Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

junho 2017

M.POLLO traça estratégia de crescimento em nível nacional

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

30 de junho de 2017

Abertura do e-commerce, lojas conceito e franquias fazem parte do plano de expansão da marca do Grupo MPL

As incertezas da economia não intimidam a direção da M.POLLO, primeira marca do Grupo MPL de Aparecida de Goiânia (GO), que chega aos 25 anos com a garra de quem ainda tem um mundo cheio de possibilidades a conquistar. A ideia é chegar aos 30 anos, em 2022, com e-commerce, duas lojas conceito – uma em Goiânia (GO) e outra em São Paulo (SP) – e cem franquias. A expectativa é do Gerente Nacional de Vendas da M.POLLO, André Ribeiro, que prevê um novo modelo de franchising, propondo ao consumidor da marca M.POLLO uma experiência de consumo para guardar na lembrança.

A caminhada para alcançar as metas propostas para os próximos cinco anos já começou. O e-commerce da M.POLLO entra em operação no segundo semestre. A plataforma chega para atender boa parte do seu target, que se encontra em ambiente digital. “O homem M.POLLO, além de buscar a versatilidade, busca agilidade para facilitar seu ritmo acelerado de vida”, observa Ribeiro. Assim, a abertura da loja virtual chega oferecendo as facilidades e a agilidade que o ambiente on-line permite.

Já a primeira loja conceito da M.POLLO abre em Goiânia, no mês de outubro, e promete ser mais que um espaço para comprar roupas masculinas. A proposta do ponto de venda Flamboyant Shopping Center é conquistar os homens, público-alvo da marca. Para isso, a equipe que trabalha no projeto está buscando formas criativas para cativar esse consumidor atento e exigente. Estão previstas, inicialmente, duas lojas conceito – a segunda será inaugurada no próximo ano –, que servirão de base para as franquias. Por isso, o Grupo MPL, detentor da marca M.POLLO, contratou um dos melhores escritórios de arquitetura focado em projetos de PDV (Pontos de Venda) do Brasil.

A adoção do franchising será posterior às lojas conceito. A direção da M.POLLO acredita que o futuro do varejo, pincipalmente em capitais e shoppings centers, são as franquias. “Para se manter no top of mind do nosso público e aumentar ainda mais a nossa construção de desejo de marca, as franquias irão somar exponencialmente”, observa Ribeiro.

 

 

Sobre a M.POLLO

A M.POLLO, primeira marca do Grupo MPL, completa 25 anos de história renovada, tendo o Besouro Escaravelho como ícone. O símbolo adotado há cinco anos reflete a robustez, vitalidade e constante reinvenção da marca focada no homem que corre atrás de elegância e autenticidade diariamente. E é pensando nesse homem que a M.POLLO produz coleções de qualidade para todos os estilos, consolidando-se no mercado de moda masculina. Além da M.POLLO, o Grupo MPL produz as marcas PACO e PK PACO.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

ÚLTIMO FIM DE SEMANA DA EXPOSIÇÃO “PELOSARES” NA CAIXA CULTURAL FORTALEZA

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

 

Mostra reúne material obtido pelo piloto Lu Marini em suas expedições por 22 estados brasileiros durante nove anos. São fotos, vídeos e objetos, além de um simulador de realidade virtual, em que o visitante chegará mais próximo da sensação de voar

 

A CAIXA Cultural Fortaleza recebe, de 5 de maio a 2 de julho de 2017, a exposição inédita Pelos Ares: 15.042km de Brasil. A mostra reúne um precioso material obtido pelo piloto Lu Marini, um dos mais importantes expedicionários de paramotor do mundo, em suas expedições por 22 estados brasileiros durante nove anos, entre 2009 e 2016.

Na exposição, que tem a curadoria de Gabriela Alejandra Nebot, o visitante poderá conferir seis temas centrais: Atlântico, Pantanal, Transamazônica, Rio Tietê, Rio São Francisco e Rio Doce. O conteúdo retrata o litoral brasileiro de norte a sul, a vida selvagem no Pantanal, a realidade da rodovia mais polêmica do país, o sofrimento de quem vive às margens de um dos rios mais poluídos do mundo, as diferenças de outro rio com seus encantos e, por fim, aquela que é a maior tragédia ambiental da história brasileira, o rompimento de uma barragem na região de Mariana (MG), que despejou no Rio Doce mais de 60 milhões de metros cúbicos de lama tóxica.

