Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

Dez anos de Festival de Dança do Litoral Oeste celebra integração de ações culturais da região

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

10 de agosto de 2018

A programação do Festival de Dança do Litoral Oeste segue até este sábado (11), com apresentações de espetáculos gratuitas, na Praça da Justiça (Fórum), em Trairi

Há 20 anos, entusiastas da dança das cidades de Paracuru, Itapipoca e Trairi realizam ações que incentivam a descentralização da cultura no Estado. Em 10 desses 20 anos, é realizado o Festival de Dança do Litoral Oeste, que, na edição de 2018, lançou o catálogo “Festival de Dança do Litoral Oeste: uma década em companhias”, celebrando a integração dos movimentos de dança da região.

Na noite desta quinta-feira (09), bailarinos, coreógrafos, diretores de companhias e amantes da dança do Ceará se encontraram no coquetel de lançamento da publicação, que reúne imagens e informações que marcaram uma década de Festival, além de depoimentos de parceiros e colaboradores.

“Estamos celebrando essa trajetória de luta, de resistência e de reinvenções. Isso se deve a um trabalho desenvolvido no dia-a-dia nas cidades de Trairi, Itapipoca e Paracuru, que formam o Vale do Curu e realizam ações de dança não somente como produção estética, não somente visando o espetáculo a ser apresentado em um palco, como um processo que é também educacional, que chega a territórios diversos”, expressa Gerson Moreno, curador e produtor do Festival.

Quem animou a festa foi o Mestre da Cultura / Tesouro Vivo do Estado do Ceará Mestre Moisés, que se apresentou com a tradicional Roda de Coco de Lagoa do Alagadiço. “É uma honra apresentar a dança do coco, porque eu herdei do meu tataravô, trago essa história desde criança e faço questão de passar para os meus filhos e netos para dar continuidade à tradição”, expressa Mestre Moisés.

Programação

A abertura oficial do 10º Festival de Dança do Litoral Oeste acontece nesta sexta-feira (10), na Praça da Justiça (Fórum), a partir das 19h30. A programação segue até o sábado (11). Todas as apresentações são gratuitas.

“Temos uma programação diversificada, com apresentações de companhias do interior do estado, de Salvador e do México, criando uma grande rede de afetos para a gente estar brindando esse trajeto importantíssimo, que vem sendo construindo com a colaboração de muita gente, um movimento de fato coletivo”, destaca Gerson.

Na sexta-feira, serão apresentados quatro espetáculos de companhias cearenses: For Life (Escola de Dança de Paracuru e Paracuru Cia de Dança), Estado de Luta (Cia Balé Baião de Itapipoca), Caiçaras Entre Linhas e Redes (Arreios Cia de Dança de Trairi) e O Quebra Cocos (Academia de Artes Vânia Dutra, de Horizonte).

Quem encerra a programação da noite é o coletivo mexicano e colombiano enNingúnlugar com Las Ultimas Cosas, que tem a direção de Luis Rubio. É uma obra que investiga as necessidades predominantes, incoerentes e caprichosas que o ser humano apresenta ao se deparar com a ideia do fim de sua consciência.

O 10° Festival de Dança do Litoral Oeste é uma realização da AARTI – Associação de Artes Cênicas de Itapipoca (proponente), Associação Dança Arte e Ação e Associação de Dança Arreios de Trairi, em parceria com a Quitanda das Artes. Tem o apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual Nº 13.811), e o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Trairi. Produção: Associação Cênica Difusão Marketing Cultural. Coprodução WM Cultural. Agradecimento: Enel.

SERVIÇO

10° Festival de Dança do Litoral Oeste – De 09 a 11 de agosto em Trairi. Espetáculos nos dias 10 e 11, a partir das 19h30 na Praça da Justiça (Fórum): Rua Fortunato Barroso, s/n – Trairi.  Informações: (85) 3046.2744 e (85) 98162.2847. Gratuito.

