Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Responsabilidade social

UNINABUCO realiza doação de fraldas na Santa Casa de Fortaleza

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Fevereiro de 2018

Esse foi o início da parceria entre a Instituição e o Hospital Santa Casa da Misericórdia de Fortaleza

A Faculdade UNINABUCO Fortaleza realizou na última quarta-feira (31), a entrega de fraldas geriátricas no Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Fortaleza. A iniciativa fez parte da I Semana de Farmácia, realizada pela Instituição de Ensino Superior (IES), nos dias 22 e 23 de janeiro, para estudantes, profissionais da área e demais interessados. Como requisito, cada participante contribuiu com a doação de fraldas que foram destinadas ao hospital.

De acordo com a coordenadora do curso de Farmácia da UNINABUCO, Aline Monte, esse é o primeiro contato com a Santa Casa. “O nosso intuito é somar esforços. Estamos de braços abertos para trabalhar junto ao hospital, oferecendo serviços de saúde em ações conjuntas em prol da população. Além disso, iremos propiciar aos alunos um contato mais aprofundado com o ambiente hospitalar, fortalecendo as potencialidades e habilidades desses jovens”, disse.

Para a responsável pelo núcleo de doação da Santa Casa, Hercília Castro, é uma grande satisfação contar com a ajuda de novos parceiros. “Toda e qualquer ajuda faz a diferença. Recebemos aqui doações de alimentos, fraldas, descartáveis, leite para dietas e demais mantimentos”, revelou Hercília. Para dúvidas e informações sobre como fazer doações o contato telefônico é o (85) 3455.9112 ou pelo e-mail: doacao@santacasace.org.br. 
* postado por Oswaldo Scaliotti

 

Publicidade

Projeto Contexto leva formações sobre Identidade do Semiárido e Enfrentamento à Violência Contra a Mulher para escolas do Sertão cearense

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Fevereiro de 2018

“Passando por 20 municípios do Ceará, as formações pretendem esclarecer os aspectos da afirmação identitária no contexto do semiárido bem como os dispositivos da Lei Maria da Penha no enfrentamento à violência contra a mulher”

Em fevereiro, o Projeto Contexto: Educação – Gênero – Emancipação, começa um novo ciclo de formações nas 126 escolas públicas do interior do Estado que fazem parte do projeto. Dando início as capacitações desse semestre, as escolas dos municípios de Ipaporanga, Tamboril, Quiterianópolis e Nova Russas, receberão formações sobre Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, onde os/as educadores/as poderão esclarecer suas dúvidas e conhecer sobre todo o amparo conquistado através da Lei Maria da Penha, no âmbito jurídico, social e psicológico às mulheres em situação de violência doméstica.

Nos demais 16 municípios, será trabalhada a temática sobre a Identidade do Semiárido, na perspectiva de ressaltar e valorizar as particularidades de cada região, além de desconstruir e ressignificar estereótipos estabelecidos historicamente e que trazem muitos preconceitos e conotações negativas sobre o semiárido.

A iniciativa, co-financiada pela União Europeia, tem como realizadora a Plataforma Marco Zero composta por organizações nacionais e internacionais com vasta experiência nos campos social, ambiental e educacional: We World ONLUS Itália, We World Brasil, ACACE (Associação de Cooperação Agrícola do Estado do Ceará), Cáritas Diocesana de Crateús, Escola Família Agrícola Dom Fragoso, ESPLAR – Centro de pesquisa e assessoria, Instituto Maria da Penha e Pastoral do Menor Nordeste I.

Diante de um cenário preocupante em que o Brasil ocupa a 5ª posição em casos de feminicídio, num ranking de 83 países, de acordo com o Mapa da Violência de 2015, a educação é uma porta importante no combate a esse tipo de violência, presente em todo o Brasil.

“O Enfrentamento à Violência Contra a Mulher não pode ser visto apenas como um acesso aos meios jurídicos, ele passa por um processo de educação a médio e longo prazo, por isso é tão importante ser trabalhado dentro das escolas, através da educação que podemos desconstruir algumas posturas e comportamentos que são vistos de forma natural e que levam a esse ciclo de violência, esse é o ambiente que as crianças e jovens passam a socializar, a criar dinâmicas que vão levar para toda a vida, então é fundamental que essa pauta seja absorvida na escola”, explica Antonia Mendes, Técnica do Instituto Maria da Penha.