Percursos que somam milhares de quilômetros formados por várias realidades, culturas e ecossistemas. Uma exposição inédita, com surpresas e sensações que seguem além da estética ao possibilitar a análise de questões ambientais, sociais e econômicas do país.

São fotos, vídeos e objetos, além de um simulador de realidade virtual, em que o visitante chegará mais próximo da sensação de voar. Em meio às paisagens vistas de cima, entre o belo e também o devastador, estão as histórias de quem encontra na simplicidade uma forma de viver, gente que muitas vezes é vítima de descasos sociais e ambientais. Este é, de fato, o objetivo maior da exposição: permitir se colocar no lugar do outro enquanto promove a reflexão e alimenta a busca por um mundo melhor, mais justo e humano.

Uma nova perspectiva do Brasil

Para Lu Marini, o mundo é feito de cores. Sua perspectiva, que já atingiu 5.013 metros de altitude, captou vulcões, rios, florestas, praias, montanhas, caminhos abertos nas entranhas do solo, cidades de aço e concreto, natureza à flor da pele e também descasos e destruição ao meio ambiente.

Junto à emoção e à adrenalina da aventura, a urgência da preservação ambiental é uma constante. Ao mesmo tempo em que essa consciência deslumbra diante de paisagens intocadas pelo ser humano, também desnuda a tragédia que dilacera e atormenta paraísos a serem perdidos no cotidiano indiferente das civilizações. Mas a jornada também é pulsante. Realidades distintas, encontro com pessoas feitas de histórias e lembranças. E muito a se contar e recontar.

No alto, em seu paramotor, Marini registra a complexa relação entre homem e natureza, seja a de si próprio como mero espectador, seja como o agente que observa e analisa a ocupação humana e suas consequências para o planeta. Em terra firme, surgem outras descobertas, o contato com novas maneiras de enxergar e compreender o cotidiano. Personagens que, imersos em sua própria cultura, ganham voz para um público.

“Sempre vou me inspirar nos meus sonhos de infância, no sonho de Dédalo, Ícaro e de tantos homens e mulheres que desejaram cruzar o céu ao lado dos pássaros”, explica Lu Marini. “Foi a minha curiosidade, o amor pela natureza, a sede por descobertas e minha paixão por voar que me levaram a jornadas incríveis e a encontros inesquecíveis”, ressalta.

Sobre Lu Marini

Lu Marini nasceu no dia 8 de outubro em Itu, cidade do interior de São Paulo. Administrador de Empresas de formação com MBA em Marketing, consolidou sua carreira profissional nas áreas de Consultoria, Comunicação e Marketing. Com passagem por grandes corporações, fundou a própria empresa em 1990, direcionando suas atividades para marketing e produções. Hoje, atua como diretor, produtor e protagonista de diversos documentários para a televisão, entre eles a série de expedições Rastreando e Pousos e Decolagens.

No esporte, é piloto instrutor master de paramotor, recordista continental de altitude e único piloto do mundo a sobrevoar um vulcão em atividade (Popocatépetl/México). Já formou mais de 450 pilotos nos últimos anos, além de ser instrutor da tropa de elite da Marinha do Brasil.

Com reconhecimento internacional, Lu Marini ganhou espaço nos grandes veículos de comunicação por suas expedições, entre elas os sobrevoos pela rodovia Transamazônica e pelos rios São Francisco e Doce, transmitidas pelo Fantástico, programa exibido na Rede Globo de Televisão.

