Publicidade

Divagando

por Iury Costa

Rasteira teatral

Por Iury Costa em Cotidiano

04 de agosto de 2018

Sabe aquelas pessoas na novela que sempre dão rasteira nos outros? Que fazem de tudo para alcançar o poder, ter status? Que passam por cima de qualquer pessoa que cruze o caminho, mesmo que seja um parente ou um amigo? A gente olha para a televisão e pensa que o autor exagera na criação dos personagens. Com certeza! Não é possível que existe um ser não vil e perigoso na vida real. Mas isso é o que a nossa mente pura acredita. Como não temos coragem de passar a perna em ninguém, achamos que não existe habitante ruim no planeta Terra. Mas a verdade é que a novela erra demais. A vida real é muito pior! São pessoas cruéis que você encontra durante sua trajetória, e infelizmente tem que enfrentar.

É uma pena, mas você sempre vai estar em desvantagem, já que, diferente dos bad guys, nós temos barreiras morais que não são ultrapassadas. Não somos capazes de tudo. Não teria coragem, por exemplo, de derrubar uma pessoa próxima, ou um amigo, para conseguir algo. Mas cuidado, pois eles são diferentes, e você pode estar no caminho deles. Droga de boa criação que tivemos, que nos impede de sermos maus! Mas o mundo não é um mar de rosas, e você precisa seguir a corrente, para não ficar para trás. A gente aprende com os outros, com o mundo a não ser tão complacente. Acho que isso vai se perdendo a cada mau exemplo que cruzamos durante a vida.

Mas como enfrentar esse povinho ruim? Acredite, melhor não enfrentar. A dica é jogar o jogo desse pessoal. Assim como fingem amizade com você, seja “amigo” também. Só não ultrapasse as tais barreiras morais. De resto, faça com que, de repente, estejam em seu tabuleiro. E fique esperando, super de boa, quando se enforcarem na própria corda. Ainda acredito que o destino não deixa passar, e se vinga por você. Carma. E também por que na novela o vilão, em algum momento, também vai se dar mal. Tomara que nisso os autores tenham acertado.

Foto: reprodução internet

 

 

Publicidade

Rasteira teatral

Por Iury Costa em Cotidiano

04 de agosto de 2018

Sabe aquelas pessoas na novela que sempre dão rasteira nos outros? Que fazem de tudo para alcançar o poder, ter status? Que passam por cima de qualquer pessoa que cruze o caminho, mesmo que seja um parente ou um amigo? A gente olha para a televisão e pensa que o autor exagera na criação dos personagens. Com certeza! Não é possível que existe um ser não vil e perigoso na vida real. Mas isso é o que a nossa mente pura acredita. Como não temos coragem de passar a perna em ninguém, achamos que não existe habitante ruim no planeta Terra. Mas a verdade é que a novela erra demais. A vida real é muito pior! São pessoas cruéis que você encontra durante sua trajetória, e infelizmente tem que enfrentar.

É uma pena, mas você sempre vai estar em desvantagem, já que, diferente dos bad guys, nós temos barreiras morais que não são ultrapassadas. Não somos capazes de tudo. Não teria coragem, por exemplo, de derrubar uma pessoa próxima, ou um amigo, para conseguir algo. Mas cuidado, pois eles são diferentes, e você pode estar no caminho deles. Droga de boa criação que tivemos, que nos impede de sermos maus! Mas o mundo não é um mar de rosas, e você precisa seguir a corrente, para não ficar para trás. A gente aprende com os outros, com o mundo a não ser tão complacente. Acho que isso vai se perdendo a cada mau exemplo que cruzamos durante a vida.

Mas como enfrentar esse povinho ruim? Acredite, melhor não enfrentar. A dica é jogar o jogo desse pessoal. Assim como fingem amizade com você, seja “amigo” também. Só não ultrapasse as tais barreiras morais. De resto, faça com que, de repente, estejam em seu tabuleiro. E fique esperando, super de boa, quando se enforcarem na própria corda. Ainda acredito que o destino não deixa passar, e se vinga por você. Carma. E também por que na novela o vilão, em algum momento, também vai se dar mal. Tomara que nisso os autores tenham acertado.

Foto: reprodução internet