Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

2018

FIEC anuncia personalidades que receberão a Medalha do Mérito Industrial 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

18 de Abril de 2018

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), durante a reunião da sua diretoria plena, nessa terça-feira (17/4), aprovou os nomes das três personalidades que vão receber  neste ano a Medalha do Mérito Industrial. Os homenageados são: Elisa Gradwohl, presidente do  Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca no Estado do Ceará – Sindfrio e também empresária dos ramos da pesca, indústria naval e da hotelaria; Edson Queiroz Neto, economista e chanceler da Universidade de Fortaleza (Unifor); e secretário chefe de Gabinete do governador Camilo Santana, Élcio Batista.

Ao anunciar os nomes, o presidente da FIEC, Beto Studart, disse que a escolha para aprovação levou em consideração a contribuição com o desenvolvimento industrial dos homenageados tanto na atuação empresarial e classista como na atuação na articulação governamental. A solenidade de entrega das comendas industriais em comemoração ao Dia da Indústria será no dia 30 de maio. Esse é o maior evento da Indústria do Ceará.
Publicidade

Ceará registra mais de 12 mil raios nos dois primeiros meses de 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

02 de Março de 2018

A Enel Distribuição Ceará registrou, por meio do Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas, 12.718 raios neste ano em todo o Estado do Ceará apenas nos meses de janeiro e fevereiro de 2018. Destes, 9462 foram registrados somente em fevereiro.

Até o momento, o município com maior incidência de raios do ano foi Santa Quitéria (732), seguido de Granja (483), Crateús (463), Tamboril (330) e Sobral (276). Em 2017, a companhia registrou 72.838 descargas atmosféricas em todo o Estado. Granja foi o município com mais incidências, com 5.222 raios.

Monitorar as descargas atmosféricas no Ceará é um trabalho feito pela Enel por meio do seu Centro de Controle do Sistema (CCS). A atividade tem o objetivo de acompanhar e orientar as equipes de manutenção do estado sobre ocorrências na rede elétrica provocadas por descargas atmosféricas. O Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas foi desenvolvido com a finalidade de identificar o local de queda do raio na rede elétrica, prever tempestades e, consequentemente, minimizar o tempo de atendimento.

Cuidados dentro de casa durante tempestade

 

  • Evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada;
  • Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;
  • Evitar consertos de instalações elétricas;
  • Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa durante tempestade:

 

  • Evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas;
  • Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.

Publicidade

IEEE aponta as três principais tendências de eletrônicos de consumo em 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de Janeiro de 2018

 

Casas inteligentes, equipamentos controlados por voz e aparelhos de realidade aumentada lideram a lista de eletrônicos que mais se expandirão

Além de estar presente ativamente na indústria, sistema financeiro, telecomunicações e outros setores fundamentais da economia, a tecnologia eletrônica também cada vez mais faz parte do dia-a-dia das pessoas. Mas quais seriam as três principais tendências que terão seu uso ampliado pelos consumidores em 2018?  Artur Ziviani, membro sênior do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE) e pesquisador do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, instalado em Petrópolis, aponta as principais:

  • Equipamentos e aplicativos para casas inteligentes: esta nova tecnologia substitui, por exemplo, interruptores e tomadas tradicionais por aparelhos que oferecem três canais de alimentação diferentes, capazes de controlar lâmpadas dos ambientes ou aparelhos elétricos tradicionais, como uma cafeteira conectada à internet, o que permite ligá-la ou desligá-la à distância.
  • Dispositivos controlados por voz: hoje já uma das tecnologias mais populares, as chamadas interfaces conversacionais podem oferecer 15.000 habilidades que podem variar de funções básicas para experiências mais complexas. Além disso, esses equipamentos permitem videoconferências entre os usuários.
  • Aparelhos de realidade aumentada (augmented reality): esta tecnologia permite que o mundo virtual seja misturado ao real, possibilitando maior interação e abrindo uma nova dimensão na maneira de executar tarefas, mesmo aquelas incumbidas às máquinas. Suas aplicações vão desde a criação de jogos interativos até a melhoria de processos cirúrgicos quando médico está distante do paciente ou a facilitação de manutenção de carros pelo próprio proprietário.