Serviço:

 

Exposição: Pelos Ares: 15.042km de Brasil

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 5 de maio a 2 de julho de 2017

Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h (abertura no dia 4/05, às 19h, com visita guiada com o piloto Lu Marini)

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita 

Informações gerais | Bilheteria CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770

 


Acesse o site www.caixacultural.gov.br
Siga a fanpage: facebook.com/CaixaCulturalFortaleza
Baixe o aplicativo “Caixa Cultural”

Publicidade

Seminário que discutirá a Cidade, Memória e os modos de viver tem lançamento oficial nesta quarta (05) no Museu da Indústria 

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

30 de junho de 2017

O crescimento acelerado e, muitas vezes, desordenado das metrópoles brasileiras nos últimos anos suscitaram inúmeros debates sobre o modelo de cidade ao qual se busca. Um desses debates, com presenças importantes e gabaritadas abordará a “Cidade, memória e os desafios do modo de viver”. O Seminário, que ocorrerá de 18 a 20 de setembro, no Theatro José de Alencar, em Fortaleza, será lançado oficialmente às 19 horas, nesta quarta-feira, dia 05 de julho, durante evento do Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento do Ceará (IAB-CE). O evento acontecerá no Museu da Indústria e terá como foco o tema “Barracas da Praia do Futuro – situação, consequências e soluções”. 

O Seminário “Cidade, memória e os desafios do modo de viver” já tem confirmadas as presenças de Fernando Haddad (ex-prefeito de São Paulo e professor de Ciência Política na USP), Ciro Pirondi (diretor da Escola da Cidade de São Paulo), Francisco Cunha (conselheiro do Plano Recife 500 anos), Jaime Lerner (ex-governador do Paraná, ex-prefeito de Curitiba e arquiteto e urbanista) e Romeu Duarte (Doutor em Arquitetura e Urbanismo e Ex- Presidente Nacional do IAB). O evento é uma iniciativa do Arquiteto e Urbanista Jefferson John em parceria com a graduanda em Arquitetura e Urbanismo e fomentadora cultural Izabela Lima, a Correalização é da Prottec Arquitetura.  As inscrições já estão abertas e podem ser feitas por meio dosite: http://seminariocidade.blogspot.com.br

“A busca pela valorização da profissão e a ampliação do acesso da sociedade a Arquitetura e Urbanismo, são essenciais para a construção de cidades mais democráticas. Diagnosticar a realidade das cidades e quais suas soluções, atualmente seja o nosso desafio mais árduo, e que não nos permite o acovardamento, nos exige o enfretamento”, destaca Jefferson John, um dos organizadores do evento. 

Izabela Lima, também organizadora do seminário, destaca que a busca por um evento desse nível é imprescindível para promover o pensamento crítico, o trabalho em equipe, o debate e o diálogo. “Assim, junto a outros seguimentos, podemos iniciar uma revolução na nossa forma de construir cidade, portanto, dando uma guinada em direção ao eixo das mudanças, analisando casos de sucesso, avaliando suas ações e incorporando em nossas estratégias para a construção de uma sociedade mais igualitária”, finaliza. 

O seminário “Cidade, memória e os desafios do modo de viver” reunirá arquitetos, urbanistas, geógrafos, historiadores, gestores públicos, estudantes e interessados de áreas afins. O evento terá palestras magnas, mesas de debate e apresentações artísticas. As discussões pautarão ações que possibilitem produzir alternativas para a evolução social do viver em comunidade, a fim de curar algumas feridas sociais causadas em nossa cidade pelo descaso e abandono de determinadas regiões e grupos sociais ao longo dos anos. 

O evento foi contemplado pelo Edital “Chamada de Ocupação Artística – Cultural do Theatro José de Alencar – 2017” e conta com o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, Theatro José de Alencar, Instituto Dragão do Mar, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Ceará (IAB-CE),Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (CREA-CE) e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Ceará (CAU-CE).

· Lançamento do seminário “Cidade, memória e os desafios do modo de viver” ·

Debate “Barracas da Praia do Futuro – situação consequências e soluções”

Dia: 05 de julho

Horário: 19 horas

Local: Museu da Indústria – Auditório Rei do Gado (Rua Dr. João Moreira, 143 – Centro, Fortaleza)

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Seja Digital prepara as regiões de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral para o desligamento do sinal analógico de TV

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

O sinal analógico de televisão será desligado em 27 de setembro de 2017
em Fortaleza e outros 23 municípios da região

A partir do dia 27 de setembro, a programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema. A Seja Digital é a entidade não-governamental e sem fins lucrativos responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o digital da televisão aberta no Brasil. Criada por determinação da Anatel, a entidade tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits gratuitos com antena digital e conversor com controle para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.

