Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece)

Adece terá Câmara Setorial de Economia Criativa

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

11 de Fevereiro de 2019

A Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) terá uma Câmara Setorial dedicada a economia criativa. A criação do órgão foi aprovada, por unanimidade, na última sexta-feira (8), pelo Conselho Gestor das Câmaras Setoriais e Temáticas da Adece, com o objetivo de identificar os entraves e oportunidades do setor no Estado, apresentando propostas de projetos e soluções ao desenvolvimento econômico, sustentável e competitivo da área.

A Câmara Setorial ainda será oficializada, mas instituições do segmento já comemoram a conquista, que foi impulsionada pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). A articulação iniciou a partir de demandas apontadas pelos participantes da Rota Estratégica de Economia Criativa e Turismo, que resultou em um projeto prioritário dentro do Masterplan de Economia Criativa. Para concretizar os projetos, foram feitas diversas articulações entre FIEC, Adece e instituições públicas e privadas do setor de Economia Criativa.

No dia 18 de dezembro, foi feito um workshop na Adece com as entidades representantes do setor, quando foram apresentados os projetos Rotas Estratégicas Setoriais e Fortaleza 2040 de forma a familiarizar as entidades com as ações que estão sendo desenvolvidas no âmbito da Economia Criativa no Estado. “Essa é uma conquista importante que, certamente, renderá bons frutos”, afirmou Luis Carlos Sabadia, líder setorial do Masterplan de Economia Criativa e gerente do Museu da Indústria.

Sobre o setor

Os setores que compõem a Economia Criativa foram identificados como estratégicos em todas as regiões do Estado, reunindo atividades relacionadas ao conhecimento, à cultura, à criatividade e à capacidade intelectual, ficando evidente o impacto positivo que o desenvolvimento destes trariam para a agregação de valor de produtos industriais, o fortalecimento da identidade cultural e o empreendedorismo no Estado.

Sobre o Masterplan

O Masterplan é uma continuidade do projeto Rotas Estratégicas Setoriais cujo objetivo é construir estratégias de desenvolvimento setorial com implantação de portfólios de projetos de alto impacto, possibilitando sinergia de esforços e investimentos dos agentes responsáveis pelo desenvolvimento do Estado. No Masterplan, são feitas as articulações para transformar as ações apontadas nas Rotas Estratégicas Setoriais em projeto

