Publicidade

Investe CE

por Oswaldo Scaliotti

julho 2016

Gelateria tem foco em gelatos livres de glúten, lactose e açúcar

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

IMG_6713

Neste mês de julho, a Gellatos Costa Mendes está no clima das férias escolares e trazendo mais opções diferenciadas em seus sabores. Percebendo que grande parte dos Fortalezenses tem hábitos alimentares restritos, a gelateria resolveu criar mais alguns sabores envolvendo frutas, já que o foco deste mês está no Julho Tropical, fazendo referência à nossa cidade praieira.

Nove sabores foram criados para quem deseja opções sem glúten, lactose e açucar. Morango, maracujá e abacaxi estão na categoria “Totalmente Diet” que são gelatos sem açucar, sem leite, sem glúten e sem lactose. Mais gelatos sem lactose podem ser encontrados nos sabores cajá, limão e kiwi, mas estes, com a presença do açucar. Manga e goiaba são os fabricados à base de água e açucar. Para completar a salada, o de banana com canela vem em sua base os ingredientes do gelato italiano comum com leite e açucar.

Promoções

Para o mês de julho, os clientes terão a opção do Gelato na pedra(3 sabores + 3 mix) pelo valor de 15 reais. E o MilkShake de gelato também pelo valor de 15 reais. A promoção é válida até o dia 31 de julho.

Sobre a Gellatos Costa Mendes

Inaugurada no dia 18 de dezembro de 2015, a Gellatos Costa Mendes foi mais uma aposta do empresário Iran Alves, proprietário do Grupo Costa Mendes, empresa conceito no ramo da gastronomia em Fortaleza há mais de 21 anos. A gelateria conta com gelatos fabricados na própria empresa e podem ser acompanhados de perto pelos clientes através do vidro da sala de produção. Açaí e cupuaçu também são produtos oferecidos na gelateria com várias opções de Mix como acompanhamentos.

Serviço

Gellatos Costa Mendes

Local: Av. 13 de maio, 1220, Bairro de Fátima

Horário: das 12hs à 0h

Contato: marketing@gellatoscostamendes.com

Telefone: (85) 9.9628.5077 | 3013.3939

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

FORTALEZA RECEBE NOVA TURNÊ D’O RAPPA

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

1911_ORAPPA_FTGutoCosta_4270

O show acontece dia 25 de novembro na Barraca Biruta

Com novo CD e DVD, O Rappa mostra fôlego em nova turnê pelo Brasil. Em Fortaleza o show acontece dia 25 de novembro nas areias da barraca Biruta, na Praia do Futuro.

As vendas começam a amanhã, nos quiosques da Bilheteria Virtual nos shoppings Iguatemi e Del Paseo e no site www.BilheteriaVirtual.com. O 1º lote será comercializado a R$ 50 a meia de pista e R$ 90 a meia do frontstage. Os ingressos podem ser parcelados em três vezes sem juros, por tempo limitado.

Para a nova turnê, a banda pretende investir no mesmo formato do DVD “O Rappa – Acústico Oficina Francisco Brennand“, mas sem perder sua essência, motivo pelo qual uma verdadeira “horda” de fãs cruza o país com suas letras na ponta da língua. “É um acústico diferente, pra cima.” Finaliza Falcão.

Publicidade

Um espetáculo do riso

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

DSC_0323 - Cópia

Depois de rodar o Brasil fazendo o público rir, Gil Soares, o Caboré, lança o seu mais novo projeto intitulado “As Caras do Cara”. O ator e humorista cearense, que completará 20 anos de carreira em julho, celebrará esse momento apresentando-se de cara limpa, estilo stand up comedy, sem deixar de lado seus personagens. O evento, que contará com a participação especial de Jardeson Cavalcante (Titela), Edson Santo (Super Edson), Juan Bustamente (Juanito) e Talita Sá, será realizado no dia 12/07, a partir das 19h, no Cineteatro São Luiz. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Cineteatro, no valor de R$20,00 reais inteira e R$10,00 meia, mais 1Kg de alimento não perecível que será doado para a Associação O Pequeno Nazareno, que acolhe crianças e adolescentes em situação de rua.