A migração do sinal analógico de TV para o sinal digital representa um grande avanço tecnológico e coloca o Brasil no mesmo patamar de países como Estados Unidos e Reino Unido. “Ao ser desligado, o sinal analógico de TV vai liberar a faixa de radiofrequência dos 700 MHz e permitir que as operadoras de telefonia móvel possam ativar a tecnologia 4G que é mais veloz, tem melhor qualidade, e maior cobertura, inclusive em ambientes fechados”, afirma Antonio Carlos Martelletto, diretor geral da Seja Digital.

Além da capital cearense, o sinal analógico será desligado em outros 19 municípios do Estado: Aquiraz, Barbalha, Beberibe, Caririaçu, Cascavel, Caucaia, Crato, Eusébio, Forquilha, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Juazeiro do Norte, Maracanau, Maranguape, Massapê, Missão Velha, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama, Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante e Sobral.

Informar, orientar e mobilizar – Para informar e preparar a população, a Seja Digital implementa campanhas e ações que mantem a entidade muito próxima das comunidades menos digitalizadas em cada uma das cidades. “O processo acontecerá de maneira semelhante ao que fizemos em Brasilia, São Paulo e Goiânia”, afirma Martelletto. “Além da campanha com filmes na TV e na internet, teremos peças de comunicação por toda a região e equipes atuando em locais estratégicos para abordar a população e orientar sobre a instalação da antena, do conversor e como fazer o agendamento para retirar o kit gratuito.”

A Seja Digital tem como parte de suas atribuições distribuir kits gratuitos com antena e conversor para a população cadastrada em programas sociais do Governo Federal. A lista de beneficiários é fornecida pelo Governo Federal para que a Seja Digital informe ao público por meio de cartas e campanhas de comunicação e possa agendar a retirada dos equipamentos. Os kits gratuitos são compostos de antena digital, conversor, controle remoto, cabos e pilhas.

Para saber se tem direito ao kit, a população da região metropolitana de Fortaleza já pode acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, deverá escolher dia, horário e local para agendar a retirada do kit gratuito. Caso não esteja na lista, basta preencher o formulário com os dados de contato para que a pessoa possa receber em primeira mão a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não-governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Publicidade

Ônibus circulam na RMF, apesar das manifestações

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

O Sindiônibus e as empresas de transporte coletivo de Fortaleza e Região Metropolitana estão todas operando, assim como todos os sete terminais estão funcionando. Mesmo com algumas dificuldades estamos cumprindo a nossa missão de transportar a população. As equipes de profissionais das empresas e do Sindiônibus, cientes do seus papéis, enfrentaram as dificuldades impostas pelos manifestantes e conseguiram colocar os ônibus em operação nas ruas da cidade, assim como consertar e colocar em funcionamento os que foram paralisados nas ruas.
Não temos um balanço da operação, mas nesse momento, asseguramos que apesar de alguns problemas pontuais, as nossas equipes estão agindo de imediato para implementar alternativas e manter a oferta do serviço. Tudo isso é fruto de muito comprometimento e trabalho que resultou no planejamento de uma operação especial para que durante todo o dia de hoje pudéssemos garantir o serviço de transporte ao cidadão.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti

leia tudo sobre

Publicidade

Prefeitura de Fortaleza lança edital para o II Festival de Música da Juventude

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

Interessados podem se inscrever entre os dias 28 de junho e 5 de julho

Com o objetivo de aprimorar, desenvolver e incentivar ainda mais os talentos jovens da cidade, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Juventude, lança nesta quarta-feira (28/06), o edital para o II Festival de Música da Juventude. As inscrições poderão ser efetuadas no período de 28 de junho a 05 de julho de 2017.
A inscrição deverá ser efetuada pelo artista ou, em caso de bandas, por um representante, conforme regulamento, sendo necessário que 50% dos integrantes sejam da faixa etária entre 15 e 29 anos. Os interessados devem fazer parte de grupos musicais e serem intérpretes ou instrumentistas que residam no município de Fortaleza. Cada proponente poderá inscrever apenas um projeto musical.

As inscrições devem ser feitas por meio de formulário eletrônico, disponível no link abaixo, até o dia 5 de julho. No formulário, além das informações sobre a banda e o seu representante, o candidato deve preencher o espaço indicado com uma música ou vídeo, quer sejam autorais ou interpretações, publicado no SoundCloud e\ou Youtube ou similar compatível com qualquer reprodutor de mídia. O proponente deve ainda enviar as imagens digitalizadas de RG, CPF e comprovante de residência para o e-mail fmjfproducao@gmail.com, com o nome da banda e assunto.

Os materiais enviados serão analisados por uma curadoria eleita pela Comissão Organizadora, composta por três pessoas, que selecionará 36 projetos musicais para as seletivas da mostra. Em seguida, um júri apontará as seis propostas que se apresentarão na final, no dia 7 de outubro.

As datas e horários das apresentações serão definidos por meio de sorteio a ser realizado em dia e horário a ser definido pela Coordenadoria de Juventude, com a presença dos participantes ou representantes devidamente constituídos pelos projetos selecionados.

A proposta também tem por objetivo contribuir com a formação dos jovens por meio da promoção de cursos e oficinas voltadas para temas específicos do segmento da música, contribuindo assim para formação dos artistas selecionados no sentido de desenvolverem melhor suas habilidades artísticas e capacidades técnico-produtivas para inserção no mercado música.

Edital: http://bit.ly/2tpNpfK
Formulário de Inscrição: http://bit.ly/2tma8JP

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

SANA PREVIEW 2017 LEVA ESCULTURA DE DOIS METROS DE ALTURA E OUTRAS ATRAÇÕES PARA O SHOPPING IGUATEMI

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

A ação, que acontece de 1º a 9 de julho, antecipa uma parte da programação do Sana 2017 , na praça da Riachuelo com entrada gratuita

(Crédito: Rey)

Concursos Cosplay e K-POP, jogos digitais, esculturas e palestras sobre temas geek, nerd e otaku são algumas atrações do Sana Preview 2017, que acontece no Shopping Iguatemi, entre os dias 1° e 9 de julho, na praça em frente à loja Riachuelo. A ação será uma amostra do que vai acontecer no Sana 2017. Nela o público poderá se divertir com uma réplica em tamanho real do pókemon Charizard, com mais de 2 metros de altura, e do Trono de Ferro da série Game of Trones.

O Sana Preview 2017 terá um espaço para games com consoles de última geração do PS4’s e do XBOX ONE e 10 computadores para o público se divertir com os jogos que foram grandes sucessos nas antigas Lan Houses. Os fãs das séries Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco irão ainda apreciar um exposição de bonecos temáticos dos animes.

Dentro da programação do Preview, no domingo, dia 1° de julho, acontece o concurso Desfile Cosplay para os amantes da prática de se caracterizar como personagens da cultura japonesa. As inscrições serão realizadas no local, com 1h de antecedência. Já no próximo domingo, dia 9 de julho, a partir das 16h, acontece o concurso K-POP Pocket, de dança pop coreana. As inscrições também acontecem antes da disputa e até 20 grupos podem participar. Os ganhadores dos dois concursos serão premiados com ingressos para o Sana 2017. Os regulamentos das competições estão disponíveis na fanpage oficial do Sana.

 

O pré-evento acontece no horário de funcionamento do shopping e reunirá centenas de fãs que já confirmaram presença no Sana 2017 que acontece dias 14, 15 e 16 de julho, no Centro de Eventos do Ceará.

 

Sana Preview 2017

Data: 1° a 9 de julho de 2017

Local: Shopping Iguatemi

Horário de funcionamento do shopping

Entrada gratuita

Publicidade

Adece entrega Agenda Estratégica para promover o desenvolvimento econômico de Cedro

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

30 de junho de 2017

Trabalho faz parte de um projeto-piloto e será expandido para outros municípios do Ceará
 
O município de Cedro, no Centro Sul do Estado, acaba de receber a primeira Agenda Estratégica voltada para promover o desenvolvimento econômico e sustentável local. A iniciativa é parte de um projeto-piloto implantado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e deverá servir de modelo para outras cidades. A solenidade de entrega aconteceu na última quinta-feira (29), com a presença da presidente da Agência, Nicolle Barbosa, e do prefeito Nilson Diniz.
 
Conforme a executiva da Adece, a ideia é otimizar a estrutura organizacional do município, aproveitando os recursos disponíveis e aprimorando a qualificação dos agentes públicos. “O resultado de tudo isso será tornar a cidade mais atrativa para receber investimentos. Para isso, serão implantadas ações de curto, médio e longo prazos”, explica.
 
Para a concretização do planejamento, foi realizado um trabalho complexo de diagnóstico das competências, potencialidades e vocações do município, segundo o prefeito. “Pela primeira vez a cidade conta com um planejamento neste nível de detalhe e de gerenciamento de metas. Ao lançar esta Agenda, a Prefeitura inova com o advento de uma gestão baseada na eficácia, com foco na melhoria contínua dos indicadores de desempenho”, comemora Diniz.
 
Potenciais econômicos
 
Dentre as estratégias adotadas, o município terá como direcionamento o fortalecimento das cadeias produtivas com vocação local diagnosticadas a partir do levantamento. São elas: bovinocultura de leite, caprinovinocultura, piscicultura, apicultura, avicultura, artesanato, horticultura e a cadeia produtiva de comércio e serviços.
 
Além disso, um programa de promoção e estímulo ao empreendedorismo deverá ser adotado, dando foco na formalização de micoempreendedores individuais e a criação de micro e pequenas empresas locais.
 
Metas
 
Atrair no mínimo duas indústrias até 2020 é uma das metas a serem alcançadas pelo município a partir da implantação da Agenda Estratégica. No mesmo prazo, o planejamento prevê um incremento de 20% no número de empregos gerados e de 30% na quantidade de produtores assistidos.
 
Já no quesito formalização de empresas, um crescimento de 25% deverá ser concretizado entre 2017 e 2020. A mesma variação é esperada em relação ao número de microempreendedores regularizados.
 
A qualificação da mão de obra também está entre os objetivos a serem conquistados com a Agenda Estratégica. A partir de parcerias com os sistemas Fecomércio, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), mil pessoas por ano devem ser capacitadas.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Truckville Food Park recebe Arraiá infantil, neste sábado (01)

Por Oswaldo Scaliotti em Eventos

29 de junho de 2017

O São João do Mundo Petit será realizado no espaço infantil do parque ao som da banda Descoladinhos Mix e a presença da quadrilha Maria Bonita

 

O mês de Junho está acabando, mas não poderia chegar ao fim sem o Arraiá Mundo Petit no Truckville Food Park. A festa junina será realizada neste sábado (01), a partir das 17h, no gramado e espaço infantil do parque gastronômico, localizado na Av. Washington Soares, 2400. A criançada e toda a família poderão curtir o evento ao som das músicas tradicionais de São João e ainda a presença da quadrilha Junina Maria Bonita.

 

Brincadeiras como corrida de saco, argolas, dança e muito mais vão animar o Arraiá.  Além das opções de comidas do Food Park, um carrinho de delícias típicas estará presente para aqueles que apreciam a gastronomia típica do período.  As crianças também vão poder interagir com mascotes e personagens e participar de vários sorteios.

 

Com estacionamento próprio e gratuito, o espaço, considerado o maior complexo gastronômico voltado para food trucks, estará aberto para que o público possa experimentar o melhor da gastronomia de rua.  A entrada é gratuita e as crianças podem participar vestidas a caráter.

 

 

Serviço:

Arraiá Mundo Petit no Truckville Food Park

Data: 01/07/2017 (sábado)

Hora: 17hs

Local: TruckVille – Av. Washington Soares, 2400 – Edson Queiroz

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Vicente Nery doa cachê de show depois de completar 55 apresentações na cidade de Serra Talhada-PE

Por Oswaldo Scaliotti em Responsabilidade social

29 de junho de 2017

APAE, OSEP e Amigo Quatro Patas foram as ONGs serratalhadenses que receberam a doação.

O cantor Vicente Nery, famoso por abraçar causas sociais, fez mais uma boa ação na noite desta quarta-feira (28). O forrozeiro doou o cachê arrecadado no show da cidade de Serra Talhada, em Pernambuco, para três ONGs serratalhadenses. “Nada mais justo. Tentei devolver a Serra Talhada, um pouquinho do carinho que o povo dessa cidade tem por mim”, afirma Vicente. Não é à toa que o cearense chegou ao número de 55 apresentações no município pernambucano, sendo um dos artistas que mais passou pelos palcos da capital do xaxado.

A doação foi feita à APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), que trabalha na inclusão de pessoas com deficiência. A APAE tem como principal missão prestar serviços de assistência social no que se diz respeito à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência, conscientizando a sociedade. À OSEP, que é um centro de recuperação para dependentes químicos, também recebeu parte do dinheiro doado. Quem também foi contemplada com a doação, foi o grupo de voluntários Amigo Quatro Patas, que realiza o trabalho de proteção, acolhimento e adoção de animais de rua no município.

SOBRE VICENTE NERY

Vicente Nery é um dos poucos artistas que agrada ao público de A à Z. É dono de uma voz inconfundível, de um carisma inigualável e de canções que embalam milhares de fãs apaixonados, que o acompanham por mais de duas décadas. Vicente Nery, um dos nomes mais respeitados no mercado musical, é também amado pelos cearenses por representar o nosso estado mundo a fora.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

M.POLLO traça estratégia de crescimento em nível nacional

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

30 de junho de 2017

Abertura do e-commerce, lojas conceito e franquias fazem parte do plano de expansão da marca do Grupo MPL

As incertezas da economia não intimidam a direção da M.POLLO, primeira marca do Grupo MPL de Aparecida de Goiânia (GO), que chega aos 25 anos com a garra de quem ainda tem um mundo cheio de possibilidades a conquistar. A ideia é chegar aos 30 anos, em 2022, com e-commerce, duas lojas conceito – uma em Goiânia (GO) e outra em São Paulo (SP) – e cem franquias. A expectativa é do Gerente Nacional de Vendas da M.POLLO, André Ribeiro, que prevê um novo modelo de franchising, propondo ao consumidor da marca M.POLLO uma experiência de consumo para guardar na lembrança.

A caminhada para alcançar as metas propostas para os próximos cinco anos já começou. O e-commerce da M.POLLO entra em operação no segundo semestre. A plataforma chega para atender boa parte do seu target, que se encontra em ambiente digital. “O homem M.POLLO, além de buscar a versatilidade, busca agilidade para facilitar seu ritmo acelerado de vida”, observa Ribeiro. Assim, a abertura da loja virtual chega oferecendo as facilidades e a agilidade que o ambiente on-line permite.

Já a primeira loja conceito da M.POLLO abre em Goiânia, no mês de outubro, e promete ser mais que um espaço para comprar roupas masculinas. A proposta do ponto de venda Flamboyant Shopping Center é conquistar os homens, público-alvo da marca. Para isso, a equipe que trabalha no projeto está buscando formas criativas para cativar esse consumidor atento e exigente. Estão previstas, inicialmente, duas lojas conceito – a segunda será inaugurada no próximo ano –, que servirão de base para as franquias. Por isso, o Grupo MPL, detentor da marca M.POLLO, contratou um dos melhores escritórios de arquitetura focado em projetos de PDV (Pontos de Venda) do Brasil.

A adoção do franchising será posterior às lojas conceito. A direção da M.POLLO acredita que o futuro do varejo, pincipalmente em capitais e shoppings centers, são as franquias. “Para se manter no top of mind do nosso público e aumentar ainda mais a nossa construção de desejo de marca, as franquias irão somar exponencialmente”, observa Ribeiro.

 

 

Sobre a M.POLLO

A M.POLLO, primeira marca do Grupo MPL, completa 25 anos de história renovada, tendo o Besouro Escaravelho como ícone. O símbolo adotado há cinco anos reflete a robustez, vitalidade e constante reinvenção da marca focada no homem que corre atrás de elegância e autenticidade diariamente. E é pensando nesse homem que a M.POLLO produz coleções de qualidade para todos os estilos, consolidando-se no mercado de moda masculina. Além da M.POLLO, o Grupo MPL produz as marcas PACO e PK PACO.

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti