Consultoria ambiental em manejo sustentável da Caatinga - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Consultoria ambiental em manejo sustentável da Caatinga

     Tem edital aberto, no Ministério do Meio Ambiente, por meio do Projeto de Organismo Internacional PNUD – BRA/11/001, para consultores na área ambiental, para realizar o trabalho de elaboração de proposta para a difusão de boas práticas de manejo sustentável de caatinga para a pecuária, por meio:

 1) do levantamento e sistematização de técnicas de manejo e experiências bem sucedidas de manejo sustentável de caatinga para a pecuária,

 2) da análise dos fatores ambientais e socioeconômicos que impediram a adoção das técnicas e a difusão das experiências bem sucedidas, em larga escala, de manejo de caatinga para pecuária; e

 3) da identificação das oportunidades e medidas necessárias para a adoção em larga escala do manejo sustentável da caatinga para a pecuária.

     A data limite para inscrição me 17/07/2013. A duração da consultoria são seis meses. Maiores informações, cliquem aqui.

     O BRA/11/001 é um projeto da Secretaria de Biodiversidade e Florestas – SBF que tem como objetivo cooperar com o empenho nacional de implementar os dispositivos da Convenção sobre a Diversidade Biológica, da Convenção sobre Zonas Úmidas de Importância Internacional (Convenção de Ramsar), da Convenção das Nações Unidas de Combate a Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca – UNCCD e do Programa Antártico Brasileiro – PROANTAR, ao prover suporte técnico ao Ministério do Meio Ambiente ao:

1) contribuir para a implementação de compromissos assumidos na Convenção sobre a Diversidade Biológica;

2) Planejar as políticas publicas integrando as diretrizes e programas das Convenções sobre a Diversidade Biológica e a Convenção sobre Zonas Úmidas de Importância Internacional (Convenção de Ramsar);

 3) Promover ações e atividades do segmento ambiental do Programa Antártico Brasileiro relacionadas a acordos internacionais associados ao Sistema do Tratado da Antártica; 4) Implementar ações para a conservação e uso sustentável da caatinga, visando o combate a desertificação e a mitigação dos efeitos da seca.

Publicidade aqui

Consultoria ambiental em manejo sustentável da Caatinga

     Tem edital aberto, no Ministério do Meio Ambiente, por meio do Projeto de Organismo Internacional PNUD – BRA/11/001, para consultores na área ambiental, para realizar o trabalho de elaboração de proposta para a difusão de boas práticas de manejo sustentável de caatinga para a pecuária, por meio:

 1) do levantamento e sistematização de técnicas de manejo e experiências bem sucedidas de manejo sustentável de caatinga para a pecuária,

 2) da análise dos fatores ambientais e socioeconômicos que impediram a adoção das técnicas e a difusão das experiências bem sucedidas, em larga escala, de manejo de caatinga para pecuária; e

 3) da identificação das oportunidades e medidas necessárias para a adoção em larga escala do manejo sustentável da caatinga para a pecuária.

     A data limite para inscrição me 17/07/2013. A duração da consultoria são seis meses. Maiores informações, cliquem aqui.

     O BRA/11/001 é um projeto da Secretaria de Biodiversidade e Florestas – SBF que tem como objetivo cooperar com o empenho nacional de implementar os dispositivos da Convenção sobre a Diversidade Biológica, da Convenção sobre Zonas Úmidas de Importância Internacional (Convenção de Ramsar), da Convenção das Nações Unidas de Combate a Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca – UNCCD e do Programa Antártico Brasileiro – PROANTAR, ao prover suporte técnico ao Ministério do Meio Ambiente ao:

1) contribuir para a implementação de compromissos assumidos na Convenção sobre a Diversidade Biológica;

2) Planejar as políticas publicas integrando as diretrizes e programas das Convenções sobre a Diversidade Biológica e a Convenção sobre Zonas Úmidas de Importância Internacional (Convenção de Ramsar);

 3) Promover ações e atividades do segmento ambiental do Programa Antártico Brasileiro relacionadas a acordos internacionais associados ao Sistema do Tratado da Antártica; 4) Implementar ações para a conservação e uso sustentável da caatinga, visando o combate a desertificação e a mitigação dos efeitos da seca.