Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa Archives - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa

Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa 2019 concedida a Roberto Macêdo

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

04 de junho de 2019

    Amanhã, na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, às 13 horas, ocorrerá a solenidade de entrega da Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa ao empresário Roberto Proença de Macêdo, por sua relevante contribuição ao desenvolvimento sustentável do Bioma Caatinga, no exercício de sua atuação empresarial.

      O empresário Roberto Macêdo possui grande sensibilidade para as questões ambientais, sendo um dos fundadores e parceiros da Associação Caatinga, que administra a Reserva Particular do Patrimônio Natural Serra das Almas, em Crateús – CE.

     Em reconhecimento de sua atuação, Roberto Macêdo já recebeu outros prêmios e medalhas, a exemplo da Medalha Boticário Ferreira, Prêmio Desenvolvimento Setorial (2010) e o Troféu Sereia de Ouro, em 2014.

    A solenidade foi cancelada, por motivos superiores, e nova data será informada pela Secretaria de Meio Ambiente.

Fonte: SEMA, 2019.

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – 2019

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

02 de Maio de 2019

     Segue até o dia 10 de maio de 2019, a indicação de candidatos ao Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa. O Prêmio é conduzido pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera, sob a coordenação da Secretaria de Meio Ambiente. Essa é a 15ª. Edição do Prêmio que, esse ano, deve agraciar uma pessoa física.

    Os agraciados com o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, desde 2005 até 2018, foram:

2005 – Patativa do Assaré

2006 – Associação Caatinga

2007- João Ambrósio Filho

2008 – Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC

2009 – Luiz Francisco de Souza

2010 – Mulheres da Caatinga

2011 – Afrânio Gomes Fernandes

2012 – The Nature Conservancy

2013 – Mauro Ferreira Lima

2014 – Fundação Araripe

2015 – Antônio Renato Lima Aragão

2016 – Cerâmica Torres Ltda.

2017 – Antônio Rocha Magalhães

2018 – Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará – FAEC

    Conforme o Decreto Estadual no 27.781, de 26 de abril de 2005, o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa é destinado a pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas, que tenham desempenhado ações que contribuem de maneira relevante para as questões relacionadas ao bioma Caatinga. Alternadamente, a cada ano, uma pessoa física e uma pessoa jurídica são agraciadas.

     A inscrição deve ser feita pela internet (aqui) com todos os documentos necessários à candidatura (comprovações de ações dos indicados). Qualquer cidadão pode indicar um candidato.

Fonte: SEMA, 2019; Fundação Bernardo Feitosa, 2019.

Publicidade

Dia Nacional da Caatinga – 28 de abril

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Meio Ambiente, Semiárido

27 de Abril de 2018

      A Caatinga está presente em nove Estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e Sergipe) e no norte do Estado de Minas Gerais, abrangendo cerca de 11% do território brasileiro.

      Dia 28/04 comemora-se o Dia Nacional da Caatinga, o que representa um importante momento para repensar a importância dese bioma para a população que vive nessas áreas, sobretudo a necessidade de se pensar o modelo de desenvolvimento pautado no viés sustentável, que permita a convivência harmoniosa entre o atividades econômicas e a proteção adequada dos recursos naturais.

         Conforme o banco de informações do Cadastro Nacional de Unidades de Conservação, vinte e cinco Unidades de Conservação  guardam 4 milhões de hectares de Caatinga. As mais recentes, criadas em abril/2018, são a Área de Proteção Ambiental e o Parque Nacional do Boqueirão da Onça (MMA, 2018).

      No dia 03 de maio, na Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE), em comemoração ao Dia Nacional da Caatinga, haverá a entrega da medalha Ambientalista Joaquim Feitosa, que neste ano (2018), será outorgado à Federação da Agricultura e Pecuária do Ceará, na pessoa de seu Presidente, Dr. Flávio Saboya.

     Fonte: MMA, 2018; ALCE, 2018.

 

 

Publicidade

FAEC receberá Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Meio Ambiente, Semiárido

19 de Abril de 2018

      O Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga (CRBC), durante reunião acontecida dia 10 de abril, na sede da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), aprovou, por unanimidade, a escolha da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC) para ser agraciada com a Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa este ano (2018).

