conferência científica Archives - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

conferência científica

3ª Conferência Científica da UNCCD

     A 3ª Conferência Científica da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD) acontecerá no período de 9 a 12 março de 2015, no México, com o tema geral: “A luta contra a desertificação, contra a degradação dos solos e contra a seca para a redução da pobreza e do desenvolvimento sustentável – a contribuição da ciência, a tecnologia, o conhecimento tradicional e práticas”.

    O evento será realizado durante a quarta sessão especial da Comissão de Ciência e Tecnologia (CST S-4) da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD).  Mencionada Conferência Científica tem como objetivo geral aproveitar gama de conhecimentos científicos, locais e tradicionais para alcançar o desenvolvimento sustentável e a redução da pobreza em áreas susceptíveis à desertificação, à degradação do solo e à seca.

    A conferência abordará três grandes desafios:

Diagnóstico de restrições: Como melhor caracterizar e compreender a vulnerabilidade e capacidade de adaptação dos ecossistemas e populações em regiões afetadas, incluindo regiões recém sensíveis às consequências das alterações climáticas?

Respostas: Como a promover a implementação de práticas e tecnologias mais adaptadas baseadas no conhecimento, histórias e lições de sucesso disponíveis?

Monitoramento e avaliação: Quais são os novos métodos de monitorização e avaliação disponível para avaliar a eficácia destas práticas e tecnologias?

    Convite feito. Ainda há tempo participar. Aos interessados, cliquem aqui para mais informações.

Fonte: UNCCD

Publicidade

3ª Conferência Internacional sobre adaptação às Mudanças Climáticas

      No período de 12 a 16 de maio, Fortaleza, no Ceará, sedia a 3ª Conferência Internacional sobre adaptação às Mudanças Climáticas.

Na programação, pesquisadores de renome e tomadores de decisão devem debater sobre os impactos climáticos e as opções de mitigação. Dentre os objetivos da Conferência estão:

– apresentar estudos de caso de impactos e existentes no mundo;

– explorar a contribuição de adaptações para o planejamento e para as decisões políticas;

– explorar as políticas e abordagens de mitigação, e compartilhar as estratégias para a tomada de decisão da escala internacional para escala local;

– introduzir novas ferramentas e metodologias para o financiamento de adaptação, monitoramento e avaliação.

A Conferência tem o suporte do CCST-INPE e do PNUMA (sigla em inglês UNEP). Tem, ainda, o apoio do CGEE e da SECITECE. Os brasileiros Prof. Dr. Antônio Rocha Magalhães (CGEE), Prof. Dr. Carlos Nobre (SEPED/MCTI), Prof. Dr. José Marengo (CCST/INPE) e Dra. Patrícia Pinho (CCST/INPE) estão dentre os membros do Comitê Internacional de Organização.

A data limite para inscrições é 05 de abril, aos interessados em saber mais e realizar inscrições cliquem aqui.

Convite feito! Ainda tem tempo de estar presente e participar!

Fonte: INPE

Publicidade

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Ceará

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Saúde Ambiental

26 de agosto de 2013

    Este ano, 2013, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) tem por tema “Ciência, Saúde e Esporte”, deve acontecer no período de 21 a 27 de outubro . No Ceará, a SNCT é coordenada pela SECITECE (Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará), tendo a frente o Coordenador, Prof. Francisco Carvalho, cujas atividades estarão concentradas na Arena Castelão.

    O Estado do Ceará em todas as edições do evento. No ano passado, foram 1.220 ações desenvolvidas, recorde de atividades. A exposição na praça Luiza Távora, em 2012, recebeu cerca de 5 mil visitantes, com destaque para os estudantes de escolas públicas e particulares

    Hoje, dia 26 de agosto, às 14:30h haverá Audiência Pública sobre a participação do Ceará na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2013, no Complexo de Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa do Ceará.

    Convite feito!Participem!

Publicidade

Sobral deve sediar Conferência Científica sobre Combate à Desertificação

     No período de 28 a 30 de agosto de 2013, Sobral, no Ceará, deve sediar a 1ª Conferência Científica da Iniciativa Latinoamericana e Caribenha de Ciência e Tecnologia para Implementação da UNCCD (Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação).

Fonte: ILACCT/UNCCD

Fonte: ILACCT/UNCCD

    Na programação, estão previstas mesas redondas com as seguintes temáticas: impactos socioeconômicos da desertificação, experiências exitosas de convivência em terras secas, a questão das águas em terras secas e tecnologias de luta contra a desertificação.

     O objetivo da Conferencia Científica consiste em avançar no conhecimento científico e tecnológico sobre as terras secas e os processos de desertificação, degradação da terra e efeitos da seca na região da América Latina e do Caribe. Serão discutidos os seguintes grandes eixos:

(1) Estado da desertificação, degradação da terra e seca (DDTS)

(2) Valoração socioeconômica e cultural dos impactos da DDTS;

(3) Manejo sustentável da terra.

     Aos interessados em mais informações, cliquem aqui.

Publicidade

5a. Conferência Nacional das Cidades – etapa municipal em Fortaleza

Hoje, 23 e amanhã, 24 de maio, Fortaleza realiza a sua etapa municipal do processo da 5ª. Conferência Nacional das Cidades, no Hotel Oásis Atlântico.

Fonte: Ministério das Cidades, 2013

Fonte: Ministério das Cidades, 2013

     Com o lema: Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana já!, os municípios  brasileiros deveriam realizar suas etapas municipais para a 5ª Conferência Nacional das Cidades, entre 1º de março a 15 de maio de 2013, conforme calendário oficial nacional.

     As etapas estaduais devem ocorre de 1º de julho a 28 de setembro de 2013 e a etapa nacional de 20 a 24 de novembro de 2013, em Brasília. Durante as conferências municipais e estaduais, devem ser definidas as diretrizes a serem debatidas na Conferência Nacional.

     A 5ª Conferência Nacional das Cidades teve seu processo inicial em 2012. A resolução Normativa n. 14, de 06/06/2012 aprovou o regimento interno da 5ª. Conferência Nacional das Cidades. Conforme mencionada Resolução, os objetivos da Conferência são:

I – propor a interlocução entre autoridades e gestores públicos dos Estados, Distrito Federal, Municípios e União com os diversos segmentos da sociedade sobre assuntos relacionados à Política e Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano;

II – sensibilizar e mobilizar a sociedade brasileira para o estabelecimento de agendas, metas e planos de ação para enfrentar os problemas existentes nas cidades brasileiras;

III – propiciar a participação popular de diversos segmentos da sociedade, considerando as diferenças de sexo, idade, raça e etnia, para a formulação de proposições e realização de avaliações sobre as formas de execução da Política e Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano e suas áreas estratégicas, e

 IV – propiciar e estimular a organização de conferências das cidades como instrumento para garantia da gestão democrática das políticas de desenvolvimento urbano nas regiões, Estados, Distrito Federal e Municípios.

    Portanto, a 5ª Conferência Nacional das Cidades tem por finalidade: avançar na construção da Política e do Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano; eindicar prioridades de atuação ao Ministério das Cidades.

     Para saber mais sobre o processo desta conferência, cliquem aqui.

Publicidade

Encontros preparatórios para Fórum Mundial de Ciência -2013

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

13 de outubro de 2012

     Em 2009, houve como principal resultado de encontros sobre Ciência e Tecnologia a formalização de uma Declaração Regional sobre o tema, que foi apresentada no décimo aniversário do Fórum Mundial de Ciência – 2009, em Budapeste, Hungria. O eixo principal dessa declaração é o estabelecimento de um plano estratégico regional orientado à resolução de problemas comuns que afetam esses países e à necessidade de introdução da temática da inclusão social nas políticas nacionais de CT&I.

     Essa iniciativa resultou na indicação da cidade do Rio de Janeiro para sediar a edição 2013 do Fórum Mundial de Ciência, que terá como tema central “Ciência para o Desenvolvimento Global”.

     Com a participação de um conjunto de atores que compõem o sistema nacional de CT&I, foi então criada, no final de 2011, a Comissão Executiva Nacional do Fórum Mundial de Ciência 2013, com funções relacionadas à participação do governo brasileiro na preparação, programação temática e coordenação institucional do Fórum Mundial a ser realizado em novembro de 2013. Essa Comissão reúne representantes de 12 entidades do setor (MCTI, ABC, SBPC, MRE, MEC-CAPES, CNPq, FINEP, CGEE, ANDIFES, CONSECTI, CONFAP e Escritório da UNESCO no Brasil).

     Pela importância do evento, em diferentes capitais brasileiras. Em cada um desses encontros serão discutidos temas relacionados aos principais desafios da ciência no século XXI, nos contextos nacional e internacional. Quatro temas transversais serão, porém, comuns aos 7 Encontros: (1) Educação em ciência; (2) Difusão e acesso ao conhecimento e interesse social; (3) Ética na ciência; (4) Ciência para o desenvolvimento sustentável e inclusivo.

     Ao final desse importante debate em nível nacional sobre o papel da ciência para o desenvolvimento global, pretende-se editar uma publicação final com a consolidação das proposições e principais conclusões das discussões realizadas, a ser lançada previamente ao Fórum Mundial de novembro de 2013.

Confira o local e datas previstas para os 07 Encontros Preparatórios do Fórum Mundial de Ciência:

1º. Encontro Preparatório

São Paulo/SP, de 29 a 31/08/2012

2º. Encontro Preparatório

Belo Horizonte/MG, em 29 e 30/10/2012

3º. Encontro Preparatório

Manaus/AM, de 28 a 30/11/2012.

4º. Encontro Preparatório

Salvador/BA, previsto para dezembro/2012

5º. Encontro Preparatório

Recife/PE, em 2013

6º. Encontro Preparatório

Porto Alegre/RS, em 2013

7º. Encontro Preparatório

Brasília, DF, em 2013.

Fonte: CGEE, 2012.

Publicidade

2a Conferência Científica da UNCCD e ILACCT

Por Nájila Cabral em Meio Ambiente, Preservação

28 de agosto de 2012

Fortaleza sediará de 04 a 08 de fevereiro de 2013, a 2ª. Conferência Científica da UNCCD, cujo lançamento oficial no Palácio Iracema, aconteceu no último dia 22 de agosto, com a presença do Ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp.

