Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Sem categoria

leia tudo sobre

Publicidade

No mês da mulher, Benévolo lança de sorvete de flor de hibisco

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

09 de Março de 2018

 

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Benévolo Café e Gelato homenageia todas as mulheres lançando um gelato especial, com sabor de flor de hibisco e toque de limão siciliano. Atraente na cor rosa e no sabor, o gelato mantém uma linha saudável, não contendo glúten, nem lactose, possuindo todos os benefícios do hibisco e do limão.

A nova versão de sorvete, exclusiva da casa, compõe o apanhado de outros 30 sabores para atender a todos os gostos. A copeta de 80ml custa R$ 10,00.

Para o proprietário e colaborador da Benévolo Café e Gelato, Jefferson Deywis, o lançamento corrobora com o momento atual. “Escolhemos essa data para lançar um dos nossos novos sabores e ao mesmo tempo celebrar a figura feminina e sua representatividade na sociedade. Além disso, buscamos construir um sabor de sorvete que contribuísse com o bem-estar das pessoas e a flor de hibisco traz diversos benefícios à saúde e nós também nos preocupamos com isso”, destacou.

SERVIÇO:

Benévolo Café e Gelato

Rua Ana Bilhar, 1083, Meireles, Fortaleza

Horário: das 8h às 23h

Tel.: (85) 3242.4464

Site: www.benevolo.com.br

Publicidade

Cineteatro São Luiz recebe Mostra “Olho” com obras de arte em vídeo de artistas brasileiros e internacionais

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

22 de Fevereiro de 2018

Com entrada gratuita, o evento ocorre no Cineteatro São Luiz em Fortaleza de 27 de fevereiro a 1º de março e na Cinemateca do MAM no Rio de Janeiro.

A terceira edição da mostra “OLHO” explora o pensamento, a percepção e o conhecimento de forma tentacular através de uma seleção de obras em vídeo brasileiras e internacionais que pertencem aos campos cada vez mais entrelaçados do filme experimental, da vídeo-arte e do cinema expandido. O projeto traz ao Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, de 27 de fevereiro a 1º de março, uma seleção de 30 filmes, de forma a apresentar ao público uma mostra internacional que explora as possibilidades oferecidas pelo cinema como espaço de recepção para a videoarte.

Tentacular propõe indagar a influência mútua entre as formas humanas e para além do humano e refletir sobre os resultados multifacetados que esse encontro pode gerar em resposta à atual crise ambiental e sociopolítica. A mostra tem curadoria de Alessandra Bergamaschi (graduada em Comunicação pela Universitá di Bologna, doutoranda em História da Arte pela Puc-Rio) e Vanina Saracino (curadora independente), criadoras, em 2013, de OLHO, projeto que pretende tornar-se uma plataforma criativa e crítica para os profissionais que estão refletindo sobre o estatuto da obra de arte a partir da imagem em movimento.

As obras selecionadas são dos seguintes artistas: Ali Cherri, Agnieszka Polska, Cao Guimaraes, Carlos Motta, Clément Cogitore, Gabriel Mascaro, Jonathas de Andrade, Júlio Cavani, Luiz Roque, Marc Johnson, Mika Taanila, Naïmé Perrette, The Otolith Group, Regina Parra, Rivane Neuenschwander, Sebastian Díaz Morales, Tanya Busse, Tuomas Aleksander Laitinen e Yuri Firmeza.

Olho Tentacular
Com suas raízes nas reflexões pós-antropocêntricas de Donna Haraway, o pensamento tentacular é levantado em oposição ao nosso sistema de percepção e compreensão binário, binaural, binocular, provido de duas pernas e dois braços. Figurativamente inspirado em seres e tecnologias dotados de articulações múltiplas, representa um esforço para alcançar um certo grau de equidade entre as espécies que habitam a Terra. Tentaculares são o polvo e a aranha, mas também o modo de propagação das plantas e de redes inorgânicas como a Internet, sistemas que procedem por tentativas tentaculares ao invés que de maneira linear.