     A solenidade de entrega está prevista para acontecer dia 3 de maio, às 14h, no Complexo das Comissões da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Segundo o Prof. Artur Bruno, Secretário Estadual, a escolha se deu pelo trabalho que a FAEC vem desenvolvendo por meio do Projeto Biomas: “Há mais de 10 anos, a instituição desenvolve ações que contribuem para o desenvolvimento da Caatinga”, lembrou.

     A instituição foi indicada por Nájila Cabral como reconhecimento ao trabalho da FAEC em prol do Bioma Caatinga, considerando seu papel preponderante para defender a instalação da área experimental no Estado, oferecendo o apoio técnico e logístico tanto na apresentação da região à equipe de coordenação nacional, quanto ao longo do desenvolvimento do mencionado projeto.

    O Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa foi instituído pelo CRBC, por meio do Decreto n° 27.781, de 26 de abril de 2005. O objetivo é homenagear uma pessoa física ou uma pessoa jurídica que atua na preservação e conservação da Caatinga e que, no desempenho de suas ações, tenha contribuído de forma relevante para o desenvolvimento sustentável do bioma, sendo alternadamente uma pessoa física e no seguinte, uma instituição. “Este ano o agraciado é pessoa jurídica”, explica Viviane Monte, da Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável, da SEMA.

Fonte: Assessoria de Comunicação da SEMA, 2018.

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – Edição 2018

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Meio Ambiente, Semiárido

28 de Março de 2018

     Este ano, 2018, em sua 14ª edição, o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa deverá agraciar uma pessoa jurídica pelos relevantes trabalhos e ações desenvolvidos em prol do Bioma Caatinga.

    O Prêmio é outorgado após eleição dos membros do Conselho Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga.

     Este ano, por ocasião da realização da II Conferência da Caatinga, o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa será entregue no dia 19 de junho, na abertura de mencionado evento, que ocorrerá na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

     As inscrições para concorrer ao prêmio encerram-se dia 06 de abril. Os documentos necessários à candidatura (com devidas comprovações dos indicados) devem ser enviados para o e-mail da Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável: codes@sema,ce,gov.br

     A escolha da pessoa jurídica seguirá os critérios: inexistência de pendências junto aos órgãos ambientais, sendo consultado os referidos órgãos públicos; desenvolvimento de atividades socioambientais no bioma Caatinga; realização de atividades para recuperação do bioma Caatinga; Área de abrangência no desenvolvimento dos trabalhos (local, estadual, nacional); Tempo de desenvolvimento de ações no bioma Caatinga; possuir prêmio e/ ou certificação ambiental.

    Qualquer pessoa pode encaminhar a indicação de nome para concorrer ao mencionado Prêmio. Mais informações, cliquem aqui.  E para acessar o regulamento completo, cliquem aqui.

 Fonte: SEMA, 2018.

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – 2017

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Meio Ambiente

25 de Abril de 2017

     Este ano, 2017, o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, em sua 12ª edição, tem como agraciado o Prof. Antônio Rocha Magalhães. Mencionado prêmio é uma outorga da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, sendo agraciada, alternadamente ano a ano, uma pessoa física ou uma pessoa jurídica, que tenha desenvolvido relevantes ações em prol do Bioma Caatinga.

     Conforme o de acordo com o Decreto Estadual nº 27.781, de 26/04/2005, que instituiu o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, a ser entregue no Dia Nacional da Caatinga, dia 28 de abril, para concorrer é necessário que a pessoa (física ou jurídica, pública ou privada) tenha prestado relevantes serviços voltados à melhoria da qualidade do bioma caatinga, assim como a criação e implantação de projetos visando sua recuperação e conservação e/ou tenha publicação de trabalhos científicos e literários na defesa e promoção do bioma caatinga.

     A escolha do agraciado é feita pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga, que é composto por 14 instituições, de forma paritária, das quais sete representam o Governo e sete a Sociedade Civil.

     Este ano, por motivo de força maior, a entrega do Prêmio acontecerá dia 19/05/2017 na Assembleia Legislativa do Ceará.

