Arquivos 4 de junho de 2013 - Blog Verde 
Publicidade

Blog Verde

por Nájila Cabral

4 de junho de 2013

Desenvolvimento Humano 2013 – parte 3

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

04 de junho de 2013

     Enfrentar os desafios ambientais, este é um dos pontos importantes colocados no relatório Human Development Report 2013.

    As ameaças ambientais, a exemplo das alterações climáticas, o desmatamento, a poluição atmosférica e dos recursos hídricos, assim como as catástrofes naturais afetam todos, mas  atingem sobretudo os países pobres.

     Conforme mencionado Relatório, as alterações climáticas agravam as ameaças ambientais crônicas, e as perdas de ecossistemas podem restringir oportunidades de subsistência, especialmente no caso das populações pobres.

    Apesar de os países com um IDH baixo contribuírem menos para as alterações climáticas globais, são eles, conforme dispõe o Relatório de 2013, os que, provavelmente, terão de suportar maiores perdas no que se refere à precipitação anual e os mais acentuados aumentos na variabilidade climática, com implicações graves para a produção agrícola e a subsistência.

    A dimensão dessas perdas realça a urgência de medidas de adaptação. O custo da não ação será provavelmente elevado. Quanto mais tempo se mantiver a inação, maior o custo, diz o relatório Human Development Report 2013.

Fonte: UNDP, 2013

 

Publicidade

Desenvolvimento Humano 2013 – parte 3

Por Nájila Cabral em Conservação da Natureza, Desenvolvimento Sustentável, Meio Ambiente

04 de junho de 2013

     Enfrentar os desafios ambientais, este é um dos pontos importantes colocados no relatório Human Development Report 2013.

    As ameaças ambientais, a exemplo das alterações climáticas, o desmatamento, a poluição atmosférica e dos recursos hídricos, assim como as catástrofes naturais afetam todos, mas  atingem sobretudo os países pobres.

     Conforme mencionado Relatório, as alterações climáticas agravam as ameaças ambientais crônicas, e as perdas de ecossistemas podem restringir oportunidades de subsistência, especialmente no caso das populações pobres.

    Apesar de os países com um IDH baixo contribuírem menos para as alterações climáticas globais, são eles, conforme dispõe o Relatório de 2013, os que, provavelmente, terão de suportar maiores perdas no que se refere à precipitação anual e os mais acentuados aumentos na variabilidade climática, com implicações graves para a produção agrícola e a subsistência.

    A dimensão dessas perdas realça a urgência de medidas de adaptação. O custo da não ação será provavelmente elevado. Quanto mais tempo se mantiver a inação, maior o custo, diz o relatório Human Development Report 2013.

Fonte: UNDP, 2013