Publicidade

Governo do Ceará reúne prefeituras em seminário para atração de investimentos

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

21 de novembro de 2018

Alternativas para desenvolver o Ceará de ponta a ponta por meio da geração de emprego e renda nas mais diversas regiões do Estado foram tema discutido na última quarta-feira (21), no auditório da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC). O local sediou a primeira edição do Seminário Sobre Atração de Investimentos para Prefeituras do Estado do Ceará, realizado pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE) e Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece).
Com apoio da FIEC, do SEBRAE-CE e da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), o evento contou com a presença de aproximadamente 70 municípios cearenses representados por prefeitos, secretários e/ou assessores ligados ao desenvolvimento econômico de suas localidades.
A parceria com as prefeituras municipais para melhorias na educação, com o programa Educação na Idade Certa, e na segurança por meio das câmeras de monitoramento e ampliação do efetivo policial no interior do estado, foram destacadas pelo secretário-chefe da Casa Civil, Nelson Martins. De acordo com ele, agora, o grande desafio é na área do desenvolvimento. “A Adece, a SDE e a própria Aprece, junto com o Governo e com a FIEC, pretendem estreitar mais as relações com os municípios para a atração de empresas. Muitas vezes, empresas não querem ir para um local sem estrutura. Essa parceria, assessoria e capacitação, além da melhoria nos incentivos, poderão fazer com que o desenvolvimento aconteça. É um desafio, mas se alcançarmos, teremos uma melhoria na redução das desigualdades no nosso Estado e, evidentemente, gerar emprego e renda”, disse.
Também presente na abertura do evento, o presidente da FIEC, Beto Studart, destacou o Observatório da Indústria, lançado recentemente pela Federação das Indústrias, como ferramenta disseminadora de informações das atividades econômicas e do potencial de cada município. “A FIEC é apenas uma promotora do desenvolvimento. Essa interação serve como elo entre o cidadão, empresário, empreendedor e a autoridade, que é o prefeito. Esse ambiente, que já está muito bem criado pelo governador Camilo Santana, precisamos estender para os municípios de tal forma que possamos promover o desenvolvimento que o Estado precisa”, completou.
A descentralização da economia e a criação de emprego e renda nos municípios do interior do estado foram pontuadas pelo titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE), César Ribeiro. Conforme o secretário, o Governo do Estado está trabalhando para que as cidades com Índice de Desenvolvimento Municipal (IDM) mais baixo  tenham incentivo do Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI) de forma automática, dentro do decreto, a partir de 75%. “Com isso, vamos buscar trazer e criar condições para que esses investimentos não fiquem somente na Região Metropolitana, mas no Interior do Estado”, disse.
Site para atrair investimentos é lançado
O evento protagonizou ainda o lançamento de um site do Governo do Ceará, desenvolvido pela Adece e voltado exclusivamente a atrair investimentos para o território cearense. Por meio do endereço eletrônico http://invest.adece.ce.gov.br, o empreendedor poderá ter acesso a informações dos municípios, suas potencialidades, setores mais propícios para investimento, além de guias de incentivos fiscais e demais informações.
“O grande desafio é criar a ambiência de negócios. Esse seminário vem justamente para auxiliar as prefeituras a fazerem isso. Criamos uma ferramenta, um site voltado para o  investidor, onde vamos disponibilizar as condições de cada município. Eles terão a possibilidade de apresentar sua política de desenvolvimento econômico e o que têm de melhor oferecer. A intenção da Adece é criar essa ambiência. Ela estando pronta, fica mais fácil a atração de novos negócios e de, principalmente, manter os já existentes”, explicou o presidente da Adece, Eduardo Neves.
Auxílio aos prefeitos
A primeira edição do Seminário contou ainda com as palestras “Como obter dados econômicos e sociais sobre o município por meio de estudos realizados pelo IPECE”, proferida pelo analista de Políticas Públicas do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE), Cleyber Medeiros; “Empresa Simples”, realizada pela presidente da Junta Comercial do Ceará (Jucec), Carolina Monteiro; “Como os municípios podem se preparar para atrair investimentos”, ministrada pelo presidente do Conselho Regional de Economia Ceará (CORECON-CE), Lauro Chaves Neto; além da apresentação dos cases de sucesso dos municípios de Pacajus e Juazeiro do Norte, por meio de seus secretários de Desenvolvimento Econômico, Roberto Cariri e Michel Araújo, respectivamente.
A instalação do Fórum Cearense de Dirigentes Municipais de Desenvolvimento e Inovação, conduzida pelo superintendente do SEBRAE-CE, Joaquim Cartaxo, foi outro momento importante do evento. Já a ferramenta Observatório da Indústria, foi apresentada aos gestores municipais pelos representantes da FIEC Sampaio Filho e Guilherme Muchale.
Publicidade

Governo do Ceará realiza I Seminário sobre Atração de Investimentos para Prefeituras do Estado do Ceará