Antônio Rocha Magalhães – defesa em prol da Caatinga e das Terras Secas

     Ainda na década de 1990, quando o mundo discutia a operacionalização do conceito de Desenvolvimento Sustentável, o cearense de Canindé, Prof. Antônio Rocha Magalhães, coordenou a Conferência Internacional sobre Impactos das Variações Climáticas e Desenvolvimento Sustentável em Regiões Semiáridas (ICID), em Fortaleza, em 1992. Essa importante Conferência foi fundamental para que em junho de 1992, durante a Conferência das Nações Unidas para Meio Ambiente e Desenvolvimento, a chamada Rio92, os países assinassem a Convenção das Nações Unidas sobre Combate à Desertificação (UNCCD, sigla em inglês), produzida enquanto recomendação baseada nos estudos técnicos da ICID.

     Em 2010, o Prof. Antônio Rocha Magalhães coordenou a ICID+18, também chamada de ICID2010, a Conferência Internacional sobre o Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento das Regiões Semiáridas, realizada em Fortaleza, em agosto de 2010; da qual tive a honra e o privilégio de estar ao seu lado, auxiliando-o na organização, juntamente com colegas professores e técnicos da FUNCEME, do CGEE e do MMA.

     Em 2011, o Prof. Antônio Rocha Magalhães foi eleito presidente da Comissão Científica da Convenção das Nações Unidas sobre Combate à Desertificação, durante a 10ª Conferência das Partes (COP 10) da mencionada Convenção.

Breve currículo do Prof. Antônio Rocha Magalhães

    Em 2007, o Ministério do Meio Ambiente anunciou o nome do prof. Antônio Rocha Magalhães como candidato a comandar a Convenção das Nações Unidas sobre Combate à Desertificação. O currículo, abaixo, foi transcrito de mencionada candidatura com informações do Banco Mundial, do qual o Prof. Antônio Rocha Magalhães foi consultor.

    É economista graduado pela Universidade Federal do Ceará, com doutorado também em economia pela Universidade de São Paulo. Em 1968, ingressou na carreira de Técnico em Desenvolvimento Econômico do Banco do Nordeste. Em 1971, assumiu em Brasília o cargo Técnico em Planejamento e Pesquisa do IPEA. Em 1986, foi assessor especial do ministro do Planejamento para assuntos regionais. Em 1987, foi Secretário de Planejamento do Governo do Estado do Ceará. Em 1995 voltou ao Governo do Ceará como assessor para assuntos internacionais e, um ano depois, ingressou no Banco Mundial como Assessor Principal para o Brasil. Foi professor de teoria econômica na Universidade Federal do Ceará (1969/71) e professor visitante na Escola de Políticas Públicas Lyndon B. Johnson, na Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos (1995/96). Durante os anos em que não exerceu atividades no governo foi consultor de organizações nacionais e internacionais, como o PNUD, PNUMA, Banco Mundial, BID, IICA e CEPAL. Atualmente é consultor do CGEE, do MCTI, em Brasília.

Fonte: SEMA, 2017; Banco Mundial, 2007; UNCCD, 2010.

Foto: Ikone Eventos, 2010. ICID +18.

Publicidade

Prof. Renato Aragão receberá Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, no Dia Estadual da Caatinga

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

23 de Abril de 2015

    Na edição 2015 do Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, o prof. Renato Aragão deve ser agraciado, após escolha de seu nome pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga.

    Este ano quatro personalidades foram indicadas a concorrer ao prêmio: Prof. Antônio Rocha Magalhães, Roberto de Proença Macedo, Prof. Francisco Flávio Torres de Araújo e Prof. Antonio Renato Lima Aragão.

    A escolha pelos membros do Comitê deve ter sido uma tarefa difícil considerando a indubitável relevância da contribuição destas quatro pessoas à conservação do Bioma Caatinga, em prol do desenvolvimento sustentável.

    Na razão da indicação do nome do prof. Renato Aragão para concorrer ao Prêmio está expressa sua relevante contribuição à conservação dos recursos naturais em todo o Estado do Ceará, considerando sua vida pessoal e profissional dedicada à inserção da variável ambiental em todos os níveis de planejamento, desde a década de 1960, bem como seu compromisso em criar unidades de conservação no Bioma Caatinga.