Através de seu terceiro capítulo, tentacular, OLHO visa pesquisar, invadir, copiar e inspirar-se nas formas em que os animais não humanos, as plantas e as tecnologias de rede pensam e sentem, considerando a perspectiva de outros seres e sistemas como uma dádiva para a expansão da percepção e as possibilidades de conhecimento do ser humano.

Programação completa:

DIA 27/02 (Terça-feira)

Entrada: gratuita | Gênero: videoarte | Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 2h14

19h – PROGRAMA 1 – ELOS INTER-ESPÉCIE

História Natural – Júlio Cavan | Brasil | 2014 | 12min | Mudo

Capitão do mato – Regina Parra | Brasil |  2016 | 6min | Mudo

Quarta-feira de Cinzas – Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander | Brasil | 2006 | 6min | Mudo

O Peixe – Jonathas de Andrade | Brasil | 2016 | 23min | Nacional

Ultraviolet – Marc Johnson | EUA | 2018 | 9min | Legendado

Dossier of Tentacular – Tuomas Aleksander Laitinen | Finlândia | 2018 | 11min | Legendado

20h – PROGRAMA 2 – VISÕES EXPANDIDAS

Projeção – Luiz Roque | Brasil | 2011 | 6min

The Lost Object –  Sebastian Díaz Morales | Argentina | 2016 | 14min | Mudo

Optical Sound – Mika Taanila | Finlândia | 2005 | 6min | Mudo

The Resonant Interval – Clément Cogitore | França | 2016 | 23min

O Inquilino – Cao Guimarães e Rivane Neuenschwander | Brasil | 2010 | 10min | Mudo

DIA 28/02 (Quarta-feira)

Entrada: gratuita | Gênero: videoarte | Classificação indicativa: 16 anos | Duração: 1h51

19h – PROGRAMA 3 – TERRAPOLIS

Concerto Para Clorofila – Cao Guimarães | Brasil | 2005 | 7min | Mudo

Insight – Sebastian Díaz Morales | Argentina | 2012 | 12min | Mudo

Ancestral – Luiz Roque | Brasil | 2016 | 4min

Elegies – Clément Cogitore | França | 2014 | 7min

What the Sun Has Seen – Agnieszka Polska | Polônia | 2017 | 7min

As Aventuras de Paulo Bruscky – Gabriel Mascaro | Brasil | 2010 | 20min | Nacional

20h – PROGRAMA 4 – VIVER AS RUÍNAS

Sobre la Marcha  – Regina Parra | Brasil | 2010 | 6min | Mudo/Legendado

An Archipelago – Clément Cogitore | França | 2011 | 10min

Entretempos – Yuri Firmeza e Frederico Benevides | Brasil | 2015 | 8min | Nacional

The Powder of Sympathy – Tuomas Aleksander Laitinen | Finlândia | 2015 | 9min | Legendado

Robo-she – Tanya Busse | Canadá, Noruega | 2015 | 10min

S – Luiz Roque | Brasil | 2017 | 5min

Les Indes Galantes – Clément Cogitore | França | 2017 | 5min

DIA 01/03 (Quinta-feira)

Entrada: gratuita | Gênero: videoarte | Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 1h09

17h – PROGRAMA 5 – FABULAÇÕES ESPECULATIVAS

Nada É – Yuri Firmeza | Brasil | 2014 | 33min | Mudo

The World – Mika Taanila | Finlândia | 2017 | 7min | Mudo

I Wanna Be Blind – Naïmé Perrette | Países Baixos | 2016 | 29min | Legendado

19h [CINEMA] MOSTRA OLHO – Participação especial de Nicole Brenez

Entrada: gratuita | Gênero: apresentação | Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 1h

A CONQUISTA DE UMA AUTONOMIA VISUAL: MARCOS HISTÓRICOS E INICIATIVAS FÍLMICAS CONTEMPORÂNEAS

A Autonomia Visual pode ser definida como uma imagem livre, feita pelo povo para o povo, em oposição a qualquer tentativa de tirar, roubar, usar ou impor imagens para indivíduos ou grupos ao modo do predador. Exemplos históricos remontam a 1913 e à Cooperativa “Le Cinéma du peuple” (O Cinema do Povo) e passam pelas iniciativas de René Vautier ou Armand Gatti e Hélène Chatelain. Hoje, enquanto qualquer pessoa pode criar suas próprias imagens, estamos testemunhando o triunfo da auto-reificação. O processo de autonomização não pode limitar-se à chamada “democratização” dos dispositivos técnicos de gravação, mas deve fazer parte de uma concepção política da representação e de uma história de figuratividade. Observamos, nesse sentido, algumas das iniciativas documentais contemporâneas mais singulares.

