Dia Nacional da Caatinga - 2017 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Dia Nacional da Caatinga – 2017

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Semiárido

28 de Abril de 2017

     Hoje, 28/04, comemora-se o Dia Nacional da Caatinga. Bioma único no mundo, abriga uma população considerável que se utiliza dos seus recursos naturais para manutenção de sua vida. Portanto, a gestão sustentável dos recursos naturais vai ao encontro da necessária e urgente abordagem estratégica de proteção ambiental, para a recuperação da biodiversidade, do solo e da água; e estratégias sociais, que permitam a melhoria da qualidade de vida das pessoas que ali morem.

    O Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) financiou, no Ceará e na Bahia, no período de 2007 a 2013, o Projeto Mata Branca – Manejo e Conservação da Caatinga, cuja síntese do relatório final está disponível aqui. Houve, no Ceará, significativos avanços para as comunidades beneficiadas com recursos, integrantes dos 68 municípios que fizeram parte do Projeto Mata Branca. No entanto, muito ainda há o que se realizar, implementar e dar continuidade para a melhoria das condições de vida e, prioritariamente, a manutenção da biodiversidade no Bioma Caatinga.

    O Serviço Florestal Brasileiro, em 2010, lançou uma publicação intitulada “Uso sustentável e conservação dos recursos florestais da Caatinga”, que pode auxiliar gestores ambientais e os municípios que façam parte do Bioma Caatinga. Mencionada publicação é parte do projeto MMA/PNUD/GEF/BRA/02/G31. Aos interessados em ter acesso na íntegra, cliquem aqui. 

    O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) apoia o projeto “Manejo do uso sustentável da terra no semiárido do nordeste Brasileiro”, que está sendo realizado em Sergipe, com o suporte financeiro do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e com o governo estadual.

    No último dia 25/04/2017, como parte das comemorações ao Dia Nacional da Caatinga, Sergipe realizou o I Workshop da Caatinga, no qual o diretor técnico nacional do projeto pelo Ministério do Meio Ambiente, Sr. Valdemar Rodrigues, apresentou o conceito das Unidades de Recuperação de Áreas Degradadas (URAD), “uma metodologia que parte do princípio de que as ações de recuperação de áreas degradadas são de pequeno porte e de custo baixo, que envolve a participação da comunidade local”.

Fonte: SBF, 2010; GEF, 2015; PNUD, 2017.

Publicidade aqui

Dia Nacional da Caatinga – 2017

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Semiárido

28 de Abril de 2017

     Hoje, 28/04, comemora-se o Dia Nacional da Caatinga. Bioma único no mundo, abriga uma população considerável que se utiliza dos seus recursos naturais para manutenção de sua vida. Portanto, a gestão sustentável dos recursos naturais vai ao encontro da necessária e urgente abordagem estratégica de proteção ambiental, para a recuperação da biodiversidade, do solo e da água; e estratégias sociais, que permitam a melhoria da qualidade de vida das pessoas que ali morem.

    O Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) financiou, no Ceará e na Bahia, no período de 2007 a 2013, o Projeto Mata Branca – Manejo e Conservação da Caatinga, cuja síntese do relatório final está disponível aqui. Houve, no Ceará, significativos avanços para as comunidades beneficiadas com recursos, integrantes dos 68 municípios que fizeram parte do Projeto Mata Branca. No entanto, muito ainda há o que se realizar, implementar e dar continuidade para a melhoria das condições de vida e, prioritariamente, a manutenção da biodiversidade no Bioma Caatinga.

    O Serviço Florestal Brasileiro, em 2010, lançou uma publicação intitulada “Uso sustentável e conservação dos recursos florestais da Caatinga”, que pode auxiliar gestores ambientais e os municípios que façam parte do Bioma Caatinga. Mencionada publicação é parte do projeto MMA/PNUD/GEF/BRA/02/G31. Aos interessados em ter acesso na íntegra, cliquem aqui. 

    O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) apoia o projeto “Manejo do uso sustentável da terra no semiárido do nordeste Brasileiro”, que está sendo realizado em Sergipe, com o suporte financeiro do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e com o governo estadual.

    No último dia 25/04/2017, como parte das comemorações ao Dia Nacional da Caatinga, Sergipe realizou o I Workshop da Caatinga, no qual o diretor técnico nacional do projeto pelo Ministério do Meio Ambiente, Sr. Valdemar Rodrigues, apresentou o conceito das Unidades de Recuperação de Áreas Degradadas (URAD), “uma metodologia que parte do princípio de que as ações de recuperação de áreas degradadas são de pequeno porte e de custo baixo, que envolve a participação da comunidade local”.

Fonte: SBF, 2010; GEF, 2015; PNUD, 2017.