Publicidade

Dez anos de Festival de Dança do Litoral Oeste celebra integração de ações culturais da região

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

10 de agosto de 2018

A programação do Festival de Dança do Litoral Oeste segue até este sábado (11), com apresentações de espetáculos gratuitas, na Praça da Justiça (Fórum), em Trairi

Há 20 anos, entusiastas da dança das cidades de Paracuru, Itapipoca e Trairi realizam ações que incentivam a descentralização da cultura no Estado. Em 10 desses 20 anos, é realizado o Festival de Dança do Litoral Oeste, que, na edição de 2018, lançou o catálogo “Festival de Dança do Litoral Oeste: uma década em companhias”, celebrando a integração dos movimentos de dança da região.

Na noite desta quinta-feira (09), bailarinos, coreógrafos, diretores de companhias e amantes da dança do Ceará se encontraram no coquetel de lançamento da publicação, que reúne imagens e informações que marcaram uma década de Festival, além de depoimentos de parceiros e colaboradores.

“Estamos celebrando essa trajetória de luta, de resistência e de reinvenções. Isso se deve a um trabalho desenvolvido no dia-a-dia nas cidades de Trairi, Itapipoca e Paracuru, que formam o Vale do Curu e realizam ações de dança não somente como produção estética, não somente visando o espetáculo a ser apresentado em um palco, como um processo que é também educacional, que chega a territórios diversos”, expressa Gerson Moreno, curador e produtor do Festival.

Quem animou a festa foi o Mestre da Cultura / Tesouro Vivo do Estado do Ceará Mestre Moisés, que se apresentou com a tradicional Roda de Coco de Lagoa do Alagadiço. “É uma honra apresentar a dança do coco, porque eu herdei do meu tataravô, trago essa história desde criança e faço questão de passar para os meus filhos e netos para dar continuidade à tradição”, expressa Mestre Moisés.

Programação

A abertura oficial do 10º Festival de Dança do Litoral Oeste acontece nesta sexta-feira (10), na Praça da Justiça (Fórum), a partir das 19h30. A programação segue até o sábado (11). Todas as apresentações são gratuitas.

“Temos uma programação diversificada, com apresentações de companhias do interior do estado, de Salvador e do México, criando uma grande rede de afetos para a gente estar brindando esse trajeto importantíssimo, que vem sendo construindo com a colaboração de muita gente, um movimento de fato coletivo”, destaca Gerson.

Na sexta-feira, serão apresentados quatro espetáculos de companhias cearenses: For Life (Escola de Dança de Paracuru e Paracuru Cia de Dança), Estado de Luta (Cia Balé Baião de Itapipoca), Caiçaras Entre Linhas e Redes (Arreios Cia de Dança de Trairi) e O Quebra Cocos (Academia de Artes Vânia Dutra, de Horizonte).

Quem encerra a programação da noite é o coletivo mexicano e colombiano enNingúnlugar com Las Ultimas Cosas, que tem a direção de Luis Rubio. É uma obra que investiga as necessidades predominantes, incoerentes e caprichosas que o ser humano apresenta ao se deparar com a ideia do fim de sua consciência.

O 10° Festival de Dança do Litoral Oeste é uma realização da AARTI – Associação de Artes Cênicas de Itapipoca (proponente), Associação Dança Arte e Ação e Associação de Dança Arreios de Trairi, em parceria com a Quitanda das Artes. Tem o apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual Nº 13.811), e o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Trairi. Produção: Associação Cênica Difusão Marketing Cultural. Coprodução WM Cultural. Agradecimento: Enel.

SERVIÇO

10° Festival de Dança do Litoral Oeste – De 09 a 11 de agosto em Trairi. Espetáculos nos dias 10 e 11, a partir das 19h30 na Praça da Justiça (Fórum): Rua Fortunato Barroso, s/n – Trairi.  Informações: (85) 3046.2744 e (85) 98162.2847. Gratuito.