20h30 [CINEMA] MOSTRA OLHO

Entrada: gratuita | Gênero: videoarte | Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 56min

PROGRAMA 6 – ENSAIOS DO OUTRO MUNDO (Acervo Histórico Videobrasil)

Otolith – The Otolith Group | Grã-Bretanha | 2003 | 22min | Legendado

The Disquiet – Ali Cherri | Libéria | 2013 | 20min | Legendado

Letter to My Father (Standing by the Fence) – Carlos Motta | Colombia | 2005 | 14min | Legendado

Publicidade

Cineteatro São Luiz recebe espetáculo “Alice no país das maravilhas” da Companhia de Teatro Escola de Atores Marcelino Câmara

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

21 de Fevereiro de 2018

Alice no País das Maravilhas é um clássico da literatura britânica escrito há 146 anos por Lewis Caroll e que continua agradando o público sem perder sua autenticidade. O espetáculo apresentado pela Companhia de Teatro Escola de Atores Marcelino Câmara será apresentado no palco do Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), neste domingo (25), às 17h. Os ingressos estão à venda com os valores de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) e a classificação é livre.

O novo espetáculo conta com caprichosos figurinos e cenários criativos e aposta na interatividade, com uma história encantadora que deve emocionar toda a família. A montagem investe, também, numa concepção de cenas dinâmicas com atores estáticos onde a visão é apresentada em 360 graus. A trilha sonora é composta por obras de ilustres compositores eruditos como Mozart, Vivaldi, Debussy, Ravel, Strauss, Tchaikovsky, Verdi e Rossini.

No mundo dos sonhos

O espetáculo conta a história de Alice, uma menina curiosa e inteligente que cansada do seu mundo monótono de estudos e livros sem gravuras acaba caindo no fantástico “País das Maravilhas” após seguir um coelho muito atrasado. Nesse mundo de sonhos, conhece personagens peculiares como a Lagarta, o Gato e o Coelho. Toma chá com o Chapeleiro Maluco, joga baralho com a malvada Rainha de Copas e embarca numa incrível e imperdível aventura.

Que a história de Alice já faz parte do imaginário da maioria das pessoas, ninguém duvida. Muitas adaptações e releituras estão disponíveis para comprovar o quanto todo o universo criado por Lewis Carroll se tornou inspirador. Alice embarca em um mundo de muita fantasia e passa por várias aventuras até voltar para o mundo real.

Serviço: 
Evento: Espetáculo “Alice no país das maravilhas” com a Companhia de Teatro Escola de Atores Marcelino Câmara
Data: 25/02, às 17h
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

leia tudo sobre

Publicidade

Workshop debate Espaço, Oceanografia, Energia e Clima do Atlântico Equatorial na UECE

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

21 de Fevereiro de 2018

 

 

O encontro marca a formalização da entrada do Ceará no projeto AIR Centre, que reúne diversos países para estudar fatores relacionados ao oceano Atlântico

 

O Ceará ganhou um polo do Atlantic International Research Centre- AIR Centre, projeto de iniciativa do Governo Português, pelo seu Ministério de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que aposta em cooperação internacional de vários setores das ciências para promover novos conhecimentos sobre fatores geográficos e climáticos em torno do oceano Atlântico. O projeto, consolidado através de acordo entre os governos brasileiro e português, será apresentado no workshop Convergência das Ciências do Espaço, Oceano, Energia e Clima no Atlântico Equatorial – Contribuições para o Air Centre, que acontece na próxima sexta-feira (23), na Sala dos Conselhos Superiores da UECE.