Para mais informações sobre a 2a Conferência da UNCCD, clique aqui

O prazo para submissão de trabalhos científicos é 31 de agosto. Para envio dos resumos, clique aqui.

Foto: Arquivo pessoal

      Antes de mencionada conferência, Sobral sediará a Iniciativa Latinoamerica e Caribenha de Ciência e Tecnologia para a Implementação da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação – ILACCT, no período de 30 de janeiro e 1o de fevereiro de 2013.

       Conforme informações dos organizadores, o tema central da ILACCT é “O valor das terras secas”. O prazo para envio de trabalhos científicos é até o dia 20 de setembro de 2012, e envio posterior de trabalho completo, com data limite de entrega para o dia 16 de novembro de 2012. Tanto os resumos como os trabalhos completos deverão ser enviados por correio eletrônico, no seguinte e-mail: ilacct@sobral.ce.gov.br

 

Publicidade

Fortaleza sediará Conferência Científica da Convenção das Nações Unidas de Combate a Desertificação

Por Nájila Cabral em Desertificação, Meio Ambiente, Semiárido

25 de julho de 2012

Em fevereiro de 2013, Fortaleza sediará a 2ª Conferência Científica da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD). Conforme informação do Comitê Organizador o foco temático é  a “avaliação econômica da desertificação, da gestão sustentável da terra e da resiliência de zonas áridas, semiáridas e sub-úmidas secas”.

A conferência deve ser estruturada em torno dos dois temas-chave:

Impactos econômicos e sociais da desertificação, da degradação do solo e da seca;

– Custos e benefícios das políticas e práticas abordando a desertificação, a degradação da terra e a seca.

Fonte: http://2sc.unccd.int/home

Os resultados devem trazer recomendações aos tomadores de decisão sobre os temas-chave citados que são importantes para o planejamento de políticas de convivência com o semiárido e de reversão de passivos ambientais.

Não é a primeira vez que o Fortaleza é palco de importantes Conferências Internacionais. Podemos citar a realização, em fevereiro/1992, da ICID (Conferência Internacional sobre Impactos de Variações Climáticas e Desenvolvimento Sustentável em Regiões Semiáridas), cujas recomendações dos Grupos de Trabalho serviram de base para a Rio-92.

Outro importante evento internacional, em agosto/2010, foi a ICID + 18 (Segunda Conferência Internacional: Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento em Regiões Semiáridas), com a participação de 6072 pessoas de 76 países dos cinco continentes.

Na Rio+20, o secretário executivo da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD), Sr. Luc Gnacadja comentou que em 2030, a demanda por alimentos vai aumentar em 50%, a demanda de água em 40% e a de energia em 35%, portanto “precisamos de terra para atender a essas necessidades, mas se continuarmos com os negócios como de costume, não vamos encontrar nenhum deles, assim cada um de nós deve fazer um compromisso voluntário para tornar neutra a degradação da terra”.

A chamada de trabalhos está aberta aqui.

Publicidade

Fortaleza sediará Conferência Científica da Convenção das Nações Unidas de Combate a Desertificação

Por Nájila Cabral em Desertificação, Meio Ambiente, Semiárido

25 de julho de 2012

Em fevereiro de 2013, Fortaleza sediará a 2ª Conferência Científica da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD). Conforme informação do Comitê Organizador o foco temático é  a “avaliação econômica da desertificação, da gestão sustentável da terra e da resiliência de zonas áridas, semiáridas e sub-úmidas secas”.

A conferência deve ser estruturada em torno dos dois temas-chave:

Impactos econômicos e sociais da desertificação, da degradação do solo e da seca;

– Custos e benefícios das políticas e práticas abordando a desertificação, a degradação da terra e a seca.

Fonte: http://2sc.unccd.int/home

Os resultados devem trazer recomendações aos tomadores de decisão sobre os temas-chave citados que são importantes para o planejamento de políticas de convivência com o semiárido e de reversão de passivos ambientais.

Não é a primeira vez que o Fortaleza é palco de importantes Conferências Internacionais. Podemos citar a realização, em fevereiro/1992, da ICID (Conferência Internacional sobre Impactos de Variações Climáticas e Desenvolvimento Sustentável em Regiões Semiáridas), cujas recomendações dos Grupos de Trabalho serviram de base para a Rio-92.

Outro importante evento internacional, em agosto/2010, foi a ICID + 18 (Segunda Conferência Internacional: Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento em Regiões Semiáridas), com a participação de 6072 pessoas de 76 países dos cinco continentes.

Na Rio+20, o secretário executivo da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD), Sr. Luc Gnacadja comentou que em 2030, a demanda por alimentos vai aumentar em 50%, a demanda de água em 40% e a de energia em 35%, portanto “precisamos de terra para atender a essas necessidades, mas se continuarmos com os negócios como de costume, não vamos encontrar nenhum deles, assim cada um de nós deve fazer um compromisso voluntário para tornar neutra a degradação da terra”.

A chamada de trabalhos está aberta aqui.