energias renováveis Archives - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

energias renováveis

Energias renováveis e eficiência energética: itinerários formativos

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

07 de julho de 2018

   A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), do Ministério da Educação (MEC), em parceria com a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) publicou um documento com 10 sugestões de cursos para a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica: os Itinerários Formativos em Energias Renováveis e Eficiência Energética.

  Essa semana, no XIX Encontro Nacional de Geógrafos houve o lançamento deste livro “Itinerários Formativos em Energias Renováveis e Eficiência Energética”, tendo a frente um dos autores e coordenador do grupo de docentes, que elaborou o documento, prof. Titular Adeildo C. da Silva, do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Campus Fortaleza (foto abaixo).

     O XIX ENG 2018 está sendo realizado em João Pessoa/PB, no período de 01 e 07 de julho de 2018, com sede oficial na Universidade Federal da Paraíba/Campus I.

     O livro foi elaborado por docentes da Rede Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, que se reuniram em grupos de trabalho divididos nas áreas de energia solar, energia eólica, biogás e eficiência energética. O processo de elaboração dos currículos foi participativo e contou com diversos momentos de discussão com o setor produtivo , no sentido de garantir que o material elaborado estivesse de acordo com sua demanda.

    O livro está disponível para acesso gratuito aqui.

Fonte: Laboratório de Energias Renováveis e Conforto Ambiental (LERCA)/IFCE, 2018.

Publicidade

Fórum de Energia de Viena: Sessão Especial de 2018

Por Nájila Cabral em Meio Ambiente, Mudanças Climáticas

17 de Maio de 2018

     No período de 14 a 16 de maio de 2018, ocorreu a sessão especial do Fórum de Energia de Viena, no Centro Internacional de Viena, na Áustria, organizado sob os auspícios da Organização para o Desenvolvimento Industrial da ONU (UNIDO), Ministério Federal Austríaco para a Europa, Integração e Relações Exteriores (BMEIA), Agência Austríaca de Desenvolvimento (ADA), Instituto Internacional para Análise de Sistemas Aplicados (IIASA) e Energia Sustentável para Todos (SEforALL).

   O Fórum reuniu mais de 430 líderes de governos, sociedade civil, organizações internacionais e do setor privado. Incluiu plenárias e mesas redondas de alto nível em 14 de maio, seguidas por eventos paralelos e eventos especiais em 15 e 16 de maio. 

     O Fórum de Energia de Viena foi estabelecido em 2008 pelo governo austríaco, IIASA e UNIDO. O Fórum é realizado a cada dois anos e tem por finalidade explorar como a energia pode contribuir para enfrentar os desafios do desenvolvimento global, com base na premissa de que questões como pobreza, mudanças climáticas, segurança, saúde e renda estão intimamente ligadas à natureza, acessibilidade e acessibilidade dos sistemas energéticos existentes.

     O primeiro Fórum de Energia de Viena reuniu-se em Viena, na Áustria, de 22 a 24 de junho de 2009, com o tema “Rumo a uma agenda integrada de energia após 2020: assegurando políticas e investimentos sustentáveis”.

     O segundo Fórum de Energia de Viena, intitulado “Energia para Todos – Tempo de Ação”, esteve reunido em Viena de 21 a 23 de junho de 2011.

     Intitulado “Um Ano depois da Rio + 20: O Futuro Energético que Queremos”, o terceiro Fórum de Energia de Viena aconteceu em Viena de 28 a 30 de maio de 2013. O Fórum abordou energia sustentável no contexto da negociação da agenda de desenvolvimento pós-2015, um processo iniciado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável de 2012 (Rio + 20).

    O quarto Fórum de Energia de Viena intitulado “Energia Sustentável para o Desenvolvimento Inclusivo” foi realizado de 18 a 20 de junho de 2015, em Viena. O Fórum teve como objetivo contribuir para a agenda de desenvolvimento e os processos climáticos pós-2015, enfatizando seus múltiplos benefícios e mostrando as melhores práticas e ações no terreno.

