Arquivos outubro 2014 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

outubro 2014

Juventude e Meio Ambiente

     Por iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, foi lançada a 1ª edição da Revista Juventude e Meio Ambiente, em parceria com o Conselho Nacional de Juventude, Secretaria Nacional de Juventude, como uma das ações do Programa Nacional de Juventude e Meio Ambiente.

    Conforme a Assessoria de Comunicação do MMA, mencionada edição é referente ao primeiro semestre de 2014. Foram recebidas 60 contribuições, das quais 24 foram selecionadas, usando como critérios a garantia da diversidade de abordagens e a fidelidade do conteúdo com o tema sugerido.

    A segunda edição está em andamento. Quem tiver interesse em participar deve enviar material até o dia 10 de novembro via e-mail juventude.meioambiente@mma.gov.br ou pelos correios. Jovens de 15 a 29 anos podem se inscrever na categoria de fotos, charges, reportagens, poemas, artigos livres e acadêmicos (apenas neste item, também podem participar adultos). O material produzido deve ser instigado pelo tema “Quais são os nossos objetivos para mudar o mundo e como mobilizar a sociedade, comprometendo o poder público local e todos os setores para com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável?”.

   Para ter acesso a revista na íntegra, cliquem aqui. 

Fonte: MMA

Publicidade

Aprovação de teste de vacina contra Ebola no Hospital Universitário de Lausanne

Por Nájila Cabral em Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente, Saúde Ambiental

29 de outubro de 2014

   Ontem, dia 28/10, a Organização Mundial da Saúde, saudou a Swissmedic, pela sua aprovação dos testes de vacina contra o Ebola, no Hospital Universitário de Lausanne, na Suiça.

     A Swissmedic é a autoridade reguladora suíça de produtos terapêuticos, e aprovou para teste com uma vacina experimental contra Ebola. Este é o último passo para dar vacinas seguras e eficazes contra a doença, sendo a fase de teste a ser implementada, o mais rápido possível.

     A aprovação significa que a vacina pode ser usada em cerca de 120 indivíduos em Lausanne. O julgamento, que está recebendo o apoio da OMS, é o último de uma série de ensaios que estão em curso no Mali, no Reino Unido e nos Estados Unidos.

     Os testes em Lausanne devem começar, ainda, esta semana, com os primeiros resultados esperados para dezembro de 2014.

Fonte: OMS

Publicidade

Expogeração – Micro e Minigeração de Energia no Ceará

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

28 de outubro de 2014

    Com informações da Assessoria de Comunicação da FIEC, acontece hoje (28/10) e amanhã (29/10), a ExpoGeração 2014 e o I Seminário sobre Micro e Minigeração Distribuída. , com promoção do Sindienergia-CE, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Ceará. O evento, que será realizado na FIEC, a partir das 18h30, debaterá a Micro e Minigeração como uma solução real para influenciar a Matriz Energética Brasileira para os próximos anos, diante da atual crise no setor.

    O encontro reunirá representantes e entidades da área como a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Energie Agentur, COELCE, SEBRAE, SENAI e a ONG Greenpeace além de empresas que já atuam no setor de soluções no Nordeste.

    O objetivo do Encontro é debater, apresentar os avanços e as oportunidades de aprimoramento da Resolução Normativa Nº 482/2012, que trata das regras destinadas para instalação de geração distribuída. A resolução determina que os “brasileiros possam produzir sua própria energia elétrica a partir de pequenas centrais geradoras que utilizam fontes com base em energia solar, eólica, biomassa ou cogeração qualificada, conectadas à rede de distribuição por meio de instalações de unidades consumidoras”. A microgeração é a geração de energia até 100KW de potência, e a minigeração, de 100KW a 1MW.

      Conforme a organização do evento, o desafio com a Expogeração é estimular o mercado para criar linhas de crédito para o setor, conscientizar o governo e a população que é uma boa solução e capacitar e regulamentar a atividade.

     Podem participar do evento: empresários, engenheiros, arquitetos, ambientalistas, formadores de opinião, estudantes e jornalistas. As inscrições podem ser feitas aqui.

Fonte: FIEC/ Assessoria de Comunicação

Publicidade

Oficina de criação de RPPN

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

27 de outubro de 2014

    No período de 4 a 6 de novembro, o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente- CONPAM, promove a I Oficina de Criação e Gestão de reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN no estado do Ceará.

    O evento traz discussões importantes sobre o processo de criação, sobre os benefícios que os proprietários podem usufruir, sobre plano de manejo e outras variáveis.

    Na programação entidades com reconhecido conhecimento e trabalho na área como a Associação Caatinga.

   Para saber mais, cliquem aqui. 

Fonte: CONPAM

Publicidade

Mudanças Climáticas: implicações no setor da agricultura

     O 5º Relatório de Avaliação do IPCC é a análise mais atualizada, compreensível e relevante concernente às mudanças climáticas que estão acontecendo no mundo.

   Os efeitos das mudanças climáticas na produção de alimentos têm sido evidentes em muitas regiões no Planeta, ocasionando, muitas vezes, em impactos negativos mais do que em impactos positivos.

    A UNEP lançou a publicação intitulada “Climate Change: Implications for Agriculture”, que traz informações interessantes sobre os impactos das mudanças climáticas no setor da agricultura, bem como informações de como as políticas públicas podem ser reorientadas para mitigar e se conviver com os efeitos das mudanças climáticas, considerando um aumento de temperatura de até 3º C.

    Aos interessados no texto na íntegra, cliquem aqui. 

Fonte: UNEP

Publicidade

Gerenciamento Costeiro e Planejamento Espacial Marinho

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

23 de outubro de 2014

No período de 3 a 7 de novembro, em Brasília, deve acontecer a Jornada de Gerenciamento Costeiro e Planejamento Espacial Marinho, promovida pelo Departamento de Zoneamento Territorial, do MMA.

   São vários eventos, a saber:

– III Seminário Internacional Projeto SMC – Brasil, no dia 03 de novembro. O objetivo é promover a difusão dos resultados e aprendizados do Projeto SMC-Brasil, no âmbito do Acordo de Cooperação Técnica entre o Brasil e a Espanha, que se encerra em 2014. O público alvo são gestores federais, estaduais e municipais; representantes da Academia, do Legislativo e do Ministério Público; representantes da sociedade civil e do setor privado, além de organizações ambientalistas, com interesse e atuação no tema.

– Seminário Nacional de Gerenciamento Costeiro, no dia 04 de novembro. O objetivo é promover a troca de experiências entre os responsáveis pelo gerenciamento costeiro nos estados e a coordenação nacional, de modo a orientar as ações nos próximos anos. O público alvo são os coordenadores e as equipes estaduais do Gerenciamento Costeiro; e equipes das Superintendências Regionais do Patrimônio da União (SPU).

– 50ª Sessão ordinária do Grupo de Integração do Gerenciamento Costeiro (Gi-Gerco), no dia 05 de novembro. Tem por o objetivo de promover uma reflexão sobre a implementação do Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro e principalmente apontar caminhos a seguir e desafios a superar. Público alvo: Membros do Grupo de Integração do Gerenciamento Costeiro; representantes das coordenações estaduais de Gerenciamento Costeiro.

– Seminário Internacional: Planejamento Integrado do espaço marinho, que acontece nos dias 06 e 07 de novembro. Público alvo: setores atuantes na zona costeira;gestores e técnicos federais, estaduais e municipais; representantes da Academia, do Legislativo e do Ministério Público; representantes da sociedade civil, além de organizações ambientalistas, com interesse e atuação no tema.

    Para saber mais, cliquem aqui.

Fonte: MMA.

Publicidade

Curso gratuito de especialização em Elaboração e Gerenciamento de projetos para a gestão municipal de recursos hídricos

Por Nájila Cabral em Água, Desenvolvimento Sustentável, Governos Locais, Meio Ambiente

22 de outubro de 2014

Olha que boa notícia para gestores municipais! A Agência Nacional das Águas (ANA) em conjunto com o IFCE (Instituto Federal do Ceará) está com vagas abertas para o curso de especialização em Elaboração e Gerenciamento de projetos para a gestão municipal de recursos hídricos. O curso é gratuito.

São 200 vagas para todo o Brasil, ofertadas no edital Edital PRPI/DEAD Nº 001/2014, sendo 40 vagas para cada uma das regiões Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O curso é semipresencial.

As inscrições estão abertas desde 20 de outubro e seguem até 10 de novembro de 2014, com início das aulas em dezembro de 2014. A duração do curso é de 18 meses,  com previsão de 03 encontros presenciais (nos primeiros 12 meses) nas cidades polos, a saber: Manaus, Fortaleza, Brasília, São Paulo e Florianópolis. 

O curso de especialização deve atender seguinte público-alvo: técnicos oriundos de:

– serviço público (municipal, estadual ou federal) dos setores relacionados com recursos hídricos (agricultura, obras, saneamento, meio ambiente e planejamento);

– agências de desenvolvimento;

– secretarias de estado e de desenvolvimento regional e de política urbana;

– associações regionais e federações de municípios;

– agências reguladoras de saneamento.