Os chamados “eletrônicos de consumo” (em tradução livre de Consumers Electronics) evoluíram bastante nos últimos anos e, para a próxima década, devem se tornar cada vez mais integrados entre si, consolidando a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) como um cenário comum nos lares, prevê Ziviani. Mostradores flexíveis e realidade aumentada, sobretudo, se destacarão nesse contexto por uma maior expansão em seu uso.

Mas o avanço tecnológico também acarreta desafios para que seu uso ocorra de maneira positiva e benéfica aos consumidores. Por isso, Ziviani recomenda que desenvolver sistemas com maior segurança e privacidade deve ser um objetivo central, assim como oferecer equipamentos confiáveis a um custo acessível ao maior número possível de pessoas. Caso essas orientações sejam seguidas, Ziviani prevê maior expansão da realidade aumentada nos eletrônicos de consumo, assim como de “equipamentos vestíveis”, que incluem pulseiras, braceletes, relógios, óculos, anéis, trajes e dispositivos facilmente acoplados ao corpo, hoje já uma aposta das grandes empresas do mercado eletrônico.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

NESTA 6ª FEIRA, A SEMANA DE MODA DA AV. MONSENHOR TABOSA TRAZ AS PRINCIPAIS TENDÊNCIAS DE 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

26 de Janeiro de 2018

Com mais de 40 marcas envolvidas, os desfiles começam a partir das 17h

A primeira edição da Monsenhor Tabosa Bazar Fashion Week – MTBFW – chega em um dos seus principais momentos. Nesta sexta-feira, dia 26, a Avenida Mais Querida do Brasil se transforma em uma grande passarela e apresenta ao público 42 marcas com as principais tendências de 2018. Para a presidente da Associação dos Lojistas da região, Márcia Sérgia, “essa é uma oportunidade de mostramos que o nosso corredor oferece um leque de variedades, em todos os segmentos de moda. São mais de 200 lojas, o maior shopping a céu aberto e um grande polo de moda do Ceará”, afirma.

Com a proposta de lançar novos talentos, às 17h sobem na passarela as clientes das lojas da Avenida Monsenhor Tabosa. Além de serem “Top model por um dia”, as participantes vão apresentar no Desfile de Coleção Verão 2018 sob o tema Urbanescence, envolvendo a criação de moda com uma visão responsável, natural e sustentável.

Logo na sequência, a partir das 18h, a moda praia é quem ganha destaque. Reconhecida como o principal polo de confecção desse nicho de mercado, a Avenida pretende mostrar tudo o que tem sido produzido para o Verão 2018. Com estampas exclusivas e materiais de ponta, muitas novidades vão chamar a atenção. Para encerrar a noite de desfiles, o estilo urbano ganha a passarela.

Vale destacar que nos dias 26 e 27, um Bazar com promoções e descontos imperdíveis.

SERVIÇO:

Dia 26

17h Desfile URBANESCENCE (Novos talentos)

18h Desfile BEACHWEAR CHIC STYLE

19h30 Desfile COSMOPOLITAN & URBAN

Dia 26 e 27

Bazar da Av. Monsenhor Tabosa

 

  • postado
Publicidade

Santander incentiva clientes a organizar finanças no início do ano com campanha e descontos 

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

24 de Janeiro de 2018

 

  •  Ação inclui seis vídeos que apresentam as soluções financeiras que podem ajudar na disciplina orçamentária

  • Até o dia 28, juros das linhas de crédito pessoal, consignado, financiamento de veículos, renegociação e acordos terão descontos de até 15%

São Paulo, 24 de janeiro de 2018 – O Santander iniciou neste mês uma campanha de incentivo aos clientes se organizarem financeiramente neste começo do ano, período de maior concentração de dívidas e gastos. A ação inclui seis vídeos que apresentam, por meio de realizações, metas e desejos de clientes, as soluções financeiras do banco que podem ajudar na disciplina orçamentária.

O Santander também concederá, até o dia 28, descontos de até 15% sobre os juros de suas linhas de crédito pessoal, consignado, financiamento para veículos (CDC) e de soluções de renegociação, além do parcelamento em até 24 vezes da fatura do cartão de crédito.