    De 9 a 12 de maio de 2017 em Viena, Áustria, o quinto Fórum de Energia de Viena, intitulado “Energia Sustentável para a Implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o Acordo de Paris”. O evento teve como objetivo promover o diálogo sobre: o nexo entre energia, clima, transportes, alimentação, água e saúde; vínculos na implementação dos ODS e no Acordo de Paris sobre Mudança do Clima; e o papel da inovação como um impulsionador global para o crescimento sustentável.

Fonte: IISD, 2018.

    

Publicidade

Estado da Arte do armazenamento de energia e da inserção de fontes renováveis

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

21 de Fevereiro de 2018

   Acontecerá dias 19 e 20 de março de 2018, no Instituto de Energia e Ambiente (IEE), o Seminário Estado da Arte do armazenamento de energia e da inserção de fontes renováveis. Mencionado evento integra as atividades do Projeto de Pesquisa & Desenvolvimento ANEEL, PD-00061-0054/2016, “Análise da Eficiência do Armazenamento Complementar de Energia junto a Usinas Hidrelétricas, Utilizando Tecnologias de Armazenamento Eletroquímico e em Hidrogênio”, executado mediante Convênio com a Companhia Energética de São Paulo CESP, projeto estratégico associado à chamada ANEEL Nº 021/2016.
      O objetivo principal deste seminário é discutir o estado da arte em tecnologia de armazenamento de energia no mundo, com a participação de pesquisadores, reguladores e empreendedores do América Latina, EUA e Europa, bem como explorar o potencial de contribuição e benefícios do armazenamento para o Sistema Interligado Nacional (SIN).
     Serão debatidos aspectos técnicos, econômico, regulatórios e estratégias para a utilização do armazenamento como acelerador da inserção de energias renováveis modernas no Brasil. Em termos tecnológicos, as estratégias de armazenamento que serão foco do seminário serão principalmente eletroquímica e com base em hidrogênio.
     As inscrições são feitas, exclusivamente, por e-mail (comunicacao@iee.usp.br) enviando nome, e-mail, cargo e instituição. Aos interessados em saber mais, cliquem aqui.
    Fonte: IEE, USP, 2018
Publicidade

Fomento à pesquisa na área de energias renováveis, eficiência energética, recursos hídricos e tratamento da poluição – Chamada CNPq/BRICS 2017

Por Nájila Cabral em Água, Conservação da Natureza, Meio Ambiente

29 de novembro de 2017

     A Chamada no 2 do CNPq/MCTIC/BRICS-STI Nº 29/2017 deve apoiar projetos conjuntos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D&I) que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação do País, no âmbito da cooperação CNPq/BRICS-STI.

     Os interessados devem apresentar propostas nos termos estabelecidos no edital nas seguintes áreas temáticas:

– Recursos hídricos e tratamento da poluição;

– Energias novas e renováveis e eficiência energética;

– Biotecnologia e biomedicina, incluindo saúde humana e neurociências;

– Tecnologias de informação e computação de alta performance;

 – Ciências dos materiais incluindo nanotecnologia

– Prevenção e Monitoramento de Desastres Naturais.

     São objetivos desta Chamada:

– consolidar a cooperação científica e tecnológica entre o Brasil e os demais países integrantes do BRICS para alcançar resultados técnicos e científicos de nível mundial;

 apoiar o desenvolvimento de projetos conjuntos de investigação realizados por grupos de pesquisa dos países participantes que contribuam para melhoria da qualidade de vida das respectivas sociedades;

– promover a mobilidade e o desenvolvimento dos investigadores por meio dos projetos conjuntos de pesquisa;

– selecionar propostas de projetos conjuntos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação nas áreas elencadas nesta Chamada que contribuam para a formulação de políticas públicas dos países envolvidos;

 fortalecer o vínculo de pesquisadores dos países participantes nas áreas propostas.

     Mais informações, cliquem aqui. 