O show “As Caras do Cabra” concebido a partir de experimentos, pesquisas e observações do cotidiano que o artista vem fazendo ao longo de mais de 20 anos de sua empreitada cultural, pretende  mostrar, sem perder o foco, que o artista é o “Cabra” e apresenta suas “Caras” e facetas no show que leva a molecagem cearense em sua essência, com os personagens, Caboré, Mestre Clarimundo e Suzana Pandora que marcaram a sua carreira. “Para essa apresentação busco satirizar algumas situações do cotidiano, e apresento meus personagens com o requinte de um mestre de cerimônia. A transformação e/ou transição de tais personagens serão feitas em palco, e com interação da plateia. Assim, o público irá se deleitar com um show de piadas, músicas, danças e trejeitos. Uma explícita e muito bem humorada manifestação do riso e da molecagem genuinamente cearense”, afirma Gil Soares.

Sem perder o humor Gil Soares pretende levar alegria também para os jovens da Associação O Pequeno Nazareno, doando parte do valor e alimentos arrecadados com o show.  “Minha relação com o social não cai de paraquedas na ocasião em que comemoro meus 20 anos de humor. Sempre estive contribuindo de forma direta ou indireta para uma sociedade mais igualitária e justa. Ao longo da minha trajetória artística, fiz inúmeras doações, eventos filantrópicos e trabalhei durante cinco anos como arte educador em uma Organização Não Governamental (ONG). Com missão de proporcionar às crianças e adolescentes, em situação de rua, meios para construção de sua cidadania, percorríamos alguns espaços em Fortaleza, em especial a Avenida Beira Mar, na época tinha a maior concentração desse público, fazíamos abordagem artística, lúdica e pedagógica. Com isso refletíamos sobre suas vidas, sobre seus deveres e direitos”, relata Gil Soares.

Trajetória

Gil Soares estreou sua carreira humorística no inicio da década de 1990, nos festivais de humor de Fortaleza. Formava dupla com seu amigo Didi Marques, interpretando os personagens Falido e Mal Pago. A ideia inicial era satirizar as duplas sertanejas, com paródias e caricaturas dos cantores. Com o passar do tempo, Falido e Mal Pago foi apresentando variadas performances, piadas, músicas, termos e expressões populares. A dupla acabou em 2005 e desde então Gil Soares passou a investir na sua carreira solo.

Personagens

– Caboré: matuto sabido reside na cidade grande há muito tempo, mas não perde suas origens. Com um jeito bem peculiar utiliza seu “cearencês”, ou seja, sotaque, dialeto e expressões populares do povo cearense para contar sua saga, suas peripécias;

– Mestre Clarimundo: se alto intitula de místico, exotérico, terapeuta holístico, mas não passa de um “charlatão” que envolve os “fiéis” com promessas de curas e prosperidades.  Neste show apresenta suas testemunhas para comprovar o quanto ele é poderoso;

– Suzana Pandora: gay emergente, conta sua saga, seus percalços até alcançar o sucesso, conquistado por meio de seu “talento musical”.

Convidados

Titela: figura desajeitada, interpretada pelo artor, humorista e roteirista Jardeson Cavalcante. Há mais de dez anos trabalhando com o riso, o humorista já participou de vários programas nacionais. Já atuou como repórter em programas de tv e se destacou como roteirista em 2013.

Superedson: personagem interpretado pelo bancário, Edson dos Santos Cardoso. Formado em administração pela Universidade Estadual do Ceará, o artista dá vida ao personagem  Superedson que está em cartaz há mais de cinco anos em Fortaleza com o espetáculo “Elas cansam Roberto”, em que apresenta uma sátira do show de Roberto Carlos. Com sua versatilidade ele canta parodias, conta piadas e apresenta hilárias situações do nosso cotidiano.

Juanito: personagem vivido por Juan Bustamente, que imita lindas vozes femininas (Simone, Maria Bethânia e Alcione). Ator, cantor e vencedor de um programa de humor de rede nacional. Em parceria, com o então humorista Edson Cardoso, o artista está há cinco anos em cartaz com o espetáculo “Elas Cansam Roberto”.