O início do ano é uma época caracterizada pelo maior comprometimento de renda dos clientes no curto prazo, o que reduz sua capacidade de honrar pagamentos. Isso porque há um acúmulo de vencimentos de compromissos financeiros, como IPVA, IPTU, matrícula e materiais escolares, pagamento das compras de Natal, entre outros.

Por meio da campanha, o Santander incentiva seus clientes a suprir suas necessidades financeiras momentâneas para realizar seus projetos futuro. No final do ano, na tradicional Retrospectiva da TV Globo, o banco informou as principais perspectivas macroeconômicas para 2018. Esta ação dá continuidade à orientação ao cliente, ao contar as histórias de pessoas que estão aproveitando as ferramentas oferecidas pelo banco neste início do ano para se organizar financeiramente.

José Roberto Machado, diretor executivo de Pessoa Física do Santander, ressalta que o papel do banco é o de orientar e ajudar os clientes a terem tranquilidade nas suas finanças, oferecendo a melhor solução para que eles superem esse período financeiro mais crítico. “Além disso, com os descontos, queremos dar um fôlego extra às pessoas para que elas possam se organizar financeiramente e realizar outros planos para os próximos meses”, completa.

“Nesse novo mundo, velocidade e tempo são valores importantes para que as pessoas e os negócios prosperem. Que essas pessoas de verdade mostradas no vídeo inspirem muitas outras a fazer mais e a começar o ano com o pé direito – seja para crescer ou para recomeçar”, afirma Igor Puga, diretor de Marketing do Santander.

Os seis vídeos, produzidos pela Tribal Worldwide, podem ser vistos nas páginas das redes sociais do Santander – Facebook, Instagram e You Tube.

Já os descontos podem ser conferidos na página da internet www.santander.com.br/ofertas2018 e contratados nos canais digitais do banco – site, Internet Banking, APP Santander e central de atendimento telefônico e nas agências Santander da Rede Comercial. O mote da iniciativa – “O que a gente pode fazer pelo seu 2018 hoje?” – aproveita o posicionamento de marca do Santander e mostra que o banco está disposto a apoiar o cliente nesse início do ano.

Publicidade

Ato cívico marca início das atividades da FIEC em 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

23 de Janeiro de 2018

Nesta terça-feira (23/1), a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) abre solenemente suas atividades de 2018, com a realização de um ato cívico, momento em que reafirma mais um ano de compromisso dos trabalhos da federação. O evento acontece na Casa da Indústria, às 18h30, com a presença de industriais, superintendentes das casas, diretoria da FIEC, presidentes de sindicatos filiados à instituição, colaboradores, representantes do Governo do Estado, da Prefeitura Municipal de Fortaleza e do Exército. O general Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, comandante geral da 10ª Região Militar, também participa do evento, que tem como parte da programação hasteamento da bandeira do Brasil, execução do Hino Nacional e, ainda, abertura da primeira reunião de Diretoria Plena do ano.

Serviço: Ato Cívico na FIEC
Data: 23 de janeiro de 2018
Horário: 18h30
Local: Casa da Indústria (Av. Barão de Studart, 1980)

Publicidade

Saiba por que 2018 será o ano da consolidação dos marketplaces

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

18 de Janeiro de 2018

O desembarque definitivo da Amazon na América Latina vem para mudar os rumos do comércio eletrônico da região. Fulfillment, Big Data e Machine Learning são algumas das ferramentas utilizadas para não perder competitividade no setor.

 

Na América Latina se espera um 2018 em que se verão importantes avanços no mundo do e-commerce, ainda mais no setor de marketplaces. A Amazon já vem trabalhando fortemente no México e há alguns meses começou também no Brasil.

Esta situação vem para romper o relativo status quo em que se encontram os marketplaces. Um dos gigantes e líderes do e-commerce da região, Mercado Livre, já começou a mover suas peças para não perder competitividade e seguir impulsionando o desenvolvimento do setor. Subsídios de envios grátis e melhoras nos catálogos do site para mostrar as características dos produtos de uma maneira mais completa, são algumas de suas ações.

¨Na América Latina as vendas no e-commerce representam apenas 3% do total de vendas, enquanto em países como Estados Unidos já chega a 10% e na China a 25%. O jogo está apenas começando” ressalta Javier Goilenberg, CEO e Co-Fundador da Real Trends uma plataforma de análise e gestão em tempo real para quem trabalha com e-commerce.

O modelo de Fulfillment junto com o uso de tecnologias de Big Data Machine Learning são algumas das estratégias utilizadas pelos especialistas do comércio eletrônico que decidem tomar a frente em questões de inovação.

Goilenberg analisa a situação para explicar melhor do que se tratam estes instrumentos. “Com o desenvolvimento do modelo de Fulfillment, o vendedor pode enviar seus produtos a um deposito gigante do Mercado Livre ou da Amazon e então, quando uma compra é realizada, eles podem se encarregar do envio, escolhendo o melhor meio de entrega, garantindo os melhores tempos de despacho e assegurando uma excelente experiência aos compradores, assim como a Amazon vem fazendo nos Estados Unidos há vários anos”.

No caso pontual do Mercado Livre, segundo Goilenberg, “graças ao uso do Big Data, um vendedor que utiliza a Real Trends pode analisar todo o mercado, conhecendo a participação de mercado de cada setor, os produtos mais vendidos, rankings de vendedores, distribuições de preços, entre outros. Isto é possível já que se coleta informações de tudo o que é publicado no Mercado Livre todos os dias e se transforma centenas de gigas de dados em informação de valor. Com esta informação, por exemplo, o vendedor pode descobrir que existem certos produtos que vendem bem e saber a que preço teria que vendê-los para ganhar estas vendas. Também pode descobrir oportunidades em certos nichos ou decidir com informação 100% certeira quais de seus produtos devem receber maior atenção”.

Já o Machine Learnig consiste basicamente em que um sistema não se comporte sempre da mesma maneira, mas que aprenda continuamente a partir do comportamento de seus usuários e melhore seu serviço. Segundo o fundador da Real Trends, a partir de sua plataforma “utiliza-se a Machine Learning para sugerir automaticamente ao vendedor uma resposta para uma pergunta de um potencial comprador. A medida que o vendedor vai respondendo mais perguntas com este “sugeridor de respostas” vai se otimizando e lhe oferece maior qualidade de respostas automáticas. Estou seguro de que veremos cada vez mais implementações de Big Data e Machine Learning em plataformas de e-commerce, assim como em qualquer plataforma online”.

Sem aprofundar demais o tema, hoje Big Data e Machine Learning estão presentes no dia a dia de plataformas de entretenimento como Spotify, que recomenda listas e artistas baseado no que o usuário escutou anteriormente e no que escutam seus amigos. Outro caso é o Netflix, que sugere que sugere quais séries e filmes podemos gostar, a partir de uma análise não somente do que foi assistido anteriormente, mas também com base em outros milhões de usuários que assistiram o mesmo que nós. Também em redes sociais como o Facebook e o Instagram que recomendam conteúdo que podemos gostar ou o Linkedin, que sugere pessoas que podem nos ser atrativas para agregar nossa rede de contatos.

Por último, o Publicador Massivo, que é uma ferramenta exclusiva da Real Trends, busca simplificar a vida do vendedor do Mercado Livre. “Aquele vendedor que controla um inventário de menos de cem produtos, pode publicá-los um a um e manter o estoque e os precos atualizados manualmente. No entanto, para os grandes vendedores que têm mais de quinhentos produtos, vendê-los e trabalhá-los um a um ficaria bem mais difícil. O Publicador Massivo permite subir ao Mercado Livre milhares de produtos de forma mais simplificada: com um arquivo de Excel. Por sua vez também serve para o vendedor atualizar qualquer atributo de seus produtos de forma massiva”, comenta Goilenberg.

Frente a este panorama de melhora na experiência de compras online, os custos de envios subsidiados e o continuo crescimento da penetração da internet nos diferentes países, será novamente um ano onde o e-commerce seguirá ganhando terreno do mercado tradicional offline.

Publicidade

FIDC: uma ótima opção de investimento em 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

17 de Janeiro de 2018

 

* Gerson Mineo Sakaguti

 

Apesar da instabilidade do cenário político provocada pela eleição, o ano já começou com bons indicadores na economia. Prova disso foi dada pelo próprio ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que ainda no final de 2017 previu um crescimento de 3% no PIB para 2018 – sem falar na Selic, que fechou o ano passado em seu menor índice já registrado, e na inflação, que foi a menor em 20 anos.

 

Neste momento positivo, os fundos de investimento se destacam como uma das opções mais rentáveis do mercado. De acordo com a Anbima (Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais), em 2017, os fundos tiveram captação recorde de R$ 259,8 bilhões, com o maior patrimônio líquido da história: R$ 4 trilhões.

 

Por meio de um só canal, esse tipo de aplicação proporciona ao investidor a possiblidade de alcançar vários ativos, terceirizando a gestão de seu portfólio, que pode incluir ações, títulos públicos, commodities, renda fixa, entre outros.

 

Com uma carteira de investimentos variada, sempre existe a possibilidade de aplicações rentáveis. Entre elas, destacam-se os FIDCs (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios). A própria Anbima aponta que, em 2012, existiam 384 fundos dessa modalidade no país, com patrimônio líquido de R$ 68 bilhões. Em 2016, esse número já alcançava a ordem de 551 fundos, com receita de R$ 85 bilhões.

 

O principal atrativo de um FIDC como investimento é sua rentabilidade, bem superior às outras opções de renda fixa. O lucro, em média, é 120% acima do CDI – ou seja, uma excelente alternativa de planejamento fiscal. Além disso, as operações não impactam no endividamento bancário do cliente, uma vez que esses recebíveis negociados com o FIDC deixam de compor o ativo do balanço da empresa.

 

Vale lembrar que, ao participar de um Fundo de Investimento em Direitos Creditórios, o investidor conta com a assistência de especialistas que acompanham as movimentações de mercado, para se certificar sobre onde está a melhor rentabilidade. Isso é fundamental para o sucesso da aplicação. Ainda assim, é claro, é sempre importante estudar fatores como a média histórica de lucros do FIDC e a solidez da instituição que o administra.

 

* Gerson Mineo Sakaguti é Diretor de Captação e Câmbio da SRM, multinacional gestora e administradora de fundos de investimentos.

Publicidade

MRV Engenharia abre processo seletivo para contratação de trainees em 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

12 de Janeiro de 2018

As inscrições vão até o dia 4 de fevereiro e os profissionais terão opções de vagas em diferentes áreas da empresa

 

A maior construtora do País, a MRV Engenharia, acaba de abrir seu Programa Trainee 2018. Serão oferecidas vagas em diferentes áreas da Companhia como na área Comercial, de Desenvolvimento Imobiliário, Tecnologia da Informação e Produção. “Trabalhar na MRV é uma grande oportunidade para profissionais que valorizam o impacto positivo no negócio, criatividade e espaço para construir e protagonizar suas carreiras”, afirma Teresa Raquel De Rabelo Campos, gestora executiva de Desenvolvimento Humano da MRV.

Os profissionais aptos a se inscreverem no Programa devem ser graduados entre dezembro de 2012 e dezembro de 2017, nos cursos de Administração de Empresas, Economia, Arquitetura e Urbanismo, Direito, Engenharia Civil, de Produção, Computação, Eletrônica, Elétrica e de Automação e Controle, Mecatrônica, Relações Públicas e Comunicação. Além disso, os trainees precisam ter disponibilidade para mudanças de cidade e viagens constantes. Cada profissional estará envolvido tanto em negócios quanto em ideias que impactem positivamente a vida dos clientes da Companhia. Portanto, deve estar disposto a investir criatividade e conhecimento na construção de projetos relacionados aos propósitos da empresa, crescimento do negócio e inovação tecnológica, que é marca registrada da MRV Engenharia.

O Programa tem duração de um ano e envolve o acompanhamento da equipe de Desenvolvimento Humano e mentores da MRV a fim de proporcionar aos trainees crescimento profissional acelerado, alinhado à cultura, valores e desafios do negócio. Importante ressaltar que o programa começa no onboarding, passando pela imersão na sede da empresa e suas regionais, pelas etapas de job rotation, mentoring e é encerrado com a entrega de um projeto final, que será desenvolvido ao longo desse processo.

Para mais informações, acesse o site https://www.99jobs.com/mrv-engenharia/jobs/12722-programa-de-trainee-mrv-engenharia-2018

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

MRV Engenharia projeta investir cerca de R$ 360 milhões no Ceará em 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

08 de Janeiro de 2018

A empresa deverá lançar 3.588 imóveis no estado até o final do próximo ano

A MRV Engenharia está otimista em relação às perspectivas do setor de construção econômica no Ceará 2018, apesar do cenário macroeconômico atual, que ainda oferece grandes desafios, o diretor comercial de vendas da MRV, Alessandro Almeida está muito otimista com resultados já obtidos pela companhia na região e projeta mais investimentos.

Segundo Alessandro Almeida, até o final do ano de 2018, a MRV investirá cerca de R$ 360 milhões para o lançamento de 3.588 unidades habitacionais na região, com Valor Geral de Vendas (VGV) potencial de R$ 570 milhões. Com esse investimento a empresa projeta chegar em 2018 com um aumento de mais de 20% na sua força de trabalho no estado no Ceará.

De acordo com os resultados operacionais de 2017, as vendas contratadas da MRV no Ceará alcançaram a marca de R$ 134,9 milhões nos primeiros nove meses do ano, esse resultado reforça ainda mais a importância do estado na operação da construtora. Alessandro afirma que o momento atual está propicio para a compra de terrenos e a empresa conta com um land bank muito robusto no estado.

O executivo ressalta que o mercado de imóveis econômicos ainda é muito carente e o funding dos clientes da MRV é o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) com financiamento das faixas 1,5, 2 e 3 do programa habitacional do governo Federal, o Minha Casa, Minha Vida, cujas regras mantém condições excepcionais para o financiamento do primeiro imóvel, com juros abaixo da inflação. O Minha Casa, Minha Vida está sendo uma injeção de adrenalina para a empresa que já tem hoje um a cada 200 brasileiros morando em um imóvel construído pela MRV.

Publicidade

MRV Engenharia projeta investir cerca de R$ 360 milhões no Ceará em 2018

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

08 de Janeiro de 2018

A empresa deverá lançar 3.588 imóveis no estado até o final do próximo ano

A MRV Engenharia está otimista em relação às perspectivas do setor de construção econômica no Ceará 2018, apesar do cenário macroeconômico atual, que ainda oferece grandes desafios, o diretor comercial de vendas da MRV, Alessandro Almeida está muito otimista com resultados já obtidos pela companhia na região e projeta mais investimentos.

Segundo Alessandro Almeida, até o final do ano de 2018, a MRV investirá cerca de R$ 360 milhões para o lançamento de 3.588 unidades habitacionais na região, com Valor Geral de Vendas (VGV) potencial de R$ 570 milhões. Com esse investimento a empresa projeta chegar em 2018 com um aumento de mais de 20% na sua força de trabalho no estado no Ceará.

De acordo com os resultados operacionais de 2017, as vendas contratadas da MRV no Ceará alcançaram a marca de R$ 134,9 milhões nos primeiros nove meses do ano, esse resultado reforça ainda mais a importância do estado na operação da construtora. Alessandro afirma que o momento atual está propicio para a compra de terrenos e a empresa conta com um land bank muito robusto no estado.

O executivo ressalta que o mercado de imóveis econômicos ainda é muito carente e o funding dos clientes da MRV é o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) com financiamento das faixas 1,5, 2 e 3 do programa habitacional do governo Federal, o Minha Casa, Minha Vida, cujas regras mantém condições excepcionais para o financiamento do primeiro imóvel, com juros abaixo da inflação. O Minha Casa, Minha Vida está sendo uma injeção de adrenalina para a empresa que já tem hoje um a cada 200 brasileiros morando em um imóvel construído pela MRV.