O tema será abordado motivando professores/as a trabalharem com várias ferramentas pedagógicas que podem auxiliar na sensibilização e conscientização dentro e fora de sala de aula. Os/As educadores/as receberão cartilhas informativas sobre os conceitos e os tipos de violência doméstica, materiais lúdicos como um cordel sobre a Lei Maria da Penha, feito pelo artista Tião Simpatia, além de um mapeamento das possibilidades de atendimento no município, orientando sobre os equipamentos públicos especializados no atendimento a essas mulheres.

Por outro lado, o Semiárido Brasileiro, o maior e mais populoso do Mundo, enfrenta o 6º ano de crise hídrica carecendo de políticas públicas contextualizadas às particularidades socioambientais da região, o que exige um trabalho de base, nas escolas, que aborde a necessidade da afirmação identitária partindo do contexto local. “Nós vamos trabalhar nas formações a Identidade do povo do Semiárido, dentro da perspectiva de reforçar e valorizar o jeito que eles vivem, então é trazer e discutir com eles esses aspectos da identidade local, como a cultura, as relações de trabalho, a alimentação, o jeito de plantar, de trabalhar, de viver, mas sem se fechar somente onde eles estão e os/as professores/as poderão traçar suas estratégias pedagógicas durante todo o semestre”, ressalta Cecília dos Reis, Pedagoga da Cáritas Diocesana de Crateús. Assim, resgatará a memória histórica da região, valorizando e ressignificando a cultura local.

Para além das formações e acompanhamento pedagógico com profissionais que farão visitas nas escolas para assessorar os/as professores/as na implementação dos temas em sala de aula, o Projeto Contexto prevê um conjunto mais amplo de ações, tais como: fortalecimento institucional das Organizações da Sociedade Civil que compõem a Plataforma Marco Zero; articulação e envolvimento dos Conselhos Municipais de Educação, da Mulher e da Criança e Adolescente em Grupos de Trabalho Municipais a favor da educação contextualizada; qualificação dos Projetos Políticos Pedagógicos das escolas; formulação de propostas de projeto de lei adotando a educação contextualizada como princípio norteador do ensino municipal.

Participam do projeto os municípios de Ipaporanga, Tamboril, Quiterianópolis, Nova Russas, Ararendá, Boa Viagem, Crateús, Dep. Irapuan Pinheiro, Ipueiras, Madalena, Milhã, Mombaça, Novo Oriente, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Poranga, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole e Tauá.

Calendário de Formações

Enfrentamento à Violência Contra a Mulher

  • 06 e 09 de fevereiro – Quiterianópolis
  • 20 a 23 de fevereiro – Tamboril
  • 15 de março – Nova Russas
  • 20 e 21 de março – Ipaporanga

Identidade do Semiárido

  • 27 de fevereiro – Poranga
  • 27 de fevereiro – Crateús
  • 28 de fevereiro – Ipueiras
  • 28 de fevereiro – Ararendá
  • 01 de março – Tauá
  • 01 de março – Novo Oriente
  • 03 de março – Boa Viagem
  • 06 de março – Quixeramobim
  • 06 de março – Madalena
  • 07 de março – Milhã
  • 07 de março – Solonópole
  • 08 de março – Piquet Carneiro
  • 08 de março – Deputado Irapuã Pinheiro
  • 08 de março – Senador Pompeu
  • 09 de março – Mombaça
  • 13 de março – Pedra Branca
Publicidade

Como ter um carnaval memorável

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

01 de Fevereiro de 2018

Plataforma digital da DIAGEO estimula o consumo responsável de bebidas alcoólicas com conteúdo dinâmico para os foliões.

 

Faltam poucos dias para começar a festa mais popular do país: o Carnaval. Aproveitar esse grande momento de celebração de maneira segura e responsável tem sido cada vez mais o mote de iniciativas movidas por entidades públicas e a iniciativa privada. O consumo moderado de bebidas alcoólicas e a observância a Lei Seca (Lei 11.705/2008) para evitar a combinação perigosa de álcool e direção são duas importantes escolhas que o folião deve fazer antes de cair na folia.

 

Consumir bebida alcoólica com consciência é um dos pilares estimulados pela Diageo, líder mundial no segmento de bebidas premium, para promover o consumo responsável. A plataforma online DrinkIQ é uma das iniciativas implantadas pela companhia para, por meio da interação online com o público, tratar de todos os aspectos do álcool e oferecer as ferramentas para que o consumidor faça escolhas mais bem informadas sobre seu consumo, incluindo a decisão de não beber. O limite diário considerado como moderado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 30 gramas de álcool para homens e 20 gramas para mulheres e a OMS recomenda ainda que a pessoa não ingira álcool mais de duas vezes por semana. O DrinkIQ traduz esses números: uma dose de destilado, uma taça de vinho e um copo de cerveja têm a mesma quantidade de álcool: 10 gramas.

 

A ferramenta possui calculadoras, dicas e várias curiosidades a respeito do tema e pode ser acessada facilmente pelo site www.drinkiq.com, onde o consumidor encontra vários testes para saber se está excedendo o limite, quais os sinais de alerta para saber se está bebendo em excesso e mitos e verdades. “Levamos extremamente a sério a forma como promovemos nossas marcas, sempre com muita responsabilidade, e ajudando a esclarecer informações importantes para que o consumidor tome decisões corretas e conscientes, inclusive a decisão de não beber. Para aproveitar a folia com responsabilidade e segurança, a principal recomendação é evitar abusos e conhecer as consequências do uso nocivo do álcool. Estas atitudes proporcionarão um Carnaval mais seguro e a alegria garantida”, explica o diretor de Manufatura da Diageo, Marcelo Prado.

 

A Diageo é protagonista de diversas campanhas que estimulam o consumo responsável, entre elas, JOHNNIE WALKER, marca da Diageo que vem liderando o tema há mais de 10 anos – #HOJENÃODIRIJO: maior campanha de consumo responsável de bebida alcoólica já promovida no Brasil. Outra iniciativa relevante é a parceria com Wal Mart desde 2007 e pequenos varejistas em todo o país a fim de coibir a venda de bebida alcoólica a menores – campanha “Menor com Álcool não é Legal”, com mais de 500 pontos de vendas participantes. Além dessas, a Diageo está entre as 13 indústrias/associações representativas da indústria que assinaram um compromisso público de endereçar temas da estratégia global da OMS, em 5 áreas-alvo. O objetivo é fornecer uma resposta coordenada da indústria para apoiar os governos na redução do abuso de álcool em 10%, uma meta estabelecida por todos os Estados membros da OMS.

 

*A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece que uma unidade de bebida ou dose padrão contém aproximadamente de 10 g a 12 g de álcool puro, o equivalente a uma lata de cerveja (330 ml) ou uma dose de destilados (30 ml) ou ainda a uma taça de vinho (100 ml).

 

Confira abaixo alguns dos mitos mais comuns sobre o consumo de bebidas alcoólicas:

 

“Se eu ingerir muitos alimentos gordurosos, poderei beber mais”

– Isso só vai diminuir a velocidade de absorção do álcool, sem interferir na quantidade.

 

“Se eu beber bastante café, ficarei sóbrio mais rapidamente”

– Você se sentirá mais desperto, mas o álcool ainda estará no seu sangue.

 

“Se eu misturar álcool com uma bebida energética, poderei continuar bebendo por mais tempo”

– Semelhante ao caso do café, consumir bebidas energéticas só fará que você se sinta mais desperto,  mas não mudará os efeitos do álcool no seu corpo.

 

“O remédio que tomo não me afeta muito, então posso beber o que eu quiser”

– Beber pode intensificar ou neutralizar os efeitos de alguns remédios.

 

“Beber e consumir drogas ilegais me dá um barato maior”

– Misturar álcool com drogas pode ser imprevisível e extremamente perigoso.

 

“Posso beber o quanto quiser porque o efeito passa quando eu durmo”

– Leva aproximadamente uma hora para que uma unidade de álcool saia do seu corpo.

 

“O álcool melhora seu desempenho sexual”

– Ele pode deixa-lo mais confiante, mas, na verdade, ele diminui sua habilidade sexual.

 

*Informações do DrinkIQ.com

 

Sobre a DIAGEO

 

A Diageo é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas, vinhos e cervejas. O portfólio inclui marcas como Smirnoff, Johnnie Walker, Ypióca, Guinness, Baileys, Cîroc, Old Parr e Tanqueray, entre outras. A empresa possui um importante capítulo em sua história no Brasil com a aquisição de Ypióca, uma das marcas mais tradicionais de cachaças premium do Brasil, em 2012. A Diageo é uma empresa multinacional que opera em 180 países. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE).

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

 

Publicidade

Instituto MRV lança Educar para Transformar – 3ª Chamada Pública de Projetos

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

31 de Janeiro de 2018

Interessados têm até o dia 23 de fevereiro para inscrever projetos com foco em educação e sustentabilidade

O Instituto MRV, organização sem fins lucrativos fundada pela MRV Engenharia, lança o Educar para Transformar, sua terceira Chamada Pública de projetos, que irá apoiar quatro iniciativas sociais voltadas para educação e sustentabilidade. Os interessados devem fazer a inscrição entre os dias 1° e 23 de fevereiro por meio do site:

 http://www.institutomrv.com.br/pt/chamadapublicadeprojetos.

