Publicidade

Blog do Guifil

por Guilherme Custódio

paysandu

Magnata marca o 1º gol pelo Flu e se aproxima dos 10 maiores artilheiros do clube

Por guilhermecustodio em Futebol

21 de agosto de 2015

Magno Alves

Magno Alves está a quatro gols de alcançar o ex-jogador Ézio e se tornar o 10º maior artilheiro do Fluminense com 119 gols. Foto:/Divulgação

Ufa! Até que fim! . Saiu o primeiro gol do Magnata com a camisa do Fluminense. O camisa 20 do Tricolor das Laranjeiras fez o primeiro gol na vitória de 2 a 1 contra o Paysandu, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, no Estádio Maracanã. Foi a primeira vez que o atacante de 39 anos marcou um gol desde que deixou o Ceará, no início de maio desse ano.

O atacante tricolor soma agora 115 gols pelo clube carioca, quatro a menos do que o ex-jogador Ézio, o 10º maior artilheiro do Fluzão. A partida contra o Paysandu foi apenas o 11º jogo do Magno Alves com a camisa do Flu desde o seu retorno, sendo a quarta como titular. O maior artilheiro do Tricolor é o ex-atacante Waldo, que anotou 319 gols.

O último gol dele pelo Fluminense tinha sido feito no dia 24 de novembro de 2002, quando marcou duas vezes na vitória de 3 a 0 sobre o São Caetano, em confronto do Campeonato Brasileiro.

Ídolo do Ceará
O baiano de Aporá saiu do Ceará Sporting Club como o sétimo maior artilheiro do alvinegro cearense. De quebra, ainda ajudou na conquista do título inédito da Copa do Nordeste 2015. Nos últimos dois anos disputou o título de maior artilheiro do futebol brasileiro, sendo o recordista em 2014 com 37 gols.

Saiba mais
Magno Alves deixa o Ceará como o 7º maior artilheiro da história do clube

 

Publicidade

Há 12 anos, Iarley marcava o gol mais importante da sua carreira

Por guilhermecustodio em Futebol Cearense

24 de Abril de 2015

images

Iarley se transferiu para o Paysandu em 2002. Foto: Paysandu/Divulgação

O dia 24 de abril é especial para o ex-jogador Pedro Iarley Lima Dantas, 41 anos. Há exatos 12 anos o cearense de Quixeramobim marcava o gol mais importante da sua carreira. O gol assinalado contra o poderoso Boca Juniors, em plena ‘La Bombonera’ , com 40 mil torcedores, deu a vitória de 1 a 0 ao Paysandu e mudou definitivamente sua brilhante carreira.

A partida foi válida pelas oitavas de final da Taça Libertadores da América. Competição que quatro anos mais tarde Iarley conquistaria pelo Internacional-RS.

A partir daquele momento a carreira de Iarley deslanchou. Sua performance em campo chamou a atenção do técnico Carlos Bianchi e o Boca Juniors o levou para vestir a camisa 10 consagrada por Maradona. Dali em diante, Iarley correspondeu a altura e conquistou títulos importantes pelo clube mais popular da Argentina.

O cearense se tornou ídolo do Ferroviário, Ceará, Paysandu, Boca Juniors e Internacional. Teve ainda passagens de destaque pelo Uniclinic-CE, Dorados Culiacán-MÉX, Goiás e Corinthians.

saiba mais
Ceará e Fortaleza mantêm hegemonia; há vinte anos só os dois vencem o estadual
Conheça as raízes do atacante Iarley em Quixeramobim

 

 

Publicidade

Há 12 anos, Iarley marcava o gol mais importante da sua carreira

Por guilhermecustodio em Futebol Cearense

24 de Abril de 2015

images

Iarley se transferiu para o Paysandu em 2002. Foto: Paysandu/Divulgação

O dia 24 de abril é especial para o ex-jogador Pedro Iarley Lima Dantas, 41 anos. Há exatos 12 anos o cearense de Quixeramobim marcava o gol mais importante da sua carreira. O gol assinalado contra o poderoso Boca Juniors, em plena ‘La Bombonera’ , com 40 mil torcedores, deu a vitória de 1 a 0 ao Paysandu e mudou definitivamente sua brilhante carreira.

A partida foi válida pelas oitavas de final da Taça Libertadores da América. Competição que quatro anos mais tarde Iarley conquistaria pelo Internacional-RS.

A partir daquele momento a carreira de Iarley deslanchou. Sua performance em campo chamou a atenção do técnico Carlos Bianchi e o Boca Juniors o levou para vestir a camisa 10 consagrada por Maradona. Dali em diante, Iarley correspondeu a altura e conquistou títulos importantes pelo clube mais popular da Argentina.

O cearense se tornou ídolo do Ferroviário, Ceará, Paysandu, Boca Juniors e Internacional. Teve ainda passagens de destaque pelo Uniclinic-CE, Dorados Culiacán-MÉX, Goiás e Corinthians.

saiba mais
Ceará e Fortaleza mantêm hegemonia; há vinte anos só os dois vencem o estadual
Conheça as raízes do atacante Iarley em Quixeramobim