Talita Sá: revelação feminina do Stans up comedy, a artista já se apresentou em grandes festivais de humor.

Sobre a Associação O Pequeno Nazareno

A Associação O Pequeno Nazareno é uma organização não governamental sem fins lucrativos, especializada no trabalho com de crianças e adolescentes em situação de moradias nas ruas e suas famílias, com atendimento em Fortaleza, Recife, Manaus e militância em todo Brasil e na Europa.

 

Serviço

Evento: As Caras do Cara

Data: 12/07      Hora: a partir das 19h

Local: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500)

Ingresso: 20,00 inteira, 10,00 meia + 1Kg de alimento não perecível

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Empório das Comadres inaugura espaço no Jóquei Clube

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

Além da confeitaria, o local terá ambientes para café colonial, soparia, estação de massas e salão para pequenos eventos.

 

Depois de dois anos atendendo por encomendas, como o “Bolo das Comadres” e de atingir mais de 15 mil seguidores nas redes sociais, a doceria vai ganhar um espaço próprio, com vários ambientes e uma maior diversidade no cardápio.  A inauguração do Empório das Comadres será dia 6 de julho, às 20h, em evento para convidados. À frente do empreendimento estão as empresárias Joelma Maia e Genny Cunha, responsável pelas receitas de delícias como a pizza brownie, os naked cakes e os famosos bolos de pote.

De acordo com a diretora Genny Cunha, esse é um importante passo para a empresa. “É a realização de um sonho, que vem sendo feito com muito profissionalismo, pensando em cada detalhe para receber nossos clientes”, antecipa. Para apresentar o espaço, as sócias contrataram o artista Tirullipa como garoto propaganda. “Apostamos no carisma do Tirullipa e reconhecemos nele um grande parceiro”, afirma.

O espaço ficará na Avenida Lineu Machado, corredor gastronômico do Jóquei Clube e comportará cinco ambientes: a confeitaria, com os tradicionais bolos, doces e, agora, cardápio salgado; café colonial, com pratos quentes e opções gourmet; a soparia, com grande variedade de sopas e consomês; a estação de massas, com opção de pratos prontos e menu personalizado e ainda um salão para pequenos eventos.

A decisão de abrir o Empório das Comadres é fruto do crescimento da empresa e também da demanda da região. O Jóquei Clube é um bairro populoso, em pleno desenvolvimento, com grandes supermercados, faculdades, shoppings, onde tem surgido muitos restaurantes e lanchonetes. “Ainda não há na região um espaço agradável para comer um doce mais refinado, reunir os amigos, tomar um café e jogar conversa fora. Foi pensando nesse público que projetamos nosso empreendimento”, explica Joelma Maia, diretora comercial do Empório das Comadres.

 

Serviço:

Empório das Comadres

Avenida Lineu Machado, 1117.

Jóquei Clube

 

  • postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

‘Oscar’ do turismo mundial elege Dom Pedro Laguna como melhor resort de praia da América do Sul pelo segundo ano consecutivo

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

Hotel D Pedro, 6516

O 23º Prêmio World Travel Awards 2016, considerado internacionalmente como o ‘Oscar’ da indústria do turismo, foi conquistado nesta sexta (1º) pelo Dom Pedro Laguna Beach Villas & Golf Resort em na categoria melhor resort de praia da América do Sul. A cerimônia de anúncio dos vencedores reuniu os representantes dos melhores destinos, hotéis, resorts, companhias aéreas entre outros destaques do setor, em Lima Peru. Foi o bicampeonato do resort na categoria. Criado em 1993, o World Travel Awards é o prêmio internacional mais prestigiado de turismo.

Esse ano, o Dom Pedro Laguna também recebeu indicações nas categorias melhor resort da América do Sul e melhor resort do Brasil. Em 2015, além de melhor resort de praia da América do Sul, o hotel foi considerado o melhor resort do Brasil.

Localizado no município de Aquiraz, na praia de Marambaia, o Dom Pedro Laguna fica a 35 km do Aeroporto Internacional de Fortaleza, capital do Ceará, e funciona há cinco anos sendo o alicerce turístico do complexo Aquiraz Riviera, eco resort turístico e imobiliário com 285 hectares de área e com o primeiro campo de golfe oficial de 18 buracos do Ceará, estendendo-se por uma lagoa com 15 mil metros quadrados e uma frente de 200 metros de mar. “Estar novamente entre os melhores do segmento reforça o comprometimento de toda a nossa equipe para prestar o melhor serviço possível. Também amplia a boa imagem do Ceará para o mundo e reforça a vocação turística do Estado ao qual temos orgulho de representar e pertencer”, destaca o gerente geral, Emanuel Freitas.

A taxa de ocupação do resort gira em torno de 45% ao ano, com 90% dos hóspedes oriundos do Brasil, principalmente de São Paulo, Ceará, Brasília e Belo Horizonte, enquanto os 10% restantes respondem pelos portugueses e outras nacionalidades como americanos, holandeses, argentinos e alemães. Além dos hóspedes que buscam lazer e descanso, o Dom Pedro Laguna tem sido cada vez mais o local preferido para eventos corporativos e casamentos. O resort se destaca pelas water villas, a lagoa navegável, o campo de golfe, as piscinas privativas em frente da praia e o serviço diferenciado.

Projetado de forma a preservar e realçar a natureza que o envolve, aproveitando a ondulação das dunas e criando lagoas navegáveis entre as villas, o resort proporciona aos hóspedes passeios de barco ou carro elétrico, transformando uma simples ida à piscina em um momento de relaxamento em sintonia com a natureza. São 102 unidades de alojamento (312 leitos), sendo 32 Apartamentos Deluxe, 32 Apartamentos Deluxe/Vista Mar, 22 Water Villas, 8 Presidential Villas e 8 Royal Villas, todas luxuosamente decoradas. No Dom Pedro Laguna até o room service chega por barco às Water Villas, onde o hóspede pode desfrutar suas refeições no terraço privado, de frente para a lagoa.

O Regime de Hospedagem é Meia Pensão, com café da manhã e jantar incluídos, além da cortesia de chá ao por do sol, servido diariamente na piscina. O resort conta ainda com outras estruturas e serviços, como: academia, salas de reunião, bar Sal e Pepe, Restaurante White (serviço de Buffet de gastronomia Internacional e temática), restaurante Al Fresco (grill junto à piscina), bar molhado, piscina próxima à praia e pacotes de golfe, quadras de tênis poliesportiva iluminadas, campo gramado de futebol society, vôlei de praia e aulas de surf. O Dom Pedro Laguna dispõe de uma equipe de animação permanente com kids club, além de atividades para os mais jovens.

 Desenvolvimento socioeconômico em Aquiraz

Como parte do Complexo Turístico Aquiraz Riviera, o Dom Pedro Laguna – Beach Villas & Golf  Resort tem contribuído desde a sua inauguração para o desenvolvimento econômico da região, já que gera cerca de 150 empregos diretos, sendo 80% do quadro de funcionários do próprio município e 20% de Fortaleza. A responsabilidade social também é um compromisso do resort que por meio de projetos e práticas esportivas oferece suporte para os jovens de comunidades carentes.

Great Hotels

Dom Pedro Laguna – Beach Villas & Golf  Resort é membro da organização Great Hotels of The World. Esta adesão, à organização que agrega os mais luxuosos hotéis e resorts do mundo, apenas confirma a excelente qualidade deste novo hotel promovendo-o globalmente e afirmando-o não apenas no segmento de lazer para famílias, golfistas (primeiro campo de Golfe do Estado do Ceará), amantes de spas e apreciadores de uma excelente gastronomia, mas também como resort de eleição para o segmento de negócios.

Mais detalhes sobre as estruturas do Dom Pedro Laguna – Beach Villa & Golf Resort:

  32 Apartamentos Deluxe

Apartamentos amplos e luxuosamente decorado, com terraço. Equipado com: TV LCD e DVD, ar condicionado, telefone, acesso a Internet wireless, frigobar, cofre, fechaduras eletrônicas de segurança, roupões, banheiro completo com secador e espelho de aumento. Energia elétrica de 220V.

  32 Apartamentos Deluxe/Vista Mar 

Apartamentos amplos e luxuosamente decorado, com varanda privada e vista mar. Equipado com: TV LCD e DVD, ar condicionado, telefone, acesso a Internet wireless, frigobar, cofre, fechaduras eletronicas de segurança, roupões, banheiro completo com secador e espelho de aumento.

 22 Water Villas 

Villas de um quarto e salão com amplo terraço sobre a lagoa. Equipadas com: Mini cozinhas (micro-ondas e frigobar), TV LCD e DVD, ar condicionado, acesso a Internet wireless, telefone, cofre, fechadura eletrônica de segurança, roupões, banheiro completo com secador de cabelo e espelho de aumentar, sala de estar com sofa-cama. 

8 Presidential Water Villas 

Villas de dois quartos, cada com banheiro completo, salão e amplo terraço sobre a lagoa. Equipadas com: Mini cozinhas (micro-ondas e frigobar), TV LCD e DVD, ar condicionado, acesso a Internet wireless, telefone, cofre, fechadura eletrônica de segurança, roupões, banheiro completo com secador de cabelo e espelho de aumentar, sala de estar com sofá-cama. 

8 Royal Villas  

8 Royal Villas com piscina privada em frente da praia, dois quartos, cada com banheiro completo, salão e amplo terraço. 2 Royal Villas com piscina privada em frente da piscina, dois quartos, cada com banheiro completo, salão, amplo terraço. Equipadas com: Mini cozinhas (microondas e frigobar), TV LCD e DVD, ar condicionado, acesso a Internet wireless, telefone, cofre, fechadura eletrônica de segurança, roupões, banheiro completo com secador de cabelo e espelho de aumentar, sala de estar com sofá-cama. 

Sobre o Aquiraz Riviera

Maior complexo turístico-imobiliário do Ceará, o Aquiraz Riviera ocupa uma área total de 285 hectares, com 58 hectares de área de Proteção Ambiental e faixa de 1.800 metros de frente para o mar. O empreendimento é desenvolvido pelo Consórcio Luso-Brasileiro Aquiraz Investimentos SA, composto pelo empresário cearense Ivens Dias Branco e pelos portugueses Grupo Hoteleiro Dom Pedro e Solverde (divisão de turismo do grupo Industrial Violas com a concessão dos Cassinos do Algarve).

O Aquiraz Riviera é composto pelo Dunes & Ocean Golf Course (campo de golfe de 18 buracos de padrão internacional) ), Golf Club House (onde funciona o Clube de Golfe Aquiraz Riviera), o Hotel Dom Pedro Laguna – Beach Villas & Golf Resort,e os condomínios  Riviera Beach Place Golf Residence e Manhattan Beach Riviera. 

  •    Hotel Dom Pedro Laguna

Endereço: Av. Marginal do Empreendimento Aquiraz Riviera, s/n
Praia de Marambaia – Aquiraz – Ceará
Telefone: (85) 3388.3000

E-mail: reservas@dompedrolaguna.com

Publicidade

Fundação Alphaville é Top 10 em premiação Benchmarking

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

image002

Case de mobilização intersetorial conquistou o 6º lugar no ranking Legítimos da Sustentabilidade 2016.  Programa reconhece e certifica as melhores práticas sustentáveis de instituições brasileiras

 

Na noite de ontem (30 de junho), a Fundação Alphaville, a OSCIP que promove a convivência entre a comunidade para gerar novas soluções para o desenvolvimento, recebeu o Selo Benchmarking: Legítimo em Sustentabilidade 2016, um dos mais respeitados reconhecimentos em Sustentabilidade do país.

Entre os 17 projetos aprovados pela premiação, a iniciativa “Dilema comum, solução compartilhada”, conquistou o 6º lugar no ranking na categoria Benchmarking Sênior (melhores práticas em sustentabilidade nas empresas 2016).

O projeto, que utilizou a técnica da mediação pelo terceiro setor para mobilizar os setores público, privado, comunidade e associações em prol da solução de um objetivo comum (implantar a coleta seletiva no município de Eusébio, no Ceará), pode ser replicado a qualquer demanda, garante a gerente da Fundação Alphaville, Fernanda Toledo. “É uma grande honra receber um reconhecimento tão importante sobre uma prática na qual acreditamos verdadeiramente, uma solução construída a partir da convivência entre os envolvidos”, disse.

Receberam o prêmio em nome do projeto, Graça Rodrigues, coordenadora de Sustentabilidade da Fundação Alphaville e responsável pelo projeto, o prefeito de Eusébio, José Arimatéa Lima Barros Júnior, e Norton Figueiredo, Presidente da Associação de Catadores do Eusébio.

Durante a cerimônia, o prefeito reforçou a importância do trabalho conjunto. “Tratar o lixo é uma questão de saúde pública, e para fazer isso, é imprescindível o envolvimento de todos os setores “, afirmou.

“Saí de Eusébio e deixei a equipe toda trabalhando na cooperativa para vir buscar o prêmio.  Esse é para eles “, disse Norton Figueiredo ao receber a premiação.

As empresas foram reconhecidas por tratarem a sustentabilidade como uma nova fronteira de inovação, portanto não paralisam seus projetos socioambientais em virtude de crise ou qualquer outro tipo de turbulência. Entendem a sustentabilidade como atitude responsável, e também competitiva. A organização do prêmio reforçou a diferença decimal entre o primeiro e o último colocados, o que indica a alta qualidade de todos os cases selecionados e reforça a importância em se manter a preocupação com a sustentabilidade em tempos delicados como o atual no país.

Os cases Benchmarking passam a integrar o maior banco digital de práticas de sustentabilidade certificadas (mais de 350 cases) com livre acesso do país. Também são publicados em livros e revistas especializadas e de gestão, além de apresentados em encontros técnicos.

 

Conheça o case

A mobilização bem-sucedida aconteceu entre os setores público, privado e comunidade, com a facilitação do terceiro setor para a resolução de um problema comum na cidade: a coleta seletiva. Com a mobilização de todos os interessados, a partir de suas possibilidades reais de atuação, foi criada uma cooperativa entre os catadores de lixo da região de Eusébio, no Ceará, com 20 associados. O que resultou em um aumento de renda para os catadores incluídos na associação de R$ 100,000 para R$600,00 ao mês, em média. A comunidade foi beneficiada com o atendimento de 50% dos munícipes com coleta seletiva porta a porta, na primeira fase, beneficiando 27.917 pessoas com o recolhimento de 30% dos materiais passíveis de reciclagem.

A participação da Fundação Alphaville, responsável pela mediação entre os setores, pela formação dos catadores e pela metodologia de educação ambiental comunitária, foi essencial para o andamento do projeto. “A ideia era promover a conscientização da população e o compromisso com a sustentabilidade no município, fazendo com que todos se sentissem envolvidos com a causa: catadores, comerciantes, setores público e privado e população em geral. Além disso, queríamos melhorar as condições de segurança e higiene da região e contribuir de forma assertiva com a renda dos catadores de materiais recicláveis, e, mais que isso, com o meio ambiente e a sustentabilidade local, ” comenta Graça Rodrigues, Coordenadora de Sustentabilidade da Fundação Alphaville no Ceará.

Além da reforma da Central de Triagem da cidade, a parceria entre a Fundação, os setores público, privado e a comunidade, organizou a logística da coleta nas ruas e, com a participação de 360 alunos do Programa Jovem Sustentável (outro projeto da Fundação Alphaville) e demais instituições municipais, foi realizado um intenso trabalho de mobilização comunitária para adesão da população ao novo sistema.

A Fundação Alphaville doou 20 mil sacos de ráfia de 100 litros e orientou a comunidade sobre como acondicionar os materiais recicláveis de maneira higiênica e segura, além de possibilitar a identificação dos demais resíduos, que continuarão sendo recolhidos pela AMMA (Autarquia Municipal de Meio Ambiente), atual responsável pela coleta de lixo na região.

Atualmente, o município de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, gera cerca de 940 toneladas/mês de resíduos. Desses, aproximadamente 30% são materiais recicláveis, que, destinados da maneira correta, podem gerar benefícios sociais, ambientais e econômicos para a região.

A ideia é expandir cada vez mais o projeto, com atendimento de 100% da região em até um ano. “Nossa expectativa é que, até o final do ano, o projeto possa atender a totalidade do município de Eusébio”, disse Graça Rodrigues.

Ao todo, a Fundação Alphaville, que completou em junho 16 anos de trabalho, já foi reconhecida em mais de 20 premiações nacionais e internacionais. Acumula mais de 180 projetos, que já beneficiaram 270 mil pessoas no País.

 

Sobre o Programa Benchmarking Brasil:

O Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira. Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional: TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizará nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP.

 

Sobre a Fundação Alphaville

A Fundação Alphaville é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público e nasceu em 2000, tendo como principal mantenedora a Alphaville Urbanismo. Promove a construção de novas soluções para o desenvolvimento (das pessoas e dos territórios) pautada na convivência entre todos os envolvidos. Está presente em 22 estados brasileiros e trabalha com base na identificação do potencial e dos interesses de cada comunidade, apoiando o desenvolvimento das vocações locais e fortalecendo sua atuação. Em 16 anos de trabalho, a Fundação já beneficiou mais de 270 mil pessoas, por meio de seus mais de 180 projetos. Para saber mais acesse www.fundacaoalphaville.org.br

 

Publicidade

Ceará tem primeiro anuário brasileiro do setor de reciclagem

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

04 de julho de 2016

O Ceará é o primeiro estado brasileiro a lançar um anuário a voltado para o setor de reciclagem. A publicação é fruto de uma das ações do planejamento estratégico da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Reciclagem de Resíduos Sólidos (CS Reciclagem) em parceria com o Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos Domésticos e Industriais do Ceará (Sindiverde).
 
A iniciativa foi promovida a partir de uma demanda do setor, que tem como principal objetivo, formalizar empresas da área. “A elaboração do anuário é uma forma de estruturar o setor e fazer com que muitas empresas saiam da informalidade. As consequências disso serão extremamente positivas, como a geração de empregos e de impostos”, comenta o presidente da Agência do Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Ferruccio Feitosa.
 
De acordo com a presidente da CS Reciclagem e também diretora administrativa do Sindverde, Lyvia Kirov, em um censo realizado pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL) foram constatados mais de 300 depósitos entre formais e informais gerando mais de 14 mil empregos diretos e indiretos, dos quais 64,5% são informais. “Também identificamos outras dificuldades como a isenção de impostos e a dificuldade de conseguir linhas de crédito. O trabalho para diminuir esses entraves está sento realizado pela Câmara Setorial, por meio do planejamento estratégico que vem sendo muito bem executado”, afirma.
 
A publicação conta ainda com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE), do Sistema FIEC e do Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE/CE). 
 
Para adquirir o Anuário do Setor de Reciclagem do Ceará na versão física, os interessados podem entrar em contato com o Sindverde pelo número do telefone (85) 3224-9400 ou pelo e-mail sindverde@sfiec.org.br. A versão digital pode ser acessada clicando aqui.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Panificadora Costa Mendes completa 22 anos

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

01 de julho de 2016

 11822639_499722156849967_1001385779476421617_n

A Panificadora Costa Mendes completará no dia 17 de Julho 22 anos no mundo da gastronomia de Fortaleza, sendo uma das mais tradicionais panificadoras do mercado.

Em comemoração ao seu aniversario, neste mês de Julho a Costa Mendes fará uma promoção de Pizza para delivery durante todo este mês. A pizza + refrigerante está sendo vendida por apenas R$ 19,99 de segunda a sexta-feira.

 Sobre a Panificadora Costa Mendes

A Panificadora Costa Mendes foi fundada em 17 de Julho de 1994, por Iranleide Alves, ainda muito jovem. Seu esforço e dedicação  fizeram com que a Costa Mendes crescesse e se tornasse o que hoje ela é, uma Panificadora de referência e excelência em tudo que faz. Atualmente conta com  2 Unidades que estão situadas nos bairros Montese e Vila União. Administrada por Iranleide Alves, vice – diretor do SINDPAN (Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Ceará), que pratica um Modelo de Gestão baseado na Inovação e Empreendedorismo.

Serviço

Data: 17 de julho (domingo)

Horário: das 06:00 à 22:00h

Local: Rua Professor Costa Mendes, 609- – Montese

Rua Raul Cabral, 103 – Vila União

Contato: marketingpadariacostamendes@gmail.com

Telefone: (85) 9.86558953 | 34945050 / 32723034

Publicidade

Indústria da construção cearense segue em queda, mas com menor intensidade 

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

01 de julho de 2016

O setor da construção encerrou mais um mês com retração no nível de atividade, que continua aquém do usual para o período, e no número de empregados – os correspondentes indicadores permanecem abaixo dos 50 pontos.
 
No entanto, na passagem de abril para maio observam-se quedas com menores intensidades, o que pode sinalizar uma recuperação futura do segmento – naturalmente, será necessário aguardar os resultados dos próximos meses para essa confirmação.
 
A utilização da capacidade de operação também demonstrou melhora em relação ao mês passado e na comparação com maio de 2015, atingindo a marca de 62%, contra 58% em abril e 57% no mesmo mês do ano passado. No Brasil, este indicador para maio foi igual a 56%.
 
Embora os industriais cearenses ainda estejam pessimistas quanto aos próximos seis meses, o índice que mede as suas perspectivas demonstrou atenuação do pessimismo em todos os quesitos analisados – nível de atividade, novos empreendimentos, compras de insumos e matérias, número de empregados e intenção de investimento.
* postado por Oswaldo Scaliotti
Publicidade

Os indicadores continuam a mostrar reveses no setor industrial

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

01 de julho de 2016

A persistente crise econômica brasileira continua produzindo efeitos sobre o setor industrial, inclusive com rebatimentos regionais. Os indicadores de maio para a indústria, tanto no Brasil quanto no Ceará, confirmaram nova redução da produção e do número de empregados. Ademais, a utilização da capacidade instalada permanece abaixo da usual, enquanto que os estoques, já se ajustando às seguidas faltas de demanda, estão, pela primeira vez nos últimos 12 meses, abaixo do desejado pelos empresários.
 
Nesse contexto, as perspectivas de curto prazo do industrial cearense para as contratações de colaboradores, efetivação de investimentos e compras de matérias-primas permanecem, naturalmente, pessimistas. Já as expectativas sobre aumento de demanda para os próximos meses se mantiveram estáveis, enquanto que, para as exportações, foram sinalizados cenários futuros um pouco mais positivos. De forma geral, portanto, pode-se afirmar que os empresários do setor continuam incertos sobre uma recuperação da indústria, pelo menos nos próximos meses.
 
Essas foram as principais conclusões da pesquisa Sondagem Industrial realizada pelo Núcleo de Economia e Estratégia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria – CNI.
Publicidade

Os indicadores continuam a mostrar reveses no setor industrial

Por Oswaldo Scaliotti em Mercado

01 de julho de 2016

A persistente crise econômica brasileira continua produzindo efeitos sobre o setor industrial, inclusive com rebatimentos regionais. Os indicadores de maio para a indústria, tanto no Brasil quanto no Ceará, confirmaram nova redução da produção e do número de empregados. Ademais, a utilização da capacidade instalada permanece abaixo da usual, enquanto que os estoques, já se ajustando às seguidas faltas de demanda, estão, pela primeira vez nos últimos 12 meses, abaixo do desejado pelos empresários.
 
Nesse contexto, as perspectivas de curto prazo do industrial cearense para as contratações de colaboradores, efetivação de investimentos e compras de matérias-primas permanecem, naturalmente, pessimistas. Já as expectativas sobre aumento de demanda para os próximos meses se mantiveram estáveis, enquanto que, para as exportações, foram sinalizados cenários futuros um pouco mais positivos. De forma geral, portanto, pode-se afirmar que os empresários do setor continuam incertos sobre uma recuperação da indústria, pelo menos nos próximos meses.
 
Essas foram as principais conclusões da pesquisa Sondagem Industrial realizada pelo Núcleo de Economia e Estratégia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria – CNI.