 

Entre os nomes confirmados no evento, estão o Presidente da Fundação Ciência e Tecnologia de Portugal, Paulo Ferrão, o Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Tarcísio Pequeno, e o Presidente da Comissão Executiva e Coordenador da Comissão Instaladora do AIR Centre, António Sarmento. Diversos pesquisadores apresentarão trabalhos com foco na vida e no movimento dos oceanos, mudanças climáticas impactadas por eventos nos oceanos, fontes alternativas de energia e tecnologia aplicada à Ciência. O workshop terá ainda a apresentação e assinatura da “Carta de Fortaleza”, simbolizando a entrada formal da cidade no projeto.

 

Com sede física nos Açores (Portugal), o AIR Centre une países como Portugal, Espanha, Brasil, Angola, Cabo Verde, Nigéria, Uruguai, São Tomé e Príncipe, juntamente com o governo regional dos Açores. São ainda observadores, nesta fase, o Reino Unido e a África do Sul. O projeto reúne governos, universidades, centros de investigação e empresas internacionais. Além de proporcionar avanços científicos, o projeto deve gerar impactos positivos na economia, tanto no que diz respeito a novas tecnologias, quanto na formação de uma rede internacional de oportunidade de negócios.

Publicidade

Vendas de imóveis no Ceará crescem 14% em 2017. RMF cresce 25% com relação ao ano retrasado

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

21 de Fevereiro de 2018

 
Os imóveis mais vendidos na RMF foram os de valor médio, que custam de R$ 350 mil a R$ 700 mil.
O valor geral de vendas (VGV) de imóveis no Ceará cresceu 14% em 2017, em todos os segmentos. Foram 2.531 unidades vendidas, os números foram apresentados pela Lopes Immobilis. No segmento de residencial vertical, a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) fechou com 2.069 unidades vendidas, um aumento de 5% em número unidades comparado a 2016. A expectativa é que com o crescimento populacional do Ceará novas moradias possam surgir na RMF, onde o número de empreendimentos cresce significativamente.
Os imóveis mais vendidos na RMF foram os de valor médio, que custam de R$ 350 mil a R$ 700 mil. Dentre eles, o loteamento Ecopark Bonevilli ganha destaque. O loteamento é o primeiro de alto padrão da área. Ao todo, o Ecopark concentra mais de 70 mil metros quadrados em uma das regiões que mais cresce no Ceará e até este momento, já vendeu cerca de 40 milhões de reais em lotes. O empreendimento, que possui 496 lotes, já vendeu 320. Com lotes a partir de 350 metros quadrados, o primeiro loteamento com fibra ótima da região e com arquitetura europeia, ainda receberá investimento de 35 milhões esse ano.
As vendas movimentaram cerca de R$ 1,6 bilhão na Região Metropolitana e representam um aumento de 25% no VGV em relação ao ano de 2016. Existem também os imóveis de altíssimo padrão, com valores acima de R$ 1,5 milhão. Para este ano, estão previstos mais 20 lançamentos que representam aproximadamente R$ 1,1 bilhão.
Publicidade

Indústrias já podem se inscrever no Prêmio SESI SENAI de Educação

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

14 de Fevereiro de 2018

Estão abertas as inscrições até o dia 28 de fevereiro para o Prêmio SESI SENAI de Educação. Em sua segunda edição, o Prêmio tem como objetivo identificar, reconhecer e valorizar as indústrias cearenses que, mediante investimentos na educação básica e profissional, contribuem para a elevação da escolaridade, da qualificação para o trabalho e, por conseguinte, para a melhoria do perfil de seus trabalhadores.

Podem concorrer ao Prêmio SESI SENAI de Educação as indústrias contribuintes e/ou filiadas aos sindicatos do Sistema FIEC, de pequeno, médio e grande porte, localizadas no Ceará. O Prêmio abrange as indústrias localizadas em: Fortaleza e Região Metropolitana, Sobral e Mesorregião Noroeste do Estado, Juazeiro do Norte e Mesorregião Sul do Estado.

Com o Prêmio SESI SENAI de Educação, busca-se imprimir novos olhares às ações de educação na indústria, proporcionando a estas a oportunidade ímpar de compartilhar seus investimentos em educação e sua contribuição na elevação dos padrões de sustentabilidade e competitividade, recebendo o reconhecimento de que colabora efetivamente para o desenvolvimento do Ceará.

