Publicidade

Divagando

por Iury Costa

julho 2017

É chato ser fitness

Por Iury Costa em Cotidiano

01 de julho de 2017

Viver com saúde nunca esteve tão em alta. Todos procurando alimentos saudáveis para ingerir, fazer exercícios físicos regulares, e, no futuro, ter uma velhice bem para cima. Isso é uma maravilha! Sem falar que a qualidade de vida já melhora a partir de agora. Mas quando isso se transforma em obsessão, perde a graça, quando vira loucura mesmo. O problema, na verdade, não é a loucura consigo, mas quando passa a afetar outras pessoas, os objetivos de vida se tornam uma chatice!

Fui a uma confraternização (as tretas ultimamente têm acontecido em festas). Diversos amigos de longa data estavam por lá. Amigos que você sempre contava quando estava disposto a uma farra de pizza e Coca-Cola. Gente que hoje rejeita completamente a pizza e a Coca-Cola. Se não consomem, tudo bem, mas agora querer me obrigar a parar de comer, aí já é demais! Ficaram me monitorando em tudo que eu ingeria: “você vai comer isso?”, “refrigerante só tem açúcar”, “esse doce engorda”… Mas que coisa chata! Não vão conseguir seguidores dessa maneira.

Olha, acho que cada um decide a maneira que quer viver, e o tempo que quer passar na Terra. Uma coisa é conscientizar, e uma outra bem diferente é ser um doido que fica perturbando os outros até em uma festa. Se um dia eu sentir vontade, viro fitness. Mas hoje, quero ser feliz na minha farra de pizza e da Coca-Cola. Uma pena que não comam mas isso. Podem ficar com a rúcula, que eu vou ser feliz!

Foto: reprodução internet

leia tudo sobre

Publicidade

É chato ser fitness

Por Iury Costa em Cotidiano

01 de julho de 2017

Viver com saúde nunca esteve tão em alta. Todos procurando alimentos saudáveis para ingerir, fazer exercícios físicos regulares, e, no futuro, ter uma velhice bem para cima. Isso é uma maravilha! Sem falar que a qualidade de vida já melhora a partir de agora. Mas quando isso se transforma em obsessão, perde a graça, quando vira loucura mesmo. O problema, na verdade, não é a loucura consigo, mas quando passa a afetar outras pessoas, os objetivos de vida se tornam uma chatice!

Fui a uma confraternização (as tretas ultimamente têm acontecido em festas). Diversos amigos de longa data estavam por lá. Amigos que você sempre contava quando estava disposto a uma farra de pizza e Coca-Cola. Gente que hoje rejeita completamente a pizza e a Coca-Cola. Se não consomem, tudo bem, mas agora querer me obrigar a parar de comer, aí já é demais! Ficaram me monitorando em tudo que eu ingeria: “você vai comer isso?”, “refrigerante só tem açúcar”, “esse doce engorda”… Mas que coisa chata! Não vão conseguir seguidores dessa maneira.

Olha, acho que cada um decide a maneira que quer viver, e o tempo que quer passar na Terra. Uma coisa é conscientizar, e uma outra bem diferente é ser um doido que fica perturbando os outros até em uma festa. Se um dia eu sentir vontade, viro fitness. Mas hoje, quero ser feliz na minha farra de pizza e da Coca-Cola. Uma pena que não comam mas isso. Podem ficar com a rúcula, que eu vou ser feliz!

Foto: reprodução internet