6 – Praça Antônio Prudente (Av. Historiador Raimundo Girão – Meireles)

Estação 7 – Praça Martins Dourado (Rua Bento Albuquerque – Cocó)

Estação 8 – North Shopping Jóquei (Av. Lineu Machado, 419 – Jóquei Clube)

Estação 9 – Igreja Matriz da Parangaba (Rua Sete de Setembro, 218)

Estação 10 – Unifor (Av. Dr. Valmir Pontes, esquina com Av. Washington Soares)

Estação 11 – Praça da Imprensa (Avenida Antônio Sales – Dionísio Torres)

Estação 12 – Igreja de Fátima (Av. Treze de Maio, 200 – Fatima)

Vagas VAMO

Vaga 1 – Shopping RioMar Fortaleza (R. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Vaga 2 – Praça do Ferreira (Rua Major Facundo – Centro)

Vaga 3 – Centro Cultural Dragão do Mar (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)

Vaga 4 – Naútico Atlético Cearense (Av. da Abolição, 2727 – Meireles)

Vaga 5 – Praça das Flores (Av. Des. Moreira, S/N – Aldeota)

Vaga 6 – Praça da Gentilândia (Av. Treze de Maio, S/N – Benfica)

Publicidade

Aço Cearense promove ação de ​cadastro de medula óssea

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de julho de 2017

Atualmente, mais de mil pessoas no Brasil esperam por um transplante de medula óssea. Apesar dos quatro milhões de brasileiros inscritos no cadastro nacional de doadores de medula óssea, ainda não é suficiente, por conta da variedade genética, o que muitas vezes pode dificultar o encontro de uma medula compatível. Para se ter uma ideia, as chances de encontrar um doador compatível são de 1 em 100 mil. Dessa forma, é preciso ter muito mais gente. No último dia 6, o sangue de tipo raro de um cearense salvou a vida de um bebê colombiano após o Ministério da Saúde Brasileiro identificar o potencial doador no Ceará, já que o cadastro nacional fica disponível para o mundo todo. Visando mais finais felizes como esse, a Aço Cearense incluiu o cadastro de medula óssea entre os serviços que serão promovidos para os seus mais de 2 mil colaboradores, durante o projeto “Point Saúde”, dentro do programa Viva Bem, uma realização da área de Qualidade de Vida e Benefícios da empresa.

Com o Point Saúde, os colaboradores da Aço Cearense Comercial e da Aço Cearense Industrial tem a oportunidade também de aferir pressão, ter acesso à dosagem da glicemia, atendimento odontológico, receber serviços de massoterapia e participar de palestras, uma delas, inclusive, sobre a importância de cadastrar-se no banco de medula óssea e ser um potencial doador. O cadastro dos colaboradores interessados em ser doadores acontece a partir de hoje (26) até sexta-feira (28).

Para a coordenadora do setor de Qualidade de Vida e Benefícios da Aço Cearense, Eliana Freitas, ações como essas fazem parte da responsabilidade social que a empresa busca praticar e incentivar os seus colaboradores. “Além de estarmos sempre promovendo iniciativas de olho na qualidade de vida, saúde e bem estar da nossa equipe, buscamos também, sempre que possível, incentivá-la a fazer o bem no dia a dia. Sabemos da importância desse cadastro na preservação de tantas vidas e tivemos a ideia de nos colocar também à disposição”, reforçou Eliana.​

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Aço Cearense promove ação de ​cadastro de medula óssea

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de julho de 2017

Atualmente, mais de mil pessoas no Brasil esperam por um transplante de medula óssea. Apesar dos quatro milhões de brasileiros inscritos no cadastro nacional de doadores de medula óssea, ainda não é suficiente, por conta da variedade genética, o que muitas vezes pode dificultar o encontro de uma medula compatível. Para se ter uma ideia, as chances de encontrar um doador compatível são de 1 em 100 mil. Dessa forma, é preciso ter muito mais gente. No último dia 6, o sangue de tipo raro de um cearense salvou a vida de um bebê colombiano após o Ministério da Saúde Brasileiro identificar o potencial doador no Ceará, já que o cadastro nacional fica disponível para o mundo todo. Visando mais finais felizes como esse, a Aço Cearense incluiu o cadastro de medula óssea entre os serviços que serão promovidos para os seus mais de 2 mil colaboradores, durante o projeto “Point Saúde”, dentro do programa Viva Bem, uma realização da área de Qualidade de Vida e Benefícios da empresa.

Com o Point Saúde, os colaboradores da Aço Cearense Comercial e da Aço Cearense Industrial tem a oportunidade também de aferir pressão, ter acesso à dosagem da glicemia, atendimento odontológico, receber serviços de massoterapia e participar de palestras, uma delas, inclusive, sobre a importância de cadastrar-se no banco de medula óssea e ser um potencial doador. O cadastro dos colaboradores interessados em ser doadores acontece a partir de hoje (26) até sexta-feira (28).

Para a coordenadora do setor de Qualidade de Vida e Benefícios da Aço Cearense, Eliana Freitas, ações como essas fazem parte da responsabilidade social que a empresa busca praticar e incentivar os seus colaboradores. “Além de estarmos sempre promovendo iniciativas de olho na qualidade de vida, saúde e bem estar da nossa equipe, buscamos também, sempre que possível, incentivá-la a fazer o bem no dia a dia. Sabemos da importância desse cadastro na preservação de tantas vidas e tivemos a ideia de nos colocar também à disposição”, reforçou Eliana.​

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti