Um novo paradigma para o desenvolvimento: a felicidade - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Um novo paradigma para o desenvolvimento: a felicidade

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

22 de Janeiro de 2014

      A resolução 65/309, datada de 25/08/2011, da Assembleia Geral das Nações Unidas, considerando os padrões insustentáveis de produção e consumo que podem impedir o desenvolvimento sustentável e reconhecendo a necessidade de abordagem mais inclusiva e equitativa do crescimento econômico que promova a erradicação da pobreza, a felicidade e o bem estar de todos os povos, fez um convite aos países membros a desenvolver novos indicadores que contribuíssem para agenda de desenvolvimento, inclusive para a agenda pós-2015.

     O Reino de Butão publicou em 2013 o Relatório Felicidade: em direção a um novo paradigma de desenvolvimento (Hapiness: towards a new development paradigm), em que coloca sua experiência para construção de indicadores que incorporem a felicidade e o bem-estar.

      Conforme Jigmi Thinley, do Comitê New Development Paradigm, comenta que “tempo nunca foi mais oportuno para reorientar o objetivo do desenvolvimento para a felicidade humana e o bem-estar de toda a vida. Há um crescente consenso global sobre a necessidade e a urgência de um novo modelo, holístico. Esperamos que este relatório possa fornecer modesta contribuição para este esforço mundial”.

     Ao longo desta semana, o Blog Verde traz algumas das informações deste Relatório em que o Reino de Butão oferece ao mundo um novo modelo de paradigma de desenvolvimento.

Fonte: NDP Steering Committee and Secretariat, 2013. Happiness: Towards a New Development Paradigm. Report of the Kingdom of Bhutan.

Publicidade aqui

Um novo paradigma para o desenvolvimento: a felicidade

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

22 de Janeiro de 2014

      A resolução 65/309, datada de 25/08/2011, da Assembleia Geral das Nações Unidas, considerando os padrões insustentáveis de produção e consumo que podem impedir o desenvolvimento sustentável e reconhecendo a necessidade de abordagem mais inclusiva e equitativa do crescimento econômico que promova a erradicação da pobreza, a felicidade e o bem estar de todos os povos, fez um convite aos países membros a desenvolver novos indicadores que contribuíssem para agenda de desenvolvimento, inclusive para a agenda pós-2015.

     O Reino de Butão publicou em 2013 o Relatório Felicidade: em direção a um novo paradigma de desenvolvimento (Hapiness: towards a new development paradigm), em que coloca sua experiência para construção de indicadores que incorporem a felicidade e o bem-estar.

      Conforme Jigmi Thinley, do Comitê New Development Paradigm, comenta que “tempo nunca foi mais oportuno para reorientar o objetivo do desenvolvimento para a felicidade humana e o bem-estar de toda a vida. Há um crescente consenso global sobre a necessidade e a urgência de um novo modelo, holístico. Esperamos que este relatório possa fornecer modesta contribuição para este esforço mundial”.

     Ao longo desta semana, o Blog Verde traz algumas das informações deste Relatório em que o Reino de Butão oferece ao mundo um novo modelo de paradigma de desenvolvimento.

Fonte: NDP Steering Committee and Secretariat, 2013. Happiness: Towards a New Development Paradigm. Report of the Kingdom of Bhutan.