jeitos de mudar o mundo Archives - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

jeitos de mudar o mundo

Malala Day e o Mundo que queremos

     A Organização das Nações Unidas declarou em 2012 o Malala Day em homenagem a menina paquistanesa e sua bonita luta em prol da educação para as meninas, em seu país e no mundo inteiro.

    Este ano, 2014, o Malala Day é celebrado no dia de hoje 14 de julho. O Jornal The Washington Post publicou artigo escrito por Malala Yousafzai, do qual transcrevemos trechos abaixo:

Malala Yousafzai Fonte: Global Education Fisrt, 2013

Malala Yousafzai
Fonte: Global Education Fisrt, 2013

“Aniversários são momentos para seguir em frente. Nós olhamos para trás com gratidão a respeito do que se passou e decidimos que este ano nós seremos ainda mais fortes. Eu vivi o que muitas pessoas podem dizer ‘uma vida’. Eu tinha 11 anos quando comecei a falar contra o Talibã e pelo meu direito de ir à escola. Eu tinha 12 anos quando eu tive que deixar minha casa no Vale Swat no Paquistão quando o terrorismo e o extremismo se estabeleceram em minha cidade. Eu tinha 15 anos quando fui baleada pelo Talibã e quase morri, mas me foi dada uma outra vida. Eu tinha 16 anos quando eu, mais uma vez, levantei minha voz para os direitos da educação das meninas, desta vez em um cenário internacional. No fim de semana passado, eu completei 17 anos.”

“Ao celebrarmos o Malala Day, em 14 de julho, hoje, eu tenho esperança e desgosto. Pensei que tinha atingido um ponto de mudança na nossa história, que nunca mais viria outra menina enfrentar o que eu tive que enfrentar. Nunca imaginei que apenas um ano após o meu discurso da ONU, mais de 200 meninas seriam sequestradas na Nigéria por Boko Haram simplesmente por quererem ir à escola. Estas meninas são minhas irmãs”. “Todos os dias mulheres e meninas enfrentam desafios indizíveis. Mais de 66 milhões de meninas ainda estão fora da escola em todo o mundo. No Paquistão, as minhas irmãs são tiradas da escola e transformadas em noivas quando ainda são crianças. Na Índia, em maio deste ano, duas de minhas irmãs foram estupradas e mortas, seus corpos deixados pendurados em uma árvore. Eu me esforço para entender um ato tão devastador de violência”.

“Nenhum estudante, de qualquer lugar, nunca, deve ser um alvo de conflito ou violência. Não podemos ficar à margem e deixar que isso continue. Cada um de nós é responsável. Não podemos descansar até que tenhamos a justiça e a liberdade para cada menina e cada menino. Desde o último Malala Day, tenho trabalhado para ajudar minhas irmãs, levantando minha voz. Mas todos nós temos que fazer mais”.

“Eu sei que a educação é o que separa uma menina que está presa a um ciclo de pobreza, medo e violência para outro ciclo com uma chance de um futuro melhor”.

Para finalizar seu artigo, Malala nos chama a participar do mundo que queremos, nos chama à responsabilidade, notadamente, a dar voz aqueles que não conseguem.

“Nós levantamos a nossa voz para que aqueles que não têm voz possam ser ouvidos. Comprometemo-nos a não nos esquecermos daqueles que não têm voz. Não me canso de pedir a criação de um mundo no qual nós queremos viver. Não podemos perder a esperança, e não devemos parar de nos importarmos”.

  Concordo com as palavras de Malala, a seguir: “Somos mais fortes do que aqueles que nos oprimem, que procuram nos silenciar. Somos mais fortes do que os inimigos da educação. Somos mais fortes do que o medo, o ódio, a violência e a pobreza”.

Fonte: The Washinton Post/Malala Yousafzai

Publicidade

Qual é o mundo que queremos?

     Desde novembro de 2012 até maio de 2013, houve consulta pública para ouvir as vozes do mundo inteiro sobre a discussão de sustentabilidade ambiental para o que se deseja na agenda pós-2015. Durante esse período, conforme UNEP, foram 1100 submissões e comentários a respeito das temáticas oriundos de 173 países.

     Está agora disponível o rascunho do Relatório O Mundo que Queremos para comentários. Este processo de visualização e de comentários ficará disponível até 26 de julho e pode ser acessado aqui.

    O Relatório (Draft Report) informa que as respostas atuais são curtas para manter o passo da multiplicidade e complexidade das atividades humanas no planeta, que estão aumentando as desigualdades e provocando mudanças ambientais. Estas, por sua vez, incrementam a vulnerabilidade humana e prejudicam o bem-estar, particularmente das mulheres, crianças e pobres.

my_world_ONU

    Ainda conforme o Relatório, muitos compartilham do otimismo de que a inovação e as soluções integradas demonstram que temos conhecimento e capacidade para redirecionar a trajetória para o desenvolvimento sustentável e fazer uma agenda universal, que reflitam os objetivos comuns e que reflitam a realidade.

    As contribuições oriundas dos 173 países convergiram para a necessidade de transformação, particularmente na governança e na responsabilidade, na ação local e no empoderamento das populações locais, na educação e em mudanças econômicas.

