Arquivos Maio 2015 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

Maio 2015

Dia Mundial do Meio Ambiente – 2015

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

28 de Maio de 2015

  “Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com moderação”. Este é o tema do Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano, 2015.

   Conviver com os limites impostos pelo Planeta é, talvez, a principal estratégia para assegurar um futuro saudável. A prosperidade dos seres humanos não deve prejudicar a Terra. Viver de modo sustentável é fazer mais e melhor com o mínimo. Viver de modo sustentável tem relação direta com o conhecimento da capacidade de suporte dos recursos ambientais e dos impactos que ocorrem no ambiente oriundo do crescimento econômico.

    O tema deste ano do Dia Mundial do Meio Ambiente permite repensar a maneira como nós, cidadãos no mundo inteiro, estamos lidando com os recursos limitados do Planeta. Permite repensar o modo de consumo das pessoas que, em muitas vezes, supera o que o Planeta pode prover.

   Muitos ecossistemas na Terra se encontram com a qualidade ambiental comprometida. Outros estão em processos de degradação, alguns de modo irreversível… Isso é justo?

   Conforme a ONU (Organização das Nações Unidas), em 2050, se os padrões de consumo e produção permanecerem os mesmos, serão necessários três planetas Terra para dar suporte ao nosso modo e estilo de vida.

    E o que você está fazendo?  Sonhar é o primeiro passo para transformar este mundo e permitir o Futuro que Queremos. Imagine o que 7 bilhões de sonhos podem fazer para mudar a realidade!

   Quer compartilhar seu sonho e fazer uma promessa? Clique aqui e junte-se a milhares de pessoas no Time dos Sonhos (Dream Team).

Fonte: ONU/UNEP

 

Publicidade

Dia Mundial da Biodiversidade

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

23 de Maio de 2015

   Ontem, 22 de maio, foi comemorado o Dia Mundial da Biodiversidade. O dia celebra o aumento da consciência da importância da biodiversidade e das ações de proteção, em todo o mundo.

    O tema deste ano “Biodiversidade para o Desenvolvimento Sustentável” reflete os esforços que estão sendo feitos, em todos os níveis, para o estabelecimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, cuja agenda de desenvolvimento pós-2015 deve envolver o período de 2015 a 2030.

    O Brasil, conforme noticiado aqui no Blog Verde, estabeleceu em 20 de maio, o novo marco legal da biodiversidade, que foi muito bem aceito pela comunidade internacional e elogiado pelo Secretário Geral da ONU, Ban Ki-moon.

Fonte: UNEP

Publicidade

Novo marco legal brasileiro sobre biodiversidade

  Hoje, 20 de maio, o Brasil instituiu o novo marco legal de Biodiversidade. Conforme a Assessoria de Comunicação do Ministério do Meio Ambiente, o dispositivo definirá o acesso ao patrimônio genético e ao conhecimento tradicional associado e entrará em vigor 180 dias depois da publicação no Diário Oficial da União. O objetivo da matéria é desburocratizar o processo e estimular o desenvolvimento sustentável.

     Conforme a Presidente, a legislação representa um novo momento no incentivo à pesquisa científica no país: “Temos condições para ganhar a corrida na área da biotecnologia e fazer a diferença na geração de conhecimento, emprego e renda”, afirmou.

     Daqui a dois dias, o mundo comemora o Dia Internacional de Biodiversidade. Portanto, foi dado mais um importante passo para a proteção da biodiversidade, no território nacional, e para o cumprimento de acordos multilaterais ambientais.

Fonte: MMA

Publicidade

Consulta pública para eleger Prêmio Nacional de Biodiversidade

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

19 de Maio de 2015

    Até hoje, 19 de maio, cidadãos podem votar e escolher o projeto que receberá o Prêmio Nacional de Biodiversidade, categoria Prêmio Especial – Júri Popular.

     Mencionado Prêmio é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente. O objetivo do MMA é destacar propostas que visem a melhoria ou manutenção do estado de conservação das espécies da biodiversidade brasileira. Ao reconhecer o mérito dessas iniciativas, o Ministério também contribui para a implantação das Metas de Aichi para a Biodiversidade, conforme menciona a assessoria de comunicação do MMA.

    Este ano, 2015, concorrem 18 projetos selecionados pela Comissão Julgadora. A entrega do Prêmio Nacional de Biodiversidade acontecerá no dia 22 de maio, em que se comemora o Dia Internacional da Biodiversidade.

