Sistema de Alerta Precoce à Desertificação - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Sistema de Alerta Precoce à Desertificação

  O objetivo do Sistema de Alerta Precoce à Desertificação (SAP) é prover as bases técnicas para formular estratégias que reduzam desastres e, ainda, serve de fonte de informação para sociedade e para os governos.

   O SAP desenvolvido pelo INPE (Institutop nacional de pesquisas Espaciais) permite a integração e assimilação de dados espaciais e temporais, nos âmbitos biogeofísico e socioeconômico, nas diferentes escalas temporais e espaciais.

   A base de dados do SAP é constituída por dados censitários, precipitação acumulada, pedologia, uso e ocupação do solo, focos de queimadas, índice de aridez, dentre outros. os dados são disponibilizados no formato raster ou vetorial.

    O SAP cobre a área do semiárido nordestino e intenciona identificar os Indicadores Regionais de Desertificação (RDIs) e Áreas Ambientalmente Sensíveis (ESAs), de modo a contribuir com a relação causa e efeito da degradação e da seca, de maneira a fornecer informações importantes aos tomadores de decisão nas ações, necessárias e prementes, de mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

  Para os que desejam mais informações, cliquem aqui.

Fonte: INPE

Publicidade aqui

Sistema de Alerta Precoce à Desertificação

  O objetivo do Sistema de Alerta Precoce à Desertificação (SAP) é prover as bases técnicas para formular estratégias que reduzam desastres e, ainda, serve de fonte de informação para sociedade e para os governos.

   O SAP desenvolvido pelo INPE (Institutop nacional de pesquisas Espaciais) permite a integração e assimilação de dados espaciais e temporais, nos âmbitos biogeofísico e socioeconômico, nas diferentes escalas temporais e espaciais.

   A base de dados do SAP é constituída por dados censitários, precipitação acumulada, pedologia, uso e ocupação do solo, focos de queimadas, índice de aridez, dentre outros. os dados são disponibilizados no formato raster ou vetorial.

    O SAP cobre a área do semiárido nordestino e intenciona identificar os Indicadores Regionais de Desertificação (RDIs) e Áreas Ambientalmente Sensíveis (ESAs), de modo a contribuir com a relação causa e efeito da degradação e da seca, de maneira a fornecer informações importantes aos tomadores de decisão nas ações, necessárias e prementes, de mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

  Para os que desejam mais informações, cliquem aqui.

Fonte: INPE