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

14 de novembro de 2018

Com o objetivo de promover uma sinergia entre o Governo do Ceará e as prefeituras municipais para fomentar a economia local por meio da geração de emprego e renda, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE) e a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), com o apoio do SEBRAE-CE, realizam, no dia 21 de novembro, a primeira edição do Seminário sobre Atração de Investimentos para Prefeituras do Estado do Ceará. O encontro será na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e tem como público-alvo prefeitos e secretários das pastas relacionadas ao desenvolvimento econômico.
A ideia, de acordo com o titular da SDE, secretário Cesar Ribeiro, é despertar a atenção das prefeituras e seus gestores para a importância da captação de investimentos para gerar riquezas para os municípios, por meio de empregos, renda e desenvolvimento socioeconômico. “Uma das diretrizes de atuação do Estado na área do desenvolvimento econômico é fazer a interiorização de investimentos. Já temos ações nessa área, como a concessão de benefício fiscal a empresas que se instalarem em municípios com baixo IDM (índice de desenvolvimento municipal), que está em implantação, mas as prefeituras também têm que se preparar no âmbito da legislação e na estruturação dos municípios para se tornar atrativa a investidores”, disse.
Por meio de palestras ministradas por autoridades cearenses, o evento prevê a troca de conhecimentos e a criação de uma ambiência de negócios para a atração de investimentos. Ainda na programação, será lançado um site desenvolvido pela Adece voltado exclusivamente para investidores.
“A ferramenta será uma espécie de vitrine para os municípios aos olhos dos investidores, que poderão coletar informações regionais e escolher a localidade apropriada para instalar seu empreendimento. O evento será uma oportunidade única de apresentarmos detalhadamente esse mecanismo pensado especialmente para o desenvolvimento regional. Cada município terá a oportunidade de alimentar esse banco de dados e será instruído durante o encontro”, explica o presidente da Adece, Eduardo Neves.
O I Seminário Sobre Atração de Investimentos para Prefeituras do Estado do Ceará conta com apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (APRECE).
As inscrições devem ser realizadas pelo telefone 85 3457-3304 ou pelo e-mail virna.aguiar@adece.ce.gov.br. O evento é aberto à participação do prefeito e um secretário ligado ao Desenvolvimento Econômico do município ou dois representantes da Prefeitura.
Programação
8h às 8h30 – Credenciamento
8h30 às 8h40 – Abertura e boas-vindas
Palavra do Presidente da FIEC – Beto Studart (5min)
Palavra do Chefe da Casa Civil – Nelson Martins (5min)
8h40 às 8h55– Painel I
Palestrante: Cesar Ribeiro – Secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará
Tema: Desenvolvimento Econômico Sustentável – A importância da atração de investimentos para o desenvolvimento econômico do município (15min)
8h55 às 9h10 – Painel II
Palestrante: Eduardo Neves – Presidente da ADECE – Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará
Tema: Estruturação da ADECE para dar suporte aos municípios e lançamento do site para atrair investidores (15min)
9h10 às 9h30 – Painel III
9h10 às 9h30 Palestrante: Sampaio Filho – Líder do Observatório da Indústria da FIEC e presidente do Simec
Tema: Observatório da Indústria e o Desenvolvimento Regional do Ceará (15min)
9h30 às 10h15 – Painel IV
9h30 às 9h45 Palestrante: Flávio Ataliba – Diretor Geral do IPECE
Tema: Como obter dados econômicos e sociais sobre o município por meio de estudos realizados pelo IPECE (15min)
9h45 às 10h Palestrante: Carolina Monteiro – Junta Comercial do Ceará
Tema: Empresa simples (15min)
10h às 10h15 Palestrante: Lauro Chaves Neto – Presidente do CORECON
Tema: Como os municípios podem se preparar para atrair investimentos (15min)
10h15 – 11h15 – Brunch
11h15 às 12h – Painel V
11h15 às 11h30 Palestrante: Joaquim Cartaxo – Superintendente do SEBRAE-CE
Tema: Instalação do Fórum Cearense de Dirigentes Municipais de Desenvolvimento e Inovação (15min)
11h30 às 11h45 Palestrante: Roberto Cariri – Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pacajus
Tema: Atração de investimentos – Um desafio diário de contínuo (15min)
11h45 às 12h Palestrante: Michel Oliveira Araújo – Secretário de Desenvolvimento Econômico de Juazeiro do Norte
Tema: Ecossistema inovação (15min)
Serviço
I Seminário Sobre Atração de Investimentos para Prefeituras do Estado do Ceará
Data: 21 de novembro de 21 de novembro de 2018
Local: Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) – Av. Barão de Studart, 1980 – Aldeota
Horário: 8 horas
Mais informações e inscrições: 85 3457-3304 ou virna.aguiar@adece.ce.gov.br
Publicidade

Governo do Ceará participa de evento internacional voltado para tecnologias na agricultura

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de Maio de 2018

O Governo do Ceará, por meio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), marca presença na 20ª edição da International Agro Technology Exhibition & Conference (Agritech). O evento acontece entre os dias 8 e 10 de maio, em Tel-Aviv, Israel.
 
Representado pelo diretor de Agronegócio da Adece e doutor em Irrigação pela Universidade de São Paulo, Sílvio Carlos Ribeiro, o Ceará busca no evento obter soluções tecnológicas, práticas criativas, pesquisas recentes e resultados satisfatórios em um dos maiores eventos do segmento no mundo.
 
Com o objetivo de conhecer pessoalmente casos de sucesso obtidos na região, missões a empresas e instituições foram realizadas antes mesmo da abertura do evento. Nesta segunda-feira (07), Ribeiro participou de uma visita técnica a Teshuva Agricultural Projects, empresa de produção agrícola e desenvolvimento de projetos em cultivos em ambiente protegido, no Instituto Volcani, vinculado ao Ministério da Agricultura de Israel, e na Mekorot a empresa de gestão de água do país.
 
“Tivemos a oportunidade de ver o que há de mais moderno em termos de cultivo em estufas, tantos nas variedades cultivadas como na tecnologia envolvida, vimos também as pesquisas do Instituo Volcani uma referência no mundo em desenvolvimento de tecnologias para o cultivo de hortaliças e frutas, além de ter um trabalho importante de engenharia agrícola. Na Mekorot vimos uma planta de dessalinização e o quão fundamental é essa técnica para a segurança hídrica de Israel. Outras empresas e instituições serão visitadas  até o final desta viagem”, explica Sílvio.
 
Para o presidente da Adece, Eduardo Neves, a presença do Ceará no evento é imprescindível, tendo em vista sexto ano consecutivo de seca enfrentado pelo Estado. “Os métodos de irrigação mais desenvolvidos do mundo, bem como a maior taxa de águas residuais reutilizadas do mundo e as mais avançadas tecnologias agrícolas no mercado internacional são utilizadas por Israel. Situado em uma das regiões mais áridas do mundo, o país foi pioneiro e liderou os conceitos de irrigação por gotejamento, reciclagem, purificação e reutilização de águas residuais para fins agrícolas. É importante conferir essa expertise de perto e levar ao Ceará soluções agrícolas inovadoras e de ponta”, comenta.
 
Agritech 2018
 
Com o tema “Agricultura em regiões áridas e semiáridas”, o evento discutirá assuntos como políticas públicas, agricultura familiar, agro business, água e irrigação, agricultura inteligente, dentre outros.
 
Mais de 80 palestrantes de todas as partes do mundo participam da 20ª edição do evento.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Encontro discutirá tecnologias e soluções para agricultura sustentável

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

05 de Março de 2018

 
Informações sobre tecnologias, pesquisas recentes e práticas na criação de soluções duráveis para uma agricultura sustentável serão discutidas em um encontro com Beni Lew, pesquisador do Instituto Volcani em Israel. O evento é gratuito, aberto ao público e acontece na manhã do dia 5 de março, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC).
 
Além da entidade a sediar o encontro, a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), a Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Estado do Ceará (Seapa) e a Israel Trade Investments estão à frente do evento.
 
Assuntos como Fornecimento e economia de água na irrigação; Combate à desertificação: técnicas e estratégias de gerenciamento; Cooperação internacional; Agricultura inteligente; Desafios do solo: fertilidade, qualidade e conservação; proteção do cultivo e das plantas; e a Exposição Internacional Tecnologia Agrícola (Agritech), são alguns dos principais tópicos a serem abordados.
 
O evento é preparatório e antecede a Agritech 2018, marcada para ser realizada entre os dias 8 e 10 de maio, em Israel. A exposição acontece a cada três anos e é considerada uma das mais importantes do mundo no segmento de tecnologias agrícolas. Na edição deste ano, o tema será “Agricultura em regiões áridas e semiáridas”.
 
Serviço
 
Encontro Agritech 2018
Data: 05 de março de 2018
Horário: 9h às 11h
Local: FAEC – Avenida Eduardo Girão, 317 – Térreo – Jardim América
Informações: (85) 3535-8000
Publicidade

Adece participa de feira internacional de frutas na Alemanha

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

08 de Fevereiro de 2018

O diretor de Agronegócio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Silvio Carlos Ribeiro, marca presença na Fruit Logistica 2018, uma das maiores feiras de logística do mundo. O evento acontece entre os dias 7 e 9 de fevereiro, em Berlim na Alemanha.
 
“A presença da Adece no evento representa o apoio do Governo do Ceará ao setor por meio da Câmara Setorial de Fruticultura, uma das mais atuantes na Agência”, comenta Silvio.
 
De acordo com o diretor da Adece, um dos temas em discussão no evento é a eficiência do uso da água para a produção de frutas. “Muitos países precisam aumentar a área produtiva, mas possuem limitação de água. Situação similar a que passa nosso Estado. O manejo correto da irrigação e a produção de frutas que possuem maior valor agregado e consomem menos água são saídas possíveis para o problema. A logística é outra temática que interessa muito ao Ceará nessa feira com a presença do Porto do Pecém e a nova rota para a Ásia que se anuncia para o próximo mês de abril”, completa.
 
O Governo do Estado do Ceará está presente também no evento por meio do Porto do Pecém. Com um estande de 20m², a estrutura está disponível para receber visitantes e prospectar novos negócios. Atualmente,  o porto cearense é o segundo do nordeste com maior produtividade na movimentação de containers.
Publicidade

Governo do Ceará lança Câmara Setorial da Equinocultura

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

15 de agosto de 2017

O Governo do Ceará, por meio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), lança, nesta quarta-feira (16), a Câmara Setorial da Equinocultura do Ceará. A CS Equinos será um órgão consultivo com o objetivo de propor, apoiar e acompanhar projetos e ações tendo em vista o desenvolvimento sustentável do setor em território cearense.
O órgão colegiado contará com mais de 25 entidades e será o 27º instaurado pela Adece, que conta atualmente 23 câmaras setoriais, duas temáticas, além do Fórum Jovem Empresário Ceará. Somente no âmbito da diretoria de Agronegócios, a de equinocultura será a 11ª câmara.
Serviço
Data: 16/08/2017
Horário: 09h30min
Local: Auditório da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) – Av. Dom Luís, 807 / 7º andar Etevaldo Nogueira Business – Meireles
Publicidade

Adece entrega Agenda Estratégica para promover o desenvolvimento econômico de Cedro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

Trabalho faz parte de um projeto-piloto e será expandido para outros municípios do Ceará
 
O município de Cedro, no Centro Sul do Estado, acaba de receber a primeira Agenda Estratégica voltada para promover o desenvolvimento econômico e sustentável local. A iniciativa é parte de um projeto-piloto implantado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e deverá servir de modelo para outras cidades. A solenidade de entrega aconteceu na última quinta-feira (29), com a presença da presidente da Agência, Nicolle Barbosa, e do prefeito Nilson Diniz.
 
Conforme a executiva da Adece, a ideia é otimizar a estrutura organizacional do município, aproveitando os recursos disponíveis e aprimorando a qualificação dos agentes públicos. “O resultado de tudo isso será tornar a cidade mais atrativa para receber investimentos. Para isso, serão implantadas ações de curto, médio e longo prazos”, explica.
 
Para a concretização do planejamento, foi realizado um trabalho complexo de diagnóstico das competências, potencialidades e vocações do município, segundo o prefeito. “Pela primeira vez a cidade conta com um planejamento neste nível de detalhe e de gerenciamento de metas. Ao lançar esta Agenda, a Prefeitura inova com o advento de uma gestão baseada na eficácia, com foco na melhoria contínua dos indicadores de desempenho”, comemora Diniz.
 
Potenciais econômicos
 
Dentre as estratégias adotadas, o município terá como direcionamento o fortalecimento das cadeias produtivas com vocação local diagnosticadas a partir do levantamento. São elas: bovinocultura de leite, caprinovinocultura, piscicultura, apicultura, avicultura, artesanato, horticultura e a cadeia produtiva de comércio e serviços.
 
Além disso, um programa de promoção e estímulo ao empreendedorismo deverá ser adotado, dando foco na formalização de micoempreendedores individuais e a criação de micro e pequenas empresas locais.
 
Metas
 
Atrair no mínimo duas indústrias até 2020 é uma das metas a serem alcançadas pelo município a partir da implantação da Agenda Estratégica. No mesmo prazo, o planejamento prevê um incremento de 20% no número de empregos gerados e de 30% na quantidade de produtores assistidos.
 
Já no quesito formalização de empresas, um crescimento de 25% deverá ser concretizado entre 2017 e 2020. A mesma variação é esperada em relação ao número de microempreendedores regularizados.
 
A qualificação da mão de obra também está entre os objetivos a serem conquistados com a Agenda Estratégica. A partir de parcerias com os sistemas Fecomércio, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), mil pessoas por ano devem ser capacitadas.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Adece entrega Agenda Estratégica para promover o desenvolvimento econômico de Cedro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

Trabalho faz parte de um projeto-piloto e será expandido para outros municípios do Ceará
 
O município de Cedro, no Centro Sul do Estado, acaba de receber a primeira Agenda Estratégica voltada para promover o desenvolvimento econômico e sustentável local. A iniciativa é parte de um projeto-piloto implantado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e deverá servir de modelo para outras cidades. A solenidade de entrega aconteceu na última quinta-feira (29), com a presença da presidente da Agência, Nicolle Barbosa, e do prefeito Nilson Diniz.
 
Conforme a executiva da Adece, a ideia é otimizar a estrutura organizacional do município, aproveitando os recursos disponíveis e aprimorando a qualificação dos agentes públicos. “O resultado de tudo isso será tornar a cidade mais atrativa para receber investimentos. Para isso, serão implantadas ações de curto, médio e longo prazos”, explica.
 
Para a concretização do planejamento, foi realizado um trabalho complexo de diagnóstico das competências, potencialidades e vocações do município, segundo o prefeito. “Pela primeira vez a cidade conta com um planejamento neste nível de detalhe e de gerenciamento de metas. Ao lançar esta Agenda, a Prefeitura inova com o advento de uma gestão baseada na eficácia, com foco na melhoria contínua dos indicadores de desempenho”, comemora Diniz.
 
Potenciais econômicos
 
Dentre as estratégias adotadas, o município terá como direcionamento o fortalecimento das cadeias produtivas com vocação local diagnosticadas a partir do levantamento. São elas: bovinocultura de leite, caprinovinocultura, piscicultura, apicultura, avicultura, artesanato, horticultura e a cadeia produtiva de comércio e serviços.
 
Além disso, um programa de promoção e estímulo ao empreendedorismo deverá ser adotado, dando foco na formalização de micoempreendedores individuais e a criação de micro e pequenas empresas locais.
 
Metas
 
Atrair no mínimo duas indústrias até 2020 é uma das metas a serem alcançadas pelo município a partir da implantação da Agenda Estratégica. No mesmo prazo, o planejamento prevê um incremento de 20% no número de empregos gerados e de 30% na quantidade de produtores assistidos.
 
Já no quesito formalização de empresas, um crescimento de 25% deverá ser concretizado entre 2017 e 2020. A mesma variação é esperada em relação ao número de microempreendedores regularizados.
 
A qualificação da mão de obra também está entre os objetivos a serem conquistados com a Agenda Estratégica. A partir de parcerias com os sistemas Fecomércio, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), mil pessoas por ano devem ser capacitadas.
* postado por Oswaldo Scaliotti