Na edição 2016 do prêmio, foram vencedoras as empresas Vicunha (Fortaleza e Região Metropolitana), Grendene (Sobral e mesorregião Norte) e Jk Empreendimentos (Juazeiro do Norte e mesorregião Sul).

O Prêmio SESI SENAI de Educação é uma iniciativa do Serviço Social da Indústria – SESI/CE e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI/CE, entidades do Sistema FIEC. As inscrições deverão ser efetuadas no período de 29 de janeiro a 28 de fevereiro de 2018.

Serviço: 2ª edição do Prêmio SESI SENAI de Educação
Até o dia  28/2/2018
Confira AQUI o Regulamento.
Faça AQUI as suas inscrições

leia tudo sobre

Publicidade

IEL seleciona para bolsistas do CNPQ

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

13 de Fevereiro de 2018

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL/CE) está com inscrições abertas para o processo de seleção para bolsistas CNPQ, como parte do Inova Talentos ( Programa RHAE Trainee CNPQ – IEL).  As vagas são para profissionais com doutorado ou graduação nas áreas de economia, administração e engenharia. Informações podem ser obtidas no site www.inovatalentos.com.br ou pelos telefones 3421.6527/ 6531. 

O INOVA Talentos é um programa que visa ampliar o número de profissionais qualificados em atividades de inovação no setor empresarial brasileiro. Foi idealizado com o objetivo de incentivar a criação de projetos de inovação nas empresas e institutos privados de pesquisa e desenvolvimento (P&D). A ideia é simples: selecionar, capacitar e inserir no mercado profissionais para exercerem atividades de inovação.

Mais informações sobre os requisitos desejados: 

Seleção para bolsistas CNPQ

* Doutores com período de conclusão do curso em, no máximo, três anos e conhecimentos e/ou experiência em um dos seguintes assuntos.

– Microeconomia (randomização e propensity score matching).

– Análise multivariada (fronteira estocástica e data envelopment analysis – DEA).

– Modelagem econométrica em séries temporais.

– Modelo de previsão macroeconômico.

– Noções de estimativas de modelos de risco (VaR etc).

* Graduados na área de engenharia ou administração com conhecimento em pcp, layout e gestão de projetos. Desejável também conhecimento em ferramentaria e desenhos técnicos.

* Graduados na área de engenharia mecânica, mecatrônica ou automação e controle com experiência em máquinas CNC e OPERATRIZES e conhecimento técnico em MOLDES DE INJEÇÃO.

* Graduados na área de engenharia mecânica com experiência ou conhecimento em processos siderúrgicos (Laminação, LC, FRT, Tarugo, Perfil de Temperatura, Microestrutura e Energia de Deformação).

* Graduados na área de engenharia de controle e automação ou engenharia elétrica com experiência ou conhecimento em automação de processos industriais (programação de PLC’s – Rockwell e Altus, ajuste de malhas de controle e sistemas supervisórios).

leia tudo sobre

Publicidade

Carnaval: Água, sucos e frutas são os aliados para a hidratação do corpo

Por Oswaldo Scaliotti em Sem categoria

09 de Fevereiro de 2018

Professora do curso de Nutrição do Centro Universitário Estácio do Ceará dá dicas para manter a saúde em dia durante a folia

Na contagem regressiva para a festa mais animada do ano, o folião, que já se prepara para curtir os dias do Carnaval, deve estar atento à saúde e aos cuidados com a alimentação ingerida neste período. De acordo com a professora do curso de Nutrição do Centro Universitário Estácio do Ceará, Ana Carolina Montenegro, o longo período de folia requer atenção com a hidratação do corpo.

“A recomendação é que a pessoa tente manter a alimentação de rotina, sem mudar muito o padrão alimentar para não ter nenhuma intercorrência. Então é importante, ainda, evitar alimentos gordurosos, cremosos, condimentados ou frituras”, comenta a professora e nutricionista.

Além disso, a professora orienta a ingestão de frutas, água e sucos naturais. E para aqueles que não abrem mão da bebida alcóolica, Ana Carolina Montenegro ressalta a importância de ainda assim beber bastante água ou colocar gelo na bebida alcóolica.