Fonte: CNPq/MCTI, 2017

Publicidade

Relatório Eficiência Energética 2016 – ONU

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Mudanças Climáticas

27 de outubro de 2016

      Em 10 de outubro, a Agência Internacional de Energia (sigla em inglês IEA) publicou o Relatório “Energy Efficiency Market Report 2016”, que diz que apesar dos preços baixos de energia em nível mundial, os avanços na eficiência energética no ano passado resultaram em uma melhoria de 1,8% da intensidade energética, ou seja, a quantidade de energia utilizada por unidade de produto interno bruto (PIB ) diminuiu.

     A maior parte dos ganhos, de acordo com mencionado relatório, era de países em desenvolvimento, países estes que não fazem parte da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). A China, em particular, diminuiu sua intensidade energética, em 5,6%, informa o relatório.

    A Agenda para o Desenvolvimento Sustentável 2030 e o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 7 (ODS7) reflete a ambição da eficiência energética por meio da meta 7.1 (obtenção de acesso universal à energia).

    O Relatório divulgado em outubro reforça o atendimento do ODS7 e exemplifica os esforços mundiais no alcance de melhoria de eficiência energética.

Fonte: ONU/UNEP

Publicidade

Opções de energias sustentáveis

     Recentemente, o programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP) publicou um Relatório para auxiliar os tomadores de decisão sobre alternativas a matriz energética, considerando os impactos ambientais oriundos de cada uma das alternativas.

    O Relatório Green Energy Choices: the benefits, risks and trade-offs of low carbon technologies for electricity production (Escolhas de Energia Verde: benefícios, riscos e compensações de tecnologias de baixo impacto para produção de eletricidade) fornece uma comparação global do potencial de mitigação de Gases de Efeito Estufa (GHG) considerando diferentes tecnologias de geração de energia, incluindo hidrelétrica, solar, geotérmica e eólica. Mencionado Relatório examina, também os impactos ambientais e de saúde dessas opções, e suas implicações para utilização dos recursos naturais.

      O Diretor Executivo do UNEP, Achim Steiner, informa que este relatório traz fortes evidências de que a eletricidade gerada a partir de fontes renováveis provoca menos poluição do que a gerada a partir dos combustíveis fósseis. Essa informação é muito importante para a agenda de desenvolvimento e para a busca do cenário que se quer para 2050.

     Acrescenta o Diretor Executivo do UNEP: “Minha esperança é que os tomadores de decisão usem as evidências científicas neste relatório para selecionar  uma combinação sustentável de tecnologias de energias que sejam as mais limpas e mais seguras e mais para as próximas décadas”.

     Aos interessados em ler o Relatório, na íntegra, cliquem aqui.

Fonte: UNEP

Publicidade

Concurso Internacional de Pinturas com temática Energia

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

16 de Março de 2015

    O Programa das Nações Unidas pelo Meio Ambiente (sigla em inglês, UNEP) lançou, no último dia 13/03, a 24ª edição do concurso anual de pinturas para crianças. Este ano o tema é “Nós temos a força” (We have the power), considerando a temática de energia renovável e das soluções de eficiência energética.

     Podem participar crianças de 9 a 14 anos e aos interessados em participar, cliquem aqui.

    A submissão das inscrições deve ir até 31 de maio. Os vencedores ganham prêmio em dinheiro, sendo o primeiro colocado com US$3.000,00 (três mil dólares), o segundo colocado com US$2.000,00 (dois mil dólares) e o terceiro colocado com US$1.000,00 (mil dólares),

Fonte: UNEP/TUNZA

Publicidade

O que você pode fazer para a Década da Energia Sustentável para todos

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

07 de junho de 2014

Esta semana, as Nações Unidas lançaram a Década da Energia Sustentável para todos 2014-2024 e todos podem, e devem, realizar algo em prol do necessário alcance da universalização ao acesso à energia. O esforço deve ser tanto da esfera governamental (em seus diferentes níveis), quanto do setor privado, da sociedade civil e da comunidade.