O candidato obrigatoriamente deve:

possuir graduação (qualquer área);

ser servidor com vínculo efetivo com a administração pública municipal, estadual ou federal; e

estarem liberados e autorizados pelo órgão de origem para as atividades acadêmicas (presenciais e a distância) exigidas pelo curso.

Para saber mais, acessem edital completo aqui.

Fonte: IFCE

Publicidade

Protocolo de Nagoya e as metas de biodiversidade

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

21 de outubro de 2014

    Durante a COP 12, na Coreia do Sul, a Diretora da Divisão de Direito Ambiental e de Convenções da UNEP, a Sra. Elizabeth Mrema, comentou sobre os cenários que se aproximam considerando os desafios de se atingirem as metas de biodiversidade de Aichi.

    Mencionada diretora lembrou que os seres humanos consideram possuir recursos ecológicos saudáveis o suficiente para reformar os sistemas econômicos, garantindo a distribuição equitativa dos recursos de apoio à vida, num mundo de população crescente.

     No entanto, o cenário futuro aponta que os seres humanos serão obrigados a desenvolverem suas atividades socioeconômicas com bem menos opções do que as que temos hoje.

     Ela destacou a importância do alcance da Meta 16 de Aichi que foi a entrada em vigor, dia 19/10, do Protocolo de Nagoya, aprovado na COP 10, no Japão, ratificada por 51 países.

    “O Protocolo de Nagoya foi concebido para ser uma ferramenta poderosa para ajudar países para estabilizar e reabilitar seus ambientes frágeis, garantindo que mais pessoas se beneficiem dos dividendos fornecidos pelo capital natural do Planeta”, afirmou Elizabeth Mrema, em seu discurso.

    Importante lembrar que o Brasil não é signatário do Protocolo de Nagoya, pois o Congresso nacional não ratificou mencionado Protocolo em razão da pressão do agronegócio.

Fonte: UNEP

Publicidade

Sustentabilidade em recursos hídricos

   No período de 31 de outubro e 1º de novembro, a ONG Grupo de Interesse Ambiental (GIA) promove o Fórum Sustentabilidade em Recursos Hídricos no semiárido, no auditório do DNOCS, em Fortaleza/CE.

Fonte: GIA, 2014.

Fonte: GIA, 2014.

   Na programação pessoas renomadas na área ambiental e de recursos hídricos como o Prof. Renato Aragão, da FIEC, que deve moderar a Mesa Redonda intitulada Reuso de Água Aliado a Educação Ambiental, no dia 31/10.

   No dia seguinte, conforme a programação, estarão presentes na Mesa Redonda Recursos Hídricos e Educação Ambiental, a advogada Michele Mourão e a geóloga Tereza Farias, do CONPAM, com a moderação do engenheiro Berthyer Lima, da COGERH.

    O objetivo do Fórum é informar e debater junto com os participantes assuntos vinculados a sustentabilidade dos recursos hídricos no semiárido Cearense. O evento se destina a estudantes, profissionais e interessados em assuntos relacionados às questões socioambientais.

    A taxa de inscrição é de R$10,00 + 1 Kg de alimento não perecível. As inscrições são feitas na sede da ONG GIA.

Fonte: GIA

Publicidade

Cursos gratuitos na área de recursos hídricos

Por Nájila Cabral em Água, Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

17 de outubro de 2014

  A Agência Nacional de Águas (ANA) oferece cinco mil vagas de cursos gratuitos na área de recursos hídricos. As inscrições seguem até 19 de outubro.

   Os cursos são oferecidos para toda a sociedade e para as entidades integrantes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGERH).

    Para os meses de outubro e novembro, são três capacitações, a saber: “Caminho das Águas”, “Monitoramento da Qualidade da Água” e “Comitê de Bacia: o que é e o que faz?” cujas aulas acontecerão no período de 21 de outubro a 16 de novembro de 2014.

   Os interessados em ver todos os cursos da ANA oferecidos em 2014, devem clicar aqui. 

Fonte: ANA

Publicidade

Cursos gratuitos na área de recursos hídricos

Por Nájila Cabral em Água, Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

17 de outubro de 2014

  A Agência Nacional de Águas (ANA) oferece cinco mil vagas de cursos gratuitos na área de recursos hídricos. As inscrições seguem até 19 de outubro.

   Os cursos são oferecidos para toda a sociedade e para as entidades integrantes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGERH).

    Para os meses de outubro e novembro, são três capacitações, a saber: “Caminho das Águas”, “Monitoramento da Qualidade da Água” e “Comitê de Bacia: o que é e o que faz?” cujas aulas acontecerão no período de 21 de outubro a 16 de novembro de 2014.

   Os interessados em ver todos os cursos da ANA oferecidos em 2014, devem clicar aqui. 

Fonte: ANA