    Convite feito! Caros leitores do Blog Verde, participem! Este é o momento de colocar na pauta mundial o que nós queremos, o que desejamos… inclusive para nossos filhos.

Publicidade

Meu Mundo – My World

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Educação Ambiental, Meio Ambiente

11 de Maio de 2013

A Organização das Nações Unidas está com consulta pública aberta na rede mundial de computadores para saber sua opinião sobre quais são as suas prioridades para o Mundo.

Fonte: ONU

Fonte: ONU

    My World (Meu Mundo) é uma pesquisa feita com cidadãos do mundo inteiro. A ideia é obter opiniões das pessoas, notadamente dos jovens, suas prioridades e seus pontos de vista, para que os líderes mundiais (tomadores de decisão) escutem suas vozes.

    Essa participação pública é imprescindível, importante, necessária e salutar para o processo de definição da nova agenda de desenvolvimento global para erradicar a pobreza.

    Eu já votei, é claro! Procuro participar, sempre, que me estão disponíveis e acessíveis os mecanismos legítimos de participação, a exemplo deste.

    Divulguem. Votem. Cliquem aqui para participar e escolher seis (06) prioridades, dentre as 12 disponíveis. Os resultados dessa consulta será apresentado ao Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e no final de maio ao Painel de Alto Nível de Pessoas Eminentes sobre a Agenda de Desenvolvimento da ONU Pós 2015.

Publicidade

Cenário atual dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio

    Estamos muito próximos de 2015, quando se encerra a data limite para que os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (Millennium Development Goals) sejam alcançados. No Brasil, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) são também chamados 8 jeitos de mudar o mundo.

Fonte: MDG 2012 Report/UNDP

Fonte: MDG 2012 Report/UNDP

    Acordados em 2000, os ODM têm o objetivo maior de combater a pobreza, por meio de oito metas, a saber:

ODM 1- Erradicar a extrema pobreza e a fome;

ODM 2 – Educação básica de qualidade para todos

ODM 3- Igualdade entre sexos e valorização da mulher

ODM 4- Reduzir a mortalidade infantil

ODM 5- Melhorar a saúde das gestantes

ODM 6- Combater a AIDS, a malária e outras doenças

ODM 7- Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente

ODM 8- Todo mundo trabalhando pelo Desenvolvimento

     O Blog Verde inicia hoje, caros leitores, em homenagem ao novo formato do Blog Verde, no novo endereço Tribuna do Ceará, mais uma série para trazer a vocês como estão os cenários, em âmbito mundial, de cada um dos ODM. Recentemente, a UNDP ou PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) publicou um Relatório, que serviu de base para a Conferência Global 2013 “Making the MDGs works”, em Bogotá, na Colômbia.

    O Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, comentou: “Alcançar os ODM até 2015 é desafiador, mas possível. Muito depende do cumprimento dos 8 ODM, que são uma parceria global para o desenvolvimento. A atual crise econômica que aflige grande parte do mundo desenvolvido não deve servir de justificativa para desacelerar ou reverter o progresso que tenha sido feito. Vamos avançar sobre os sucessos que temos alcançados até agora, e não vamos ceder até que todos os ODM sejam atingidos”.

    A cada dia traremos um dos ODMs tomando por base mencionado Relatório, o The Milennium Development Goals Report 2012.

 Fonte: UNDP

Publicidade

Cenário atual dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio

    Estamos muito próximos de 2015, quando se encerra a data limite para que os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (Millennium Development Goals) sejam alcançados. No Brasil, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) são também chamados 8 jeitos de mudar o mundo.

Fonte: MDG 2012 Report/UNDP

Fonte: MDG 2012 Report/UNDP

    Acordados em 2000, os ODM têm o objetivo maior de combater a pobreza, por meio de oito metas, a saber:

ODM 1- Erradicar a extrema pobreza e a fome;

ODM 2 – Educação básica de qualidade para todos

ODM 3- Igualdade entre sexos e valorização da mulher

ODM 4- Reduzir a mortalidade infantil

ODM 5- Melhorar a saúde das gestantes

ODM 6- Combater a AIDS, a malária e outras doenças

ODM 7- Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente

ODM 8- Todo mundo trabalhando pelo Desenvolvimento

     O Blog Verde inicia hoje, caros leitores, em homenagem ao novo formato do Blog Verde, no novo endereço Tribuna do Ceará, mais uma série para trazer a vocês como estão os cenários, em âmbito mundial, de cada um dos ODM. Recentemente, a UNDP ou PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) publicou um Relatório, que serviu de base para a Conferência Global 2013 “Making the MDGs works”, em Bogotá, na Colômbia.

    O Secretário Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, comentou: “Alcançar os ODM até 2015 é desafiador, mas possível. Muito depende do cumprimento dos 8 ODM, que são uma parceria global para o desenvolvimento. A atual crise econômica que aflige grande parte do mundo desenvolvido não deve servir de justificativa para desacelerar ou reverter o progresso que tenha sido feito. Vamos avançar sobre os sucessos que temos alcançados até agora, e não vamos ceder até que todos os ODM sejam atingidos”.

    A cada dia traremos um dos ODMs tomando por base mencionado Relatório, o The Milennium Development Goals Report 2012.

 Fonte: UNDP