    Eu já votei. Os interessados em exercer o voto, cliquem aqui.

Fonte: MMA

Publicidade

Manejo Florestal Sustentável Integrado na Caatinga

    Instituto Nacional do Semiárido deve divulgar hoje, 18 de maio de 2015, o resultado dos selecionados para realizar o curso de formação em Manejo Florestal Sustentável Integrado na Caatinga Instituto Nacional do Semiárido.

   O curso de formação complementar para profissionais de iniciativa privada ou de instituições públicas que atuam em ações de planejamento florestal, gestão e extensão na caatinga é uma promoção do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), processo BRA/07/018, em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade Federal de Campina Grande – Campus Patos.

     Dentre o conteúdo programático estão: Módulo I – Introdução ao Manejo da Caatinga; Módulo II – Aspectos Legais do Manejo da Caatinga; Módulo III – Planejamento Florestal da Propriedade; Módulo IV – Inventário Florestal Módulo; V – Planejamento, elaboração, análise e implantação de sistemas de manejo florestal; Módulo VI – Manejo Agrosilvopastoril da Caatinga; Módulo VII – Viabilidade econômica do manejo florestal e agrosilvopastoril da Caatinga.

Fonte: Edital no1/2015 – INSA

Publicidade

Produtos madeireiros e manejo de fauna silvestre

     O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) publicou a Instrução Normativa (IN) no9/2015, que estabelece os procedimentos para autorização do aproveitamento da matéria-prima florestal, proveniente de empreendimentos licenciados pelo Ibama.

     O intuito da IN no 9/2015 é propiciar, e modo mais criterioso, o uso e o controle da matéria-prima para espécies de alto valor comercial. Com isso, tornam-se mais claras as regras de uso múltiplo das florestas.

     Outra Instrução Normativa, a de no 10/2015, também publicada esta semana, estabelece os procedimentos para a organização física de produtos florestais madeireiros em áreas de exploração florestal e em estabelecimentos industriais, comerciais ou consumidores de recursos florestais.

     A ideia da IN no 10/2015 é padronizar a disposição espacial dos produtos e os métodos de medição de volumes, com benefícios para o controle por parte da fiscalização ambiental e também para o próprio setor de base florestal.

     A outra Instrução Normativa publicada, esta em conjunto com o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), a INC no 02/2015 tem por objetivo evitar eventuais equívocos interpretativos no que se refere à disciplina do procedimento de aprovação do plano de manejo de fauna em vida livre contido no inciso IV, do Art. 2o, da Instrução Normativa Conjunta no 1/2014.

     Aos interessados em ler na íntegra, cliquem aqui. 

Fonte: Ibama

Publicidade

Simpósio Internacional de Proteção contra Descargas Atmosféricas – 2015

     A Universidade de São Paulo e o Instituto de Energia e Meio Ambiente, em parceria com o Institute of Electrical and Eletronics Engineers (IEEE) promove o XIII Simpósio Internacional de Proteção contra Descargas Atmosféricas, no período 28 de setembro a 2 de outubro de 2015, no Balneário Camboriú, Santa Catarina.

     O Simpósio se constitui em um dos fóruns de apresentação, discussão e difusão das técnicas mais modernas relativas à proteção e aterramento contra descargas atmosféricas e seus efeitos, promovendo o intercâmbio de conhecimentos entre diversas instituições, do Brasil e do exterior, que desenvolvem estudos relacionados ao tema, promovendo troca de experiências entre pesquisadores, alunos e profissionais do setor.

descarga_atmosferica_IEE_USP_2015

    Este ano os temas abordados no evento serão:

– Física e caracterização das descargas

– Sistemas de detecção e localização de descargas atmosféricas

– Proteção de linhas de transmissão e de subestações

– Proteção de redes de distribuição de média e de baixa tensão

– Proteção de estruturas e instalações

– Proteção de sistemas eletrônicos e de telecomunicações

– Aterramentos elétricos

– Compatibilidade eletromagnética

– Proteção de equipamentos

– Testes e normalização

– Acidentes e prejuízos causados por descargas atmosféricas

     As inscrições seguem até dia 01 de junho de 2015, e podem ser feitas aqui. 

     Aos pesquisadores, professores e estudantes de mestrado, doutorado e pós-doutorado, uma informação importante: todos os trabalhos aprovados e apresentados no XIII SIPDA serão publicados na base de dados do IEEE Xplore, sendo que há intenção de ser feita edição especial da revista Electric Power Systems Research (Qualis A1) que conterá versões dos principais artigos selecionados.

Fonte: IEE/USP. Foto retirada do site do XIII SIPDA 2015.

Publicidade

Fórum de Florestas – 2015

   A 11ª Sessão do Fórum de Florestas está acontecendo desde o dia 04 e segue até dia 15 de maio, na Sede da ONU, em Nova York.

    O Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC, sigla em inglês) criou em outubro de 2000, o Fórum de Florestas da Nações Unidas (UNFF, sigla em inglês), com o objetivo de promover “a gestão, conservação e desenvolvimento sustentável de todos os tipos de florestas e reforçar os compromissos políticos de longo prazo para este fim”, que tem por base a Declaração do Rio e, ainda, no capítulo 11 da Agenda 21.

    As reuniões de alto nível estão sendo realizadas. O Grupo de Trabalho 1 tem discutido o draft (esboço) da Declaração intitulada “Futuro arranjo internacional para as florestas que queremos”. O Grupo de Trabalho 2 tem deliberado sobre o draftArranjo Internacional para as florestas após 2015”.

Fonte: UNFF 11

Publicidade

Casa Passiva – Edifícios com elevada eficiência energética

Em tempos de necessidade de poupar energia e de minimizar as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) para atmosfera, o conceito da Casa Passiva pode ser uma adequada alternativa.

    A Passivhaus, em alemão, (Passive House, em inglês) é um conceito que surgiu na Alemanha, que imprime a eficiência energética e o conforto térmico aos edifícios, durante todo o ano, mesmo considerando climas frios ou quentes.

     A ideia é que qualquer edificação, em qualquer lugar, possa se tornar uma Casa Passiva, desde que os conceitos sejam aplicados. Portanto, a Casa Passiva é mais do que um edifício de baixo consumo energético.

    Ao se transformar um edifício em Casa Passiva é possível se alcançar uma economia de até 75%, uma vez que as temperaturas no interior dos edifícios são mantidas em níveis de conforto aos seus usuários, independente da temperatura do ar exterior, se mais elevada ou mais reduzida.

     O Instituto Federal do Ceará (IFCE), por meio do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Gestão Ambiental (PGTGA) e do Laboratório de Energias Renováveis e Conforto Ambiental (LERCA), trouxe, dias 5 e 6 de maio, a Profa. Fernanda Rodrigues, da Universidade de Aveiro, Portugal, para ministrar um curso de curta duração, para ampliar o conceito da Casa Passiva, bem como fomentar parcerias entre ambas as instituições, com vistas a aplicar esse conceito em edificações no Ceará e no Brasil.

Fonte: LERCA/IFCE

Publicidade

Cadastro Ambiental Rural (CAR) é prorrogado por um ano

    O Decreto Federal no. 8.439, de 29/04/2015, publicado no Diário Oficial da União do dia 30/04/2015, delegou a competência ao Ministério do Meio Ambiente para prorrogar o prazo do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

    Na prática, o CAR deve ser prorrogado a partir de hoje, 4 de abril,  por um ano, para todos os estados brasileiros.

    O Cadastro Ambiental Rural se constitui em um cadastro eletrônico, que é obrigatório para todos os proprietários de imóveis rurais, previsto pelo atual Código Florestal (Lei no 12.651/2012), e que tem por finalidade integrar as informações sobre a situação das Áreas de Preservação Permamente (APP) e das Áreas de Reserva Legal (ARL), das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa.

Fonte: DOU, 2015.

Publicidade

Cadastro Ambiental Rural (CAR) é prorrogado por um ano

    O Decreto Federal no. 8.439, de 29/04/2015, publicado no Diário Oficial da União do dia 30/04/2015, delegou a competência ao Ministério do Meio Ambiente para prorrogar o prazo do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

    Na prática, o CAR deve ser prorrogado a partir de hoje, 4 de abril,  por um ano, para todos os estados brasileiros.

    O Cadastro Ambiental Rural se constitui em um cadastro eletrônico, que é obrigatório para todos os proprietários de imóveis rurais, previsto pelo atual Código Florestal (Lei no 12.651/2012), e que tem por finalidade integrar as informações sobre a situação das Áreas de Preservação Permamente (APP) e das Áreas de Reserva Legal (ARL), das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa.

Fonte: DOU, 2015.