7 milhões de pessoas morrem, no mundo, em virtude da poluição do ar - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

7 milhões de pessoas morrem, no mundo, em virtude da poluição do ar

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente, Saúde Ambiental

26 de Março de 2014

  As novas estimativas do último relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde), divulgado ontem, dia 25 de março, relatam que em 2012 cerca de 7 milhões de pessoas morreram em consequência da exposição à poluição. Conforme a OMS, isso significa dizer que uma em cada oito do total de mortes está relacionada à poluição do ar. Reduzir a poluição do ar poderia salvar, portanto, milhares de vidas.

    Conforme o Relatório da OMS, as novas estimativas têm por base não apenas o conhecimento sobre as doenças causadas pela poluição do ar, mas também sobre uma melhor avaliação da exposição humana aos poluentes do ar, considerando o uso de medidas mais precisas e de novas tecnologias. Com isso, os cientistas puderam fazer uma análise mais detalhada sobre os riscos para a saúde, a partir de uma distribuição demográfica mais ampla, que inclui áreas rurais, bem como urbanas.

     O Relatório também traz a discriminação de mortes atribuídas a tipos de doenças, considerando que a maioria das mortes por poluição do ar está vinculada a doenças cardiovasculares, conforme o que se segue:

40% – doença isquêmica do coração;

40% – acidente vascular cerebral;

11% – doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)

6% – câncer de pulmão;

3% – infecções respiratórias agudas em crianças.

Aos interessados em saber mais, cliquem aqui.

Fonte: WHO

Publicidade aqui

7 milhões de pessoas morrem, no mundo, em virtude da poluição do ar

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente, Saúde Ambiental

26 de Março de 2014

  As novas estimativas do último relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde), divulgado ontem, dia 25 de março, relatam que em 2012 cerca de 7 milhões de pessoas morreram em consequência da exposição à poluição. Conforme a OMS, isso significa dizer que uma em cada oito do total de mortes está relacionada à poluição do ar. Reduzir a poluição do ar poderia salvar, portanto, milhares de vidas.

    Conforme o Relatório da OMS, as novas estimativas têm por base não apenas o conhecimento sobre as doenças causadas pela poluição do ar, mas também sobre uma melhor avaliação da exposição humana aos poluentes do ar, considerando o uso de medidas mais precisas e de novas tecnologias. Com isso, os cientistas puderam fazer uma análise mais detalhada sobre os riscos para a saúde, a partir de uma distribuição demográfica mais ampla, que inclui áreas rurais, bem como urbanas.

     O Relatório também traz a discriminação de mortes atribuídas a tipos de doenças, considerando que a maioria das mortes por poluição do ar está vinculada a doenças cardiovasculares, conforme o que se segue:

40% – doença isquêmica do coração;

40% – acidente vascular cerebral;

11% – doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)

6% – câncer de pulmão;

3% – infecções respiratórias agudas em crianças.

Aos interessados em saber mais, cliquem aqui.

Fonte: WHO