Se o medo de não perder o ritmo estiver junto com a pressa de se alimentar, a professora adverte sobre os alimentos vendidos por ambulantes. “Evite comer alimentos com patê, creme e maionese. Opte por sanduíches com recheio mais seco, como frango desfiado ou queijo. Também sugiro alimentos que possam ser esquentados em chapa ou micro-ondas para elevar a temperatura, uma vez que microbiologicamente falando é mais seguro”, indica.

leia tudo sobre

Publicidade

MODA PRAIA MOVIMENTA COMÉRCIO NA AV. MONSENHOR TABOSA PARA O CARNAVAL

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado, Sem categoria

07 de Fevereiro de 2018

Com 20% das lojas voltadas para o segmento, o período apresenta um faturamento extra de 15% nas vendas

Consolidada como um dos principais corredores comerciais do Ceará, a Avenida Monsenhor Tabosa vem conquistando um dos nichos mais promissores da confecção cearense. Trata-se da moda praia. Com aproximadamente 20% das lojas voltadas para esse segmento, a Avenida possui lojas com produções e marcas próprias que investem tanto no mercado interno quanto o externo.

“Com o período de férias e das festas de Carnaval, vimos o nosso fluxo de vendas aumentar. Principalmente pelos turistas que visitam a cidade. Mas também temos conquistado outros mercados. Com produtos de qualidade e que atendem as mais rigorosas exigências, algumas marcas aqui da Monsenhor Tabosa tem levado a moda praia para o exterior”, afirma Márcia Sérgia, presidente da Associação dos Lojistas do corredor.

Com essa maré boa, a expectativa da Associação é tornar a Avenida em um polo de confecção de moda praia. Inclusive, algumas negociações com novos investidores do ramo estão em andamento. “Temos conversado com investidores voltados para o mercado de atacado e de outlet’s. Isso será imporante para consolidarmos a Avenida Monsenhor Tabosa como um grande polo de confecção e vendas desses produtos”, revela Márcia.

Vale destacar que a Avenida Monsenhor Tabosa possui cerca de 200 estabelecimentos de segmentos variados, como calçados, bolsas, vestuário, moda praia, entre outros. O que torna a Avenida Monsenhor Tabosa o maior shopping a céu aberto da América Latina.

leia tudo sobre

Publicidade

MODA PRAIA MOVIMENTA COMÉRCIO NA AV. MONSENHOR TABOSA PARA O CARNAVAL

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado, Sem categoria

07 de Fevereiro de 2018

Com 20% das lojas voltadas para o segmento, o período apresenta um faturamento extra de 15% nas vendas

Consolidada como um dos principais corredores comerciais do Ceará, a Avenida Monsenhor Tabosa vem conquistando um dos nichos mais promissores da confecção cearense. Trata-se da moda praia. Com aproximadamente 20% das lojas voltadas para esse segmento, a Avenida possui lojas com produções e marcas próprias que investem tanto no mercado interno quanto o externo.

“Com o período de férias e das festas de Carnaval, vimos o nosso fluxo de vendas aumentar. Principalmente pelos turistas que visitam a cidade. Mas também temos conquistado outros mercados. Com produtos de qualidade e que atendem as mais rigorosas exigências, algumas marcas aqui da Monsenhor Tabosa tem levado a moda praia para o exterior”, afirma Márcia Sérgia, presidente da Associação dos Lojistas do corredor.

Com essa maré boa, a expectativa da Associação é tornar a Avenida em um polo de confecção de moda praia. Inclusive, algumas negociações com novos investidores do ramo estão em andamento. “Temos conversado com investidores voltados para o mercado de atacado e de outlet’s. Isso será imporante para consolidarmos a Avenida Monsenhor Tabosa como um grande polo de confecção e vendas desses produtos”, revela Márcia.

Vale destacar que a Avenida Monsenhor Tabosa possui cerca de 200 estabelecimentos de segmentos variados, como calçados, bolsas, vestuário, moda praia, entre outros. O que torna a Avenida Monsenhor Tabosa o maior shopping a céu aberto da América Latina.