    Prof. Renato Aragão, meus parabéns! O Ceará certamente tem essa configuração ambiental porque, em tempos remotos, pessoas como o senhor (e todos os indicados para o Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa) tiveram a sensibilidade de perceber a importância de se preocupar com a proteção dos recursos ambientais e tiveram, também, o compromisso de fazer, durante o exercício de sua vida profissional, as ações necessárias para viabilizá-la.

    A solenidade de entrega da comenda acontecerá no dia 28 de abril, em que se comemora o Dia Estadual da Caatinga, na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, às 15h.

Convite feito a todos os cidadãos!

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – edição 2015

    Na edição de 2015, a 10ª edição, do Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, uma pessoa física será agraciada pelos relevantes trabalhos e ações desenvolvidos em prol do Bioma Caatinga.

    Como ocorre em todos os anos, o Prêmio será entregue no Dia Nacional da Caatinga, dia 28/04, na Assembleia Legislativa do estado do Ceará.  Nesta ocasião, por decisão do Comitê Estadual da reserva da Biosfera da Caatinga, será comemorado também o centenário do Professor Joaquim Feitosa, engenheiro agrônomo e ambientalista.

     As inscrições para concorrer ao prêmio encerram-se dia 15 de abril. Os documentos necessários à candidatura (inscrição e currículos dos candidatos) devem ser enviados para os email: monica.carvalho@conpam.ce.gov.br e renata.bezerra@conpam.ce.gov.br.

     Qualquer pessoa pode encaminhar a indicação de nome para concorrer ao mencionado Prêmio, sempre com o envio as devidas comprovações das atividades desenvolvidas.

    Conforme assessoria da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), antigo Conpam, de acordo com o decreto nº 27.781 de 26/04/2005, a prestação de relevantes serviços voltados à melhoria da qualidade do bioma caatinga, assim como a criação e implantação de projetos visando sua recuperação e conservação; e/ou a publicação de trabalhos científicos e literários na defesa e promoção do bioma caatinga são os requisitos para a escolha do agraciado.

    Mais informações, a exemplo da ficha de inscrição e do regulamento, cliquem aqui.

Fonte: SEMA

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

02 de Abril de 2014

    No Ceará, o Conselho de Política e Gestão do Meio Ambiente (CONPAM), órgão ambiental formulador de política ambiental no Estado, está com inscrições abertas, até 10 de abril, para a 10ª edição do Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa.

     A comenda deve ser entregue a uma instituição, pública ou privada, que desenvolva trabalhos focados para o desenvolvimento sustentável da Caatinga.

     A escolha é feita pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga. O prêmio será entregue no dia 28 de abril, Dia Nacional da Caatinga, na Assembleia Legislativa do Ceará.

     Você pode indicar uma instituição! Mais informações, inclusive para baixar o formulário de inscrições, cliquem aqui.

Fonte: CONPAM

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – prorrogação do prazo para indicações

     Comentei em “post” recente que aproxima-se o dia 28 de abril, data em que se comemora o Dia Nacional da Caatinga. A programação da Semana Estadual da Caatinga pode ser encontrada aqui.

     O Comitê da Reserva da Biosfera prorrogou o prazo de recebimento de indicações, assim o Comitê recebe até o dia 17 de abril os currículos das pessoas físicas indicadas pelo público e pelas entidades.

     A divulgação do nome deve acontecer no dia 19 de abril. O tema abordado este ano será: Produtos e Serviços da Caatinga- Geração de renda e Consumo.

Publicidade

Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa – prorrogação do prazo para indicações

     Comentei em “post” recente que aproxima-se o dia 28 de abril, data em que se comemora o Dia Nacional da Caatinga. A programação da Semana Estadual da Caatinga pode ser encontrada aqui.

     O Comitê da Reserva da Biosfera prorrogou o prazo de recebimento de indicações, assim o Comitê recebe até o dia 17 de abril os currículos das pessoas físicas indicadas pelo público e pelas entidades.

     A divulgação do nome deve acontecer no dia 19 de abril. O tema abordado este ano será: Produtos e Serviços da Caatinga- Geração de renda e Consumo.