Esse é o terceiro ano consecutivo que o Instituto MRV realiza a chamada e desta vez tem como mote “Educação transformadora com foco no desenvolvimento sustentável”. Podem se inscrever instituições sem fins lucrativos com pelo menos um ano de existência e pessoas físicas, a partir de 18 anos, dos mais de 20 estados onde a MRV Engenharia atua. Para o diretor do Instituto MRV, Raphael Lafetá, o Educar para Transformar fomenta boas ideias de projetos sociais e potencializa ainda mais as atividades do Instituto MRV.” Acreditamos no poder transformador de projetos voltados para a educação e sustentabilidade. Os temas são as bandeiras que apostamos para o crescimento de uma sociedade mais justa e igualitária” destaca.

A avaliação dos projetos acontecerá de 26 de fevereiro a 9 de março e será realizada por uma comissão que levará em conta critérios como a realidade da comunidade, áreas de atuação do programa, potencial inovador, entre outras características. As iniciativas selecionadas serão disponibilizadas para votação popular a partir do dia 19 de março indo até o dia 23 do mesmo mês. Os quatro projetos mais votados pelo público serão apresentados no dia 27 de março e cada um deles receberá um aporte de R$ 80 mil.

Os responsáveis pelos projetos selecionados passarão por um treinamento entre os dias 17 e 19 de abril na sede da MRV Engenharia, em Belo Horizonte, que irá capacitá-los para desenvolver o projeto contemplado.

No ano passado, os projetos que receberam o apoio do Instituto MRV foram:

 O Projeto “Oportunidade para Brilhar” atua em Nova Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, contribuindo para a proteção de direitos das crianças e adolescentes expostas a vulnerabilidade social, por meio de atividades esportivas, realizadas fora do turno escolar.

O Projeto “Gaia+Educação” de Piracicaba, estado de São Paulo trabalha com educação complementar, possibilitando que os alunos atinjam o máximo de suas potencialidades por meio da educação e do esporte.

O Projeto “Nadar para Desenvolver” do Rio de Janeiro promove a habilitação, reabilitação e a inclusão social e educacional de crianças e adolescentes com deficiência por meio de atividades aquáticas.

Já o Projeto “Rede Solidária Natureza Viva” de Governador Valadares trabalha com Educação Ambiental nas escolas que propõe a organização de uma rede solidária de apoio à Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Natureza Viva, com vistas à ampliação e melhoria da coleta seletiva na cidade.

Sobre o Instituto MRV

Fundado em 2014, o Instituto MRV é responsável pelo gerenciamento de projetos voltados para a educação e preservação ambiental em todo o Brasil. A instituição atua investindo em projetos e parcerias que podem auxiliar as comunidades onde atua, além de incentivar o voluntariado dos mais de 25 mil colaboradores da MRV Engenharia.

Publicidade

Vereador Célio Studart registra intensa produção legislativa durante o recesso das sessões plenárias de janeiro

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

29 de Janeiro de 2018

Mecanismo de combate a violência contra a mulher, melhores condições de acessibilidade para pessoas com deficiência, combate e prevenção aos maus tratos a animais e soluções inteligentes para mobilidade urbana. Esses são apenas alguns dos temas das proposições apresentadas pelo vereador Célio Studart (SD) e que serão apreciadas em plenário a partir de fevereiro quando retornam as sessões na Câmara Municipal de Fortaleza.

Mesmo com o recesso das sessões plenárias, o parlamentar- que manteve seu gabinete funcionando todos os dias- registrou uma intensa produção. Só em janeiro, o parlamentar deu entrada em cerca de 70 proposições, entre as quais 41 são projetos de lei, além de indicações e requerimentos.

“Optamos por temas diversos que abrangem as necessidades da população de Fortaleza. É minha obrigação como parlamentar, mesmo em recesso das sessões, dar continuidade às demandas para a melhoria da nossa cidade”, frisou o vereador.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Hot Box lança ação filantrópica “Happy Box: uma caixinha de solidariedade”

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

27 de Janeiro de 2018

O evento reverterá arrecadação do dia em doação para O Pequeno Nazareno

 

Já imaginou degustar uma pizza e, ao mesmo tempo, ajudar uma instituição que presta assistência a crianças em situação de rua? Quem pedir uma Hot Box, no dia 31 de janeiro, não só poderá optar por uma entre quase 50 opções de sabores, mas também estará fazendo uma doação para O Pequeno Nazareno.

 

O “Happy Box: uma caixinha de solidariedade” será uma ação dividida em duas etapas. A primeira, será uma visita das crianças d’O Pequeno Nazareno à Hot Box para uma tarde de pizza e diversão. A segunda parte será a conversão do faturamento do dia (exceto impostos), das duas unidades Hot Box, em doação para a organização social.

 

“Com o Happy Box, esperamos, além de afirmar nosso engajamento social, estimular o espírito de solidariedade dos nossos clientes, pois são eles que estarão fazendo a doação por intermédio da Hot Box. E é uma grande felicidade fomentar a responsabilidade coletiva nesta realidade em que vivemos, tão carente de amor ao próximo”, explica Diohene Lourenço, um dos sócios da pizzaria.

 

Sobre O Pequeno Nazareno

 

O Pequeno Nazareno é uma Organização da Sociedade Civil (OSC), sem fins lucrativos, fundada em 1993, referência nacional no atendimento a crianças e adolescentes, entre 6 e 14 anos, em situação de rua, abandono ou violência em Fortaleza, Recife e Manaus. Também faz parte do trabalho da entidade oferecer um novo lar, educação e formação artística para as crianças atendidas, além de buscar uma aproximação e acompanhamento com a família (o vínculo biológico).

Sobre a Hot Box

 

Com um cardápio com mais de 40 sabores, a Hot Box é um espaço para quem gosta de fugir do óbvio. Sem esquecer das pizzas tradicionais, o cardápio é ajustado para agradar paladares sofisticados com a criação de sabores inusitados, mas que revelam uma experiência gastronômica diversificada. Inicialmente criada como serviço de pizzaria delivery, hoje a Hot Box conta também com dois pontos fixos, um em Messejana e outro na Avenida Washinton Soares. As lojas seguem o conceito das pizzarias americanas e do food service, no qual os clientes saboreiam a pizza da melhor forma possível: com as mãos.

 

SERVIÇO

 

Happy Box: uma caixinha de solidariedade

Dia: 31 de janeiro de 2018

Onde: Hot Box

Loja 1: Av. Padre Pedro de Alencar, 1791, loja 36 – Messejana

Loja 2: Av. Washington Soares, 5451 – José de Alencar

Telefone: (85) 3022.6111

Horário de funcionamento: Todos os dias das, 18h às 23h.

Facebook/hotboxpizzafortaleza / Instagram: @hotboxfortaleza

 

O Pequeno Nazareno

Telefone: (85) 3212.5727

E-mail: comunicacao@opequenonazareno.org.br

Site: opequenonazareno.com.br

Facebook/opequenonazarenobrasil / Twitter: @pequenonazareno

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

UNINABUCO promove ação com crianças da comunidade Serviluz

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

24 de Janeiro de 2018

Essa é a primeira iniciativa da Instituição em parceria com Projeto Metamorfose

A Faculdade UNINABUCO Fortaleza, realiza nos dias 26 e 27 de janeiro, ação com a comunidade do Titanzinho, no bairro Serviluz, em Fortaleza. Cerca de 100 crianças do Projeto Metamorfose, iram visitar o Aeródromo Feijó e a Praia do Titanzinho.

Durante a visita, a criançada irá ter a oportunidade de conhecer as aeronaves, hangares, pistas de pouso e ter contato com os pilotos e paraquedistas para conhecer mais sobre a profissão.

Além disso, no dia 27, a ação será realizada na praia do Titanzinho. As crianças irão ter atividades como: dinâmicas de coleta seletiva de lixo; Utilização de resíduos recicláveis; Sensibilização quanto ao descarte correto e impacto ambiental.

De acordo com a coordenadora do curso de enfermagem da UNINABUCO, Lorena Picanço, está é a primeira iniciativa de Responsabilidade Social da unidade. “O nosso intuito é possibilitar as crianças do Projeto Metamorfose novas vivências, no qual elas serão apresentadas a um universo que não faz parte da realidade delas, despertando sonhos”, explicou.

Para o coordenador do Projeto Metamorfose, Anailton de Sousa, a iniciativa da UNINABUCO, ajuda a integração das crianças e adolescentes da Comunidade, com alfabetização, estudos, esportes, música e saúde. “O nosso principal objetivo é gerar um desenvolvimento integral, cognitivo, emocional e espiritual desses jovens”, afirmou.

Serviço

26 de janeiro – Visita ao Aeródromo Feijó e ao Centro de Instruções Aéreas de Fortaleza

Endereço: Rua Seridião Montenegro, nº 270.

Horário: 8h

27 de janeiro – Ação social na Praia do Titanzinho

Endereço: Praia do Titanzinho, Avenida Leite Barbosa – Fortaleza.

Horário: 8h às 12h

Publicidade

Lei Seca ajudou a salvar mais de 40 mil vidas desde 2008 e evitou perdas de R$ 558 bilhões    

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

24 de Janeiro de 2018

Em dez anos, a Lei Seca evitou a morte de 40.700 pessoas e a invalidez permanente de outras 235 mil, principalmente do sexo masculino. As multas e as sanções associadas a uma legislação de trânsito mais rigorosa não apenas ajudaram a salvar vidas, como permitiram uma economia de R$ 558 bilhões no período. O valor corresponde à capacidade produtiva de homens e mulheres que tiveram suas vidas poupadas graças à aplicação da lei, sancionada em 2008. Os cálculos são do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), órgão da Escola Nacional de Seguros.

Somente no ano passado, 5.400 mortes e 31 mil casos de invalidez foram evitados por conta da Lei Seca. O valor não sacrificado pela violência no trânsito em todo o País chega a R$ 74,5 bilhões, ou 1% do PIB (Produto Interno Bruto). Esse é o total que deixaria de ser gerado pelo trabalho das vítimas de acidentes graves. Os cálculos têm por base o DataSUS, conjunto de estatísticas do Ministério da Saúde que inclui informações sobre acidentes de trânsito.

“Se não fosse a Lei Seca, os acidentes teriam provocado perdas mais acentuadas de vidas humanas e também econômicas. O endurecimento das penas e a fiscalização contribuíram para evitar uma tragédia de proporções ainda maiores. Foi verificado que a punição mais severa tem impacto direto na violência do trânsito”, explica Natalia Oliveira, coordenadora do CPES. .

A primeira versão da Lei 11.705, sancionada em junho de 2008, alterou o Código Brasileiro de Trânsito e fixou limites de concentração de álcool no sangue para motoristas. Em dezembro de 2012, a Lei 12.760 estabeleceu tolerância zero para álcool e fixou penas mais duras para os infratores, dobrando o valor da multa e o tempo de apreensão da carteira de habilitação.

Os acidentes de trânsito são uma das principais causas de invalidez e de morte precoce no Brasil. Apenas no triênio 2010-12, colisões e atropelamentos deixaram 134 mil mortos no Brasil. A violência no trânsito brasileiro mata mais que o câncer. A gravidade do problema despertou a consciência da sociedade e a necessidade de impor penalidades mais duras para as infrações no trânsito, como forma de reduzir o volume e a gravidade dos acidentes.

O Brasil é signatário da Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2011-2020), pacto das Nações Unidas assinado por governos de vários países, que se comprometem a reduzir em 50% o número de mortes provocadas pela violência no trânsito. A cada ano, os acidentes matam cerca de 1,3 milhão de pessoas e ferem até 50 milhões em todo o mundo. Trata-se da nona causa de mortes.

No Brasil, os números de óbitos com acidentes de trânsito desde 2005 nunca estiveram tão baixos. O total de mortes ocasionadas por acidentes de trânsito baixou 20% no período, ajudando a poupar mais de 34 mil vidas. Embora o número de acidentados não tenha caído desde então (aumento de 19%), a gravidade dos acidentes passou a se menor. Significa dizer que menos pessoas morreram ou ficaram com sequelas graves.

“O maior problema do trânsito brasileiro ainda é a falta de fiscalização. A transgressão das leis afeta todas as classes sociais – e o cumprimento de regras só funciona mediante punições. É uma questão de exemplos, de cidadania. As pessoas não têm medo de morrer, mas têm medo de pagar multas”, ressalta Natalia Oliveira.

O ponto central deste ensaio foi estimar o valor do produto não sacrificado em decorrência dos acidentes no trânsito, e pelas estimativas do modelo, o benefício gerado pela legislação ao evitar as mortes e acidentes atinge algo próximo de 1% do PIB. Com as mudanças na legislação de transito em 2016, com punições mais severas, estima-se que os benefícios das regras mais duras tenham efeitos ainda mais acentuados.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Banco do Brasil é o banco brasileiro melhor posicionado em ranking mundial de sustentabilidade

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

24 de Janeiro de 2018

 

Pela terceira vez, BB está os 100 maiores líderes mundiais em sustentabilidade corporativa 

O Banco do Brasil está entre os 100 maiores líderes mundiais em sustentabilidade corporativa, segundo o ranking Global 100, da Corporate Knights. O anúncio aconteceu ontem, dia 23, durante o Fórum Econômico Mundial realizado em Davos, na Suíça.

O BB ocupa a 49ª colocação e é o banco brasileiro com melhor posicionamento no ranking desse ano, sendo esta a terceira vez que participa do Índice. Trata-se da melhor colocação obtida pelo Banco, resultado que representa um reconhecimento de importância internacional em se tratando de sustentabilidade empresarial corporativa.

A listagem é feita com a análise prévia de cerca de 6 mil empresas e é divulgada anualmente com base em dados públicos (dados financeiros e relatórios de sustentabilidade, dentre outros) das empresas com ações negociadas em bolsas de valores, com receita bruta anual superior a US$ 1 bilhão e questionário específico, onde as empresas selecionadas são convidadas a complementar suas informações.

O Global 100 é um ranking de sustentabilidade corporativa lançado em 2005 pela Corporate Knights (CK), uma companhia de comunicação e pesquisa de investimento sediada em Toronto, no Canadá. A divisão de produtos financeiros da Corporate Knights Capital disponibiliza dados para detentores de ativos e corporações visando subsidiar decisões de investimento e benchmarking interno, enquanto a divisão de comunicação da empresa é responsável pela publicação da revista Corporate Knights, que tem como foco principal a interseção entre negócios e sociedade.

Carlos Netto, diretor de Estratégia e Organização do Banco do Brasil, ressalta que o resultado alcançado pelo BB no ranking Global 100 2018 é uma demonstração de reconhecimento do mercado à decisão de incorporar sustentabilidade à estratégia da empresa, refletindo no equilíbrio entre a geração de resultados econômicos, a justiça social e responsabilidade ambiental. “Ter clareza dos desafios que são apresentados e da posição que ocupamos no mercado se faz decisivo para alcançarmos mais resultados positivos e mantermos posição de vanguarda na temática sustentabilidade. Estamos entre as instituições financeiras mais sustentáveis do mundo, e isso é motivo de orgulho para todos os colaboradores”.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

ASSOCIAÇÃO NOSSA CASA REALIZA TREINO DE CORRIDA SOLIDÁRIO EM ALUSÃO AO DIA MUNDIAL DO CÂNCER

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

18 de Janeiro de 2018

Como ação de Educação em Saúde e estímulo à prática de atividades físicas como preventivo do câncer, a Nossa Casa realizará em comemoração ao Dia Mundial do Câncer, um treino de corrida Solidário para 1.500 pessoas

 

No dia 04 de fevereiro às 6h30 será realizado no Centro Administrativo do Cambeba, o Treino Solidário World Câncer Day, um evento que visa promover a saúde, o bem‐estar e a qualidade de vida dos participantes por meio do incentivo à prática esportiva, fazendo alusão ao Dia Mundial do Câncer.

Para participar do evento, os corredores deverão fazer a inscrição através da Fan Page, no Facebook, da Nossa Casa, receber o e-mail de confirmação e trocar duas latas de leite em pó por um kit que contém uma camisa e uma bolsa, nos dias 02 e 03 de fevereiro na Farmácia Doce Certa da Avenida Washington Soares. Estas latas de leite serão utilizadas na alimentação dos pacientes hospedados na Casa de Apoio da Associação Nossa Casa e também em lanches oferecidos para pacientes em quimioterapia e radioterapia.

O treino será realizado sob condição climática favorável à atividade. O percurso do treino terá uma distância total de 5 km, ficando a critério de cada participante correr a distância que normalmente é executada em seus treinos diários. Os organizadores do evento pretendem reunir cerca de 1.500 corredores.

Associação Nossa Casa

A Associação Nossa Casa de Apoio a Pessoas com Câncer é uma organização sem fins lucrativos, reconhecida de utilidade pública federal, estadual e municipal, fundada em 2004 e que tem por missão: Oferecer serviços humanizados e especializados em Assistência Social e Saúde a pessoas com câncer e desenvolver ações de prevenção e informação junto a comunidade no estado do Ceará. Surgiu através da iniciativa e união de esforços da sociedade civil, dos funcionários e pacientes do Centro Regional Integrado de Oncologia – CRIO que é uma Instituição especializada na prevenção, diagnóstico e tratamento de câncer. A grande maioria, cerca de 95%, dos pacientes atendidos pelo CRIO é proveniente do Sistema Único de Saúde – SUS e apresenta inúmeras dificuldades socioeconômicas, além do enfrentamento da doença, o que motivou a criação da Associação. A Nossa Casa, portanto, é um meio de viabilizar projetos distribuídos em 05 Programas: Assistência; Lazer e Entretenimento; Reinserção Social, Educação em Saúde e Advocacy que beneficiam diretamente cerca de 500 pacientes por mês.

Dia Mundial do Câncer

O Dia Mundial do Câncer, Criado em 2005 pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), é celebrado em 04 de fevereiro e tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a doença, que mata 8,3 milhões de pessoas por ano no mundo. A campanha segue o conceito “Nós podemos. Eu posso”, escolhido pela UICC para o período de 2016-2018, que pretende mostrar como todos – em grupo ou individualmente – podem fazer a sua parte para reduzir o impacto do câncer no mundo.

 

Serviço
Treino Solidário World Câncer Day
Local: Centro Administrativo do Estado do Ceará – Cambeba
Data: 04/02/2018
Horário: 6h30
Inscrições: facebook.com/associacaonossacasa
Kits: Troca por duas latas de leite após a confirmação da inscrição por e-mail
Realização: Associação Nossa Casa de Apoio a pessoas com Câncer
Informações: (85) 3521.1538/99690.0506

Publicidade

ASSOCIAÇÃO NOSSA CASA REALIZA TREINO DE CORRIDA SOLIDÁRIO EM ALUSÃO AO DIA MUNDIAL DO CÂNCER

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

18 de Janeiro de 2018

Como ação de Educação em Saúde e estímulo à prática de atividades físicas como preventivo do câncer, a Nossa Casa realizará em comemoração ao Dia Mundial do Câncer, um treino de corrida Solidário para 1.500 pessoas

 

No dia 04 de fevereiro às 6h30 será realizado no Centro Administrativo do Cambeba, o Treino Solidário World Câncer Day, um evento que visa promover a saúde, o bem‐estar e a qualidade de vida dos participantes por meio do incentivo à prática esportiva, fazendo alusão ao Dia Mundial do Câncer.

Para participar do evento, os corredores deverão fazer a inscrição através da Fan Page, no Facebook, da Nossa Casa, receber o e-mail de confirmação e trocar duas latas de leite em pó por um kit que contém uma camisa e uma bolsa, nos dias 02 e 03 de fevereiro na Farmácia Doce Certa da Avenida Washington Soares. Estas latas de leite serão utilizadas na alimentação dos pacientes hospedados na Casa de Apoio da Associação Nossa Casa e também em lanches oferecidos para pacientes em quimioterapia e radioterapia.

O treino será realizado sob condição climática favorável à atividade. O percurso do treino terá uma distância total de 5 km, ficando a critério de cada participante correr a distância que normalmente é executada em seus treinos diários. Os organizadores do evento pretendem reunir cerca de 1.500 corredores.

Associação Nossa Casa

A Associação Nossa Casa de Apoio a Pessoas com Câncer é uma organização sem fins lucrativos, reconhecida de utilidade pública federal, estadual e municipal, fundada em 2004 e que tem por missão: Oferecer serviços humanizados e especializados em Assistência Social e Saúde a pessoas com câncer e desenvolver ações de prevenção e informação junto a comunidade no estado do Ceará. Surgiu através da iniciativa e união de esforços da sociedade civil, dos funcionários e pacientes do Centro Regional Integrado de Oncologia – CRIO que é uma Instituição especializada na prevenção, diagnóstico e tratamento de câncer. A grande maioria, cerca de 95%, dos pacientes atendidos pelo CRIO é proveniente do Sistema Único de Saúde – SUS e apresenta inúmeras dificuldades socioeconômicas, além do enfrentamento da doença, o que motivou a criação da Associação. A Nossa Casa, portanto, é um meio de viabilizar projetos distribuídos em 05 Programas: Assistência; Lazer e Entretenimento; Reinserção Social, Educação em Saúde e Advocacy que beneficiam diretamente cerca de 500 pacientes por mês.

Dia Mundial do Câncer

O Dia Mundial do Câncer, Criado em 2005 pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), é celebrado em 04 de fevereiro e tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a doença, que mata 8,3 milhões de pessoas por ano no mundo. A campanha segue o conceito “Nós podemos. Eu posso”, escolhido pela UICC para o período de 2016-2018, que pretende mostrar como todos – em grupo ou individualmente – podem fazer a sua parte para reduzir o impacto do câncer no mundo.

 

Serviço
Treino Solidário World Câncer Day
Local: Centro Administrativo do Estado do Ceará – Cambeba
Data: 04/02/2018
Horário: 6h30
Inscrições: facebook.com/associacaonossacasa
Kits: Troca por duas latas de leite após a confirmação da inscrição por e-mail
Realização: Associação Nossa Casa de Apoio a pessoas com Câncer
Informações: (85) 3521.1538/99690.0506