A ONU alerta que a Década da Energia Sustentável para todos 2014-2024 oferece uma oportunidade única para agir e buscar novos projetos e parcerias, sendo que o número de possibilidades no domínio da energia sustentável é extenso. A ONU ainda afirma que a Década pode ser o incentivo para explorar essas possibilidades e de se reunir com novos parceiros e criar novas oportunidades para si e para os outros.

A pergunta é: será que já exploramos todas as oportunidades de energia sustentável? Vamos pensar um pouquinho sobre como podemos auxiliar nesse processo?

Fonte: ONU

Publicidade

Uma Década da Energia Sustentável para todos 2014-2024

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

06 de junho de 2014

   Durante o discurso de abertura do Fórum Energia Sustentável para Todos (SE4ALL) em 04 de junho, 2014, na sede da ONU em Nova Iorque, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que um número crescente de pessoas “têm luz e poder, onde não havia nada antes.” Ele vê este Fórum como um local de encontro anual para a comunidade mundial de energia, onde se pode avaliar o progresso, inspirar e mobilizar novos parceiros, a fim de moldar um novo futuro energético.

SE4ALL_2014_Ban_Ki-moon

    As Nações Unidas lançaram a Década da Energia Sustentável para Todos 2014-2024, e anunciaram a dedicação dos dois primeiros anos da década para o eixo “Energia-Mulheres-Crianças-Saúde” (Energy-Women-Children-Health).

     O Presidente da Assembleia Geral da ONU, John Ashe, saudou o lançamento da Década da Energia Sustentável para Todos, observando progressos já realizados e que estes sejam considerados como um objetivo autônomo, em energia sustentável para todos, na atual proposta de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Ele também saudou a iniciativa do Secretário-Geral em convocar a Cúpula do Clima para setembro de 2014, alertando que esta seja uma oportunidade para a geração de soluções práticas e impulso político para se chegar a um acordo climático abrangente em 2015.

    O Fórum Energia Sustentável para Todos (SE4ALL) termina hoje, 06 de junho, e faz parte dos eventos da ONU em comemoração a Semana do Meio Ambiente. Traz três enfoques de discussões, a saber: acesso universal de energia, energias renováveis e eficiência energética.

Fonte: ONU

Publicidade

Dia Mundial da Água 2014 – Água e Energia

Por Nájila Cabral em Água, Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

22 de Março de 2014

Hoje, dia 22 de março, é o Dia Mundial da Água. O tema deste ano é Água e Energia, em virtude da interface de ambas temáticas.

Fonte: UNWater

Fonte: UNWater

Os objetivos deste dia é debatermos sobre o assunto no sentido de:

– aumentar a conscientização sobre a relação energia e água;

– contribuir para um diálogo político das questões de água e energia;

– identificar a formulação de políticas e questões de desenvolvimento sustentável, sobre a relação água e energia.

A Jornalista Helena Demes/SEST-SENAT informa que, em celebração do Dia Mundial da Água, o SEST/SENAT promove, em sua sede, a palestra “Preservar a água do planeta é cuidar da nossa saúde”, que acontecerá em 24 de março, às 15 h, com entrada gratuita.

Fonte: UNWater e SEST

Publicidade

Dia Mundial da Água 2014 – Água e Energia

Por Nájila Cabral em Água, Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

22 de Março de 2014

Hoje, dia 22 de março, é o Dia Mundial da Água. O tema deste ano é Água e Energia, em virtude da interface de ambas temáticas.

Fonte: UNWater

Fonte: UNWater

Os objetivos deste dia é debatermos sobre o assunto no sentido de:

– aumentar a conscientização sobre a relação energia e água;

– contribuir para um diálogo político das questões de água e energia;

– identificar a formulação de políticas e questões de desenvolvimento sustentável, sobre a relação água e energia.

A Jornalista Helena Demes/SEST-SENAT informa que, em celebração do Dia Mundial da Água, o SEST/SENAT promove, em sua sede, a palestra “Preservar a água do planeta é cuidar da nossa saúde”, que acontecerá em 24 de março, às 15 h, com entrada gratuita.

Fonte: UNWater e SEST