desmatamento Archives - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

desmatamento

Dia Internacional das Florestas – 21 de março

   Aproxima-se o Dia Internacional das Florestas. O tema deste ano é “Florestas e Mudanças Climáticas”, notadamente em virtude das necessárias ações, no mundo, de mitigação e adaptação ás mudanças climáticas.

    Este ano, na sede das Nações Unidas, em Nova York, por ocasião da comemoração desta data haverá o evento especial intitulado “Dia Internacional das Florestas: criar um clima futuro inteligente”, no dia 20 de março, das 10h às 13h.

    As florestas cobrem um terço do Planeta, realizam funções vitais em todo o mundo e fornecem significativos serviços ecossistêmicos. Conforme a ONU, cerca de 1,6 bilhão de pessoas – incluindo mais de 2.000 culturas indígenas – dependem das florestas para sua subsistência.

     Ainda conforme a ONU, as florestas possuem diversos ecossistemas e se constituem em habitat para mais de 80% das espécies terrestres de animais, plantas e insetos. Elas também fornecem abrigo, emprego e segurança para as comunidades que dependem da floresta. Portanto, desempenham um papel fundamental na nossa luta em adaptação e mitigação da mudança climática.

     No entanto, alerta a ONU, apesar de todos estes de valor inestimável, o desmatamento global continua a um ritmo preocupante – 13 milhões de hectares de floresta são destruídos anualmente. O desmatamento é responsável por 12% a 20% das emissões de gases de efeito estufa globais que contribuem para as alterações climáticas.

Fonte: ONU

Publicidade

Processo seletivo para gerenciar projeto em comunidades tradicionais e indígenas

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente, Preservação

11 de setembro de 2014

O Ministério do Meio Ambiente (MMA), parceiro do Banco Mundial nesta iniciativa, juntamente com a Fundação Nacional do Índio (Funai), abriu seleção para escolha de agência executora nacional que gerenciará o projeto Mecanismo de Doação Dedicada para Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais no Brasil (DGM-Brasil).

     Conforme Tinna Oliveira, da Ascom do MMA, as instituições que já demonstraram interesse têm até 26 de setembro para enviar as propostas para o e-mail dgmbrasil@gmail.com. A instituição selecionada atuará como secretariado do Comitê Gestor do Projeto.

      O DGM-Brasil, desenvolvido pelo Programa de Investimentos Florestais (FIP), tem como objetivo financiar ações visando reduzir os processos de desmatamento e degradação florestal em países tropicais. O projeto está sendo estabelecido para apoiar a participação dos povos indígenas e comunidades locais no desenvolvimento das estratégias de investimento, programas e projetos do FIP, além de promover modos de vida sustentáveis e adaptativos.

       A proposta da instituição interessada deve conter descrição das atividades já realizadas, apresentação da metodologia de trabalho e a lista e currículos de profissionais por área de especialização. A comissão de avaliação analisará as propostas recebidas dentro do prazo com base na adequação aos termos de referência.

       A instituição que tiver maior pontuação, entre os critérios de experiência, metodologia de trabalho, qualificações e competências da equipe, será convidada para as negociações e apresentação de proposta financeira. O Banco Mundial assinará um acordo de doação com a instituição selecionada.

Fonte: Tinna Oliveira/MMA

Publicidade

Exploração ilegal de recursos florestais – crime ambiental

     O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA ou UNEP, sigla em inglês) lançou hoje a publicação “The environmental crime crises – threats to sustainable development from ilegal exploitation and trade in wildlife and forest resources”.

    O Brasil, segundo mencionada publicação, é um dos países no mundo que tem feito esforço importante na redução do desmatamento, abordando a cadeia criminosa completa e suas redes.

     O exemplo é da diminuição dos níveis de desmatamento na Bacia Amazônica, que alcançou seu menor nível, em 2012, desde o início do monitoramento que se iniciou em 1988.

     Os dados apontam que a diminuição do desmatamento foi de 64 a 78% menor, dependendo da área. Esses resultados são fruto do esforço coordenado das operações e investigações policiais somados às interpretações de imagens de satélite (monitoramento).

    Interessante perceber que os autores da publicação recomendam que “muitas partes do mundo poderiam aprender com as medidas e ações desenvolvidas no Brasil” (Nellemann et al, 2014).

    Não se podem negar os esforços das agências governamentais para inibir, coibir e punir infrações e crimes ambientais cometidos por intermédio da exploração ilegal dos recursos florestais.

    Vale lembrar que a partir do dia 04 de agosto de 2014 (já publicamos aqui no Blog Verde), o acesso de usuários, pessoas físicas e jurídicas, ao Sistema Documento de Origem Florestal (DOF) será exclusivamente por meio de certificação digital; somando-se assim aos esforços e ações, no intuito de garantir que as transações eletrônicas dos produtos e subprodutos florestais sejam efetuadas com segurança.

Fonte: Nellemann, C.; Henriksen, R.; Raxter, P.; Ash, N.; Mrema, E. (Eds). The environmental crime crises – threats to sustainable development from ilegal exploitation and trade in wildlife and Forest resources. Nairobi: UNEP, 2014.

Publicidade

Combate ao desmatamento é intensificado

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

30 de dezembro de 2013

   Conforme notícia de Lucas Tolentino, do site do MMA, o governo federal trabalhará em conjunto com os nove Estados da Amazônia Legal para combater o desmatamento na região. Um acordo de cooperação firmado entre o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e as autoridades locais deve permitir a gestão florestal do bioma. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou que o acordo vai promover maior integração entre os governos locais e a esfera federal Conforme Lucas Tolentino, a parceria valerá pelos próximos três anos e atuará, entre outras ações, no aperfeiçoamento dos documentos de origem da madeira e no rastreamento dos veículos que fazem o transporte do material em território amazônico.

    Ainda segundo Lucas Tolentino, a medida vai apoiar as políticas públicas do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que têm contribuído para atingir taxas recordes de preservação florestal na região. O Brasil cumpriu 76% da meta voluntária de redução do desflorestamento prevista para 2020.

Fonte: MMA/Lucas Tolentino

Publicidade

Combate ao desmatamento é intensificado

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

30 de dezembro de 2013

   Conforme notícia de Lucas Tolentino, do site do MMA, o governo federal trabalhará em conjunto com os nove Estados da Amazônia Legal para combater o desmatamento na região. Um acordo de cooperação firmado entre o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e as autoridades locais deve permitir a gestão florestal do bioma. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou que o acordo vai promover maior integração entre os governos locais e a esfera federal Conforme Lucas Tolentino, a parceria valerá pelos próximos três anos e atuará, entre outras ações, no aperfeiçoamento dos documentos de origem da madeira e no rastreamento dos veículos que fazem o transporte do material em território amazônico.

    Ainda segundo Lucas Tolentino, a medida vai apoiar as políticas públicas do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que têm contribuído para atingir taxas recordes de preservação florestal na região. O Brasil cumpriu 76% da meta voluntária de redução do desflorestamento prevista para 2020.

Fonte: MMA/Lucas Tolentino