Publicidade

Agregando valor

por Rodrigo Goyanna

engajamento

Comercial da Apple faz “inundação de cores” para promover iPhone Xr

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

03 de Janeiro de 2019

Dezenas de pessoas correndo pelas ruas com roupas multicoloridas, simulando uma enchente de amarelos, azuis, vermelhos e roxos, com direito a movimentos e saltos audaciosos de parkour.

Esse é o cenário do novo comercial da Apple chamado “Color Flood” (inundação de cor) para promover o iPhone XR, novo modelo mais barato de smartphone da marca, lançado no final de 2018.

À medida que se movimentam pela cidade, mais e mais corredores coloridos se juntam ao grupo. Quando se aproxima do fim, o vídeo mostra a praça da cidade se enchendo de um arco-íris de corredores, criando fluxos de cores em várias direções, ao som da música “Come Along”, de Cosmo Sheldrake.

O anúncio termina com o slogan “Dê espaço para a cor” mostrando o mar de pessoas e depois uma tela do iPhone XR, que possui um display de retina líquida de 6,1 polegadas. Confira:

Publicidade

O que você busca em 2019?

Por rodrigogoyanna em Marketing

01 de Janeiro de 2019

leia tudo sobre

Publicidade

Storytelling – Que história é essa?

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

18 de dezembro de 2018

Contar uma história que atinja o emocional do seu publico e o conecte com sua proposta de valor, para humanizar a relação entre empresa e cliente. Uma excelente estratégia para uma empresa criar uma reputação que repercuta positivamente sua imagem organizacional para com o mercado, ao se conectar com quem se identifica com a narrativa.

Porque o ser humano, leia consumidor, tende a se posicionar como tribos comportamentais, em criar vinculo emocionas àquele clã que pensa semelhante. Não à toa a programação neuroliguistica vê no rapport, ou espelhamento, uma excelente estratégia de negociação.

Quando a sua marca tem uma narrativa interessante e apresenta o seu produto de maneira sutil, o seu potencial cliente fica mais próximo do seu negócio, criando uma relação benéfica entre o consumidor e a empresa.

O estreitamento da relação entre as duas partes envolvidas no processo gera o engajamento necessário para alavancar vendas de uma maneira indireta, subjetiva e muito mais emocional, porque mais do quem uma troca comercial, você conquista seu consumidor e o encanta através de uma narrativa, que desde que ela foi contada, agora os une através da identificação para com a mensagem entregue.

No vídeo acima, o Chipotle, fast food de comida mexicana fresca, reforça através de uma historinha, que apesar da competitividade e do crescimento da empresa,  a preocupação em manter sua essência é fator determinante em cada etapa do processo produtivo, ao ofertar pro mercado, uma comida bem mais saudável que fast foods convencionais.

Publicidade

Se um nódulo surgisse nos seios mais tocados do mundo, alguém notaria?

Por rodrigogoyanna em Marketing

04 de novembro de 2018

No mês de outubro se comemora o Outubro Rosa, um movimento mundial que visa estimular a luta contra o Cancer de mama e seu diagnóstico precoce. Por conta disso, várias marcas e instituições globais lançam campanhas para conscientizar o público. Mas uma em especial está dando o que falar pela irreverência.

A Fundação Marie Keating, na Irlanda, resolveu colocar um “nódulo” nos seios da estátua de Molly Malone na cidade de Dublin, que é a personagem de uma famosa canção irlandesa de mesmo nome. Na história, Mollye é uma comerciante que vende peixes e frutos do mar pelas ruas da  cidade.

Reza a lenda que tocar os seios da estátua de bronze traz sorte, o que faz de Molly uma baita atração turística local. Atenta à fama da estátua, a Fundação Marie Keating e a agência Rothco lançaram a campanha “Take Notice” (“Preste atenção”, em português) para responder à pergunta: “E se um nódulo surgisse nos seios mais tocados do mundo, alguém notaria?”.

Durante um dia de filmagens, a equipe de produção acompanhou a interação de centenas de turistas com a estátua para ver se alguém repararia no caroço (uma massinha anexada no seio esquerdo e pintada de bronze). Ninguém reparou.

A brincadeira na verdade é um convite à reflexão sobre uma doença que muitas vezes passa despercebida para as mulheres, por falta de uma prática simples: o ato de apalpar as mamas para identificar precocemente o desenvolvimento de um câncer.

 

Publicidade

Petrobras apresenta HAMLET, um espetáculo da Armazém Companhia de Teatro.

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

24 de agosto de 2018

Acostumada a processos que resultam na criação de uma dramaturgia própria (vide Inveja dos Anjos e A Marca da Água – que levaram o Prêmio Shell de Melhor Autor em 2008 e 2012, além de O Dia em que Sam Morreu – Prêmio Cesgranrio de Melhor Texto em 2014), a Armazém Companhia de Teatro se volta agora para um outro tipo de processo, onde o que mais interessa é o seu posicionamento sobre a narrativa. Partindo da obra fundamental de Shakespeare, a ideia geral da companhia é encontrar um Hamlet do nosso tempo. Um Hamlet cheio de som e fúria. Não numa atualidade forçada, mas ressaltando aspectos da obra que dialogam com esse coquetel de conflitos contemporâneos que vemos todos os dias jorrando nas grandes cidades do mundo.

Patrocinada pela Petrobras desde 2000, a companhia completou 30 anos de existência no final de 2017, travando um complexo diálogo criativo com um dos melhores materiais dramatúrgicos da história. Hamlet é o príncipe da Dinamarca. Apenas um mês separa a morte repentina e inexplicável de seu pai  e o novo casamento de sua mãe. O príncipe tem visões de seu pai, que afirma que foi envenenado pelo irmão, e exige que Hamlet se vingue e mate o novo Rei (seu tio e padrasto). Hamlet se finge de louco para esconder seus planos, e vai perdendo o controle sobre sua própria realidade no meio deste processo. Ou seja, a invenção teatral do século XVI de um príncipe que fingia loucura e o espírito inflamado do nosso século entraram inevitavelmente em colisão. Já não há mais fingimento. A loucura de Hamlet tornou-se a loucura do mundo.

A história de Hamlet é a história da destruição de uma ordem estabelecida. Shakespeare representa a corte real dinamarquesa mergulhada em corrupção. Assassinato, traição, manipulação e sexualidade são as armas usadas na guerra para preservar o poder. No centro dessa história está Hamlet, um homem desesperadamente preocupado com a natureza da verdade, um homem notável que quer ser mais verdadeiro do que, provavelmente, é possível ser. E que exige do resto do mundo que sejam todos verdadeiros com ele. Mas é possível conhecer a si mesmo integralmente? É possível conhecer integralmente as pessoas a seu redor? Hamlet se fragmenta, nossa época o faz assim, um sujeito destrutivo, atormentado e letal.

O diretor Paulo de Moraes acredita que “é importante tratar Shakespeare como se ele fosse um genial dramaturgo recém-descoberto com algumas coisas urgentes a dizer sobre a guerra, sobre a loucura do mundo e sobre nossos líderes políticos modernos.” No Hamlet da Armazém Companhia de Teatro, sete atores dão vida aos personagens de Shakespeare (Patrícia Selonk, Ricardo Martins, Marcos Martins, Lisa Eiras, Jopa Moraes, Isabel Pacheco e Luiz Felipe Leprevost). A tradução ficou a cargo de Maurício Arruda Mendonça, parceiro habitual de Moraes em muitas dramaturgias montadas pela companhia. “Maurício conseguiu uma poesia sem pompa, que comunica sem perder a beleza. E é grande mérito dos atores que essa poesia chegue rasgando, ela é língua, ela é corpo, ela é carne”, comenta Paulo de Moraes.

Hamlet recebeu o Prêmio Cesgranrio de Teatro 2017, na categoria de Melhor Iluminação, além de ter sido indicado nas categorias de Melhor Espetáculo, Direção, Cenografia, Iluminação, Figurino e Categoria Especial (pela Trilha Sonora Original). Também recebeu o Prêmio Shell 2017 de Melhor Cenário, além de indicações para Melhor Direção e Melhor Iluminação. No Prêmio APTR, o espetáculo recebeu os prêmios de Melhor Atriz Coadjuvante (Lisa Eiras) e Melhor Cenário, além de indicações nas categorias de Melhor Espetáculo, Direção, Atriz, Iluminação e Figurino. Hamlet também recebeu o Prêmio Cenym 2017 de Melhor Atriz (Patrícia Selonk) e Melhor Companhia de Teatro.

Sobre a Armazém Companhia de Teatro

Em 2018, a Armazém Companhia de Teatro segue apresentando sua versão de HAMLET em turnê nacional, passando por Fortaleza, Salvador, Recife, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Aracajú e Natal. Com mais de 30 prêmios nacionais no currículo, a companhia também foi premiada duas vezes no Festival Fringe de Edimburgo (na Escócia), com o prestigiado Fringe First Award (2013 e 2014) e no Festival Off de Avignon (na França), com o Coup de Couer de la Presse d’Avignon (2014).

A Armazém Companhia de Teatro foi formada em 1987, em Londrina, em meio à efervescência cultural vivida pela cidade paranaense na década de 80 – de onde saíram nomes importantes no teatro, na música e na poesia. Liderados pelo diretor Paulo de Moraes, o senso de ousadia daqueles jovens buscando seu lugar no palco impregnaria para sempre os passos do grupo: a necessidade de selar um jogo com o seu espectador, a imersão num mundo paralelo, recriado sobretudo pela ação do corpo, da palavra, do tempo e do espaço.

Com sede no Rio de Janeiro desde 1998, a companhia acaba de completar 30 anos de formação. Graças ao patrocínio continuado da Petrobras, a companhia tem conseguido levar seu trabalho aos públicos mais variados, tanto do Brasil quanto do exterior. Sempre baseando seus espetáculos em pesquisas temáticas (com a criação de uma dramaturgia própria com ênfase nas relações do tempo narrativo) e formais (que se refletem na utilização do espaço, na construção da cenografia, ou nas técnicas utilizadas pelos atores para conviver com o risco de encenar em cima de um telhado, atravessando uma fina trave de madeira ou imersos na água), a questão determinante para a companhia segue sendo a arte do ator. Busca-se para o ator uma dinâmica de corpo, voz e pensamento que dê conta das múltiplas questões que seus espetáculos propõem. E a encenação caminha no mesmo sentido, já que é o corpo total do ator que a determina.

Apesar da construção de espetáculos tão díspares e complementares como A Ratoeira é o Gato (1993), Alice Através do Espelho (1999), Toda Nudez Será Castigada (2005) e O Dia em que Sam Morreu (2014), a Armazém Companhia de Teatro segue sua trajetória sempre investindo numa linguagem fragmentada, que ordene o movimento do mundo a partir de uma lógica interna. Essa lógica interna é a voz da Armazém, talvez a grande protagonista do mundo representacional da companhia.

 

 

O que disse a crítica

“A direção de Paulo de Moraes é de um artesanato criterioso. O primeiro ato reúne as características formais ampliadas numa sucessão de recursos surpreendentes. No segundo, o desenvolvimento da trama ganha o ritmo de um voo rasante. A cenografia de Carla Berri e Paulo de Moraes confere à caixa cênica a imponência de estrutura envidraçada, que se movimenta como anteparo de vilanias e abrigo de duelos. A iluminação de Maneco Quinderé define a coloração dramática de assassinatos e a luminosidade da maquinaria do palco com a autoridade de sua assinatura. O elenco está igualmente alinhado com a proposta vibrante do encenador.”

Macksen Luiz – crítico (em jornal O Globo)

 

“Em mais um grande acerto, a Armazém Companhia de Teatro equilibra com maestria o clássico e o contemporâneo nesta releitura da tragédia de Shakespeare. Patrícia Selonk dá uma aula de interpretação na pele do (quase) enlouquecido protagonista, muito bem acompanhada Lisa Eiras (Ofélia) e um amadurecido Jopa Moraes – que se desdobra em três papéis. Discretas referencias à realidade política do país também são muito bem exploradas.”

Renata Magalhães – crítica (em Revista Veja Rio)

 

“Patrícia Selonk assina um Hamlet histórico, um desempenho monumental, construção de carne, afeto, razão desmedida, impossibilidade, flerte com o desejo humano desvairado de absoluto. A condição feminina faz parte da busca da contradição. Ela imprime ao personagem mais uma nota de oscilação e de incerteza sensível, fortalece a identificação do protagonista com a imagem patética do cidadão impotente do nosso tempo, a partir de uma intensa vibração afetiva subterrânea.”

Tânia Brandão – crítica (em blog Folias Teatrais)

 

“A versão de Hamlet, da Armazém Companhia de Teatro, é um marco.”

Cláudia Chaves – crítica (em Jornal do Brasil)

 

 

Ficha técnica

HAMLET

Da obra de William Shakespeare

Montagem da Armazém Companhia de Teatro

Direção: Paulo de Moraes

Tradução: Maurício Arruda Mendonça

Elenco: Patrícia Selonk (Hamlet), Ricardo Martins (Claudius), Marcos Martins (Polonius), Lisa Eiras (Ofélia), Jopa Moraes (Laertes), Isabel Pacheco (Gertrudes) e Luiz Felipe Leprevost (Horácio)

Participação em Vídeo: Adriano Garib (Espectro)

Cenografia: Carla Berri e Paulo de Moraes

Iluminação: Maneco Quinderé

Figurinos: João Marcelino e Carol Lobato

Música: Ricco Viana

Preparação Corporal: Patrícia Selonk

Coreografias: Toni Rodrigues

Preparador de Esgrima: Rodrigo Fontes

Fotografias e Vídeos: João Gabriel Monteiro

Programação Visual: João Gabriel Monteiro e Jopa Moraes

Técnico de Palco: Regivaldo Moraes

Assistente de Produção: William Souza

Produção Executiva: Flávia Menezes

Produção: Armazém Companhia de Teatro

Patrocínio: Petrobras

Serviço

HAMLET

Da obra de William Shakespeare

Montagem da Armazém Companhia de Teatro

Direção: Paulo de Moraes

Tradução: Maurício Arruda Mendonça

Elenco: Patrícia Selonk, Ricardo Martins, Marcos Martins, Lisa Eiras, Jopa Moraes, Isabel Pacheco e Luiz Felipe Leprevost

Local: Teatro Dragão do Mar

Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema

Telefone(85) 3488-8600

Apresentações: Dias 31 de agosto, 1 e 2 de setembro de 2018

Horários: Sexta-feira e Sábado, 20 horas e Domingo, 18 horas

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada)

– desconto de 50% no valor inteiro na compra de até 2 ingressos para a força de trabalho e clientes do Cartão Petrobras

Classificação: 16 anos.

Duração 140 minutos (incluindo 10 minutos de intervalo)

Drama

Publicidade

Abertas as inscrições para o Festival Costume Saudável

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

24 de julho de 2018

Entre os dias 24 e 26 de agosto, o Festival Costume Saudável, que já está em sua 6ª edição, irá reunir profissionais e pessoas interessadas em levar uma vida melhor. Indo muito além da alimentação e do “mundo fitness”, o evento visa reunir familiares e amigos para confraternizar, compartilhar, debater e se informar sobre assuntos como alimentação, restrições alimentares, maternidade, qualidade de vida, atividades físicas, meio ambiente e saúde. O evento vai oferecer mais de 200 atividades entre aulas em academias, palestras, apresentações culturais, oficinas culinárias, dentre outras.

Este ano, mais uma vez, as inscrições podem ser feitas pelo aplicativo Minha Cidade Saudável, uma ferramenta de sucesso que vai além do evento. O app já está disponível na App Store e Google Play. A participação nos três dias de Festival custa R$ 30 (R$ 15 meia entrada) e cada dia sai por R$ 20 (R$ 10 meia entrada), com pagamento via cartão de crédito. Na entrada do evento, o pagamento deve ser em dinheiro. Toda renda arrecadada com a venda dos ingressos será destinada ao Instituto do Câncer do Ceará e ao Instituto Povo do Mar – IPOM.

Já está disponível também o site do Festival Costume Saudável, mais uma ferramenta para auxiliar o público que aprecia e quer participar do evento e pretende acompanhar toda a programação que será atualizada diariamente. Através do site, tanto quem deseja participar como palestrante, ou ministrar uma aula de atividade física, ensinar um workshop de culinária, expor em um stand, ou até mesmo fazer uma cobertura jornalística poderá se inscrever. No espaço também é possível ver informações sobre as inscrições da Babu Games, um tipo de competição cross que acontecerá dentro do Festival e dará mais de 10 mil reais em premiações.

Que tal conferir o histórico das edições do festival em vídeo? No site você pode acessar essa opção, como também acompanhar as publicações do instagram e da #minhaatitudesaudavel, ação de incentivo para as pessoas publicarem vídeos ou fotos contando o que elas fazem no dia a dia, referente a atitudes saudáveis.

No site também estarão disponíveis as fotos do evento e pra quem não participou e quer conferir, ou para quem quer relembrar as edições anteriores, lá também está registrado os melhores momentos das edições passadas. O público poderá ter acesso a lista de patrocinadores, ao mapa do evento dentro do Rio Mar Fortaleza, além de toda a programação separada por dia e por local.

 

SERVIÇO:

Festival Costume Saudável

Data: 24, 25 e 26 de agosto

Local: Estacionamento do Shopping RioMar Fortaleza

Valor: R$ 30, pelo aplicativo Minha Cidade Saudável

www.costumesaudavel.com.br

*Valor arrecadado será doado ao Instituto do Câncer do Ceará e ao Instituto Povo do Mar – IPOM.

 

Publicidade

Metade dos brasileiros já vê mais vídeos online que TV

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

20 de novembro de 2017

Mais da metade dos brasileiros já passa mais tempo assistindo a vídeos online que assistindo à TV. 56% dos brasileiros com acesso à internet e TV preferem a web em 2017.

A descoberta é de uma nova pesquisa do Instituto Provokers, feita em parceria com o Google Brasil e Youtube.O estudo foi feito com 1500 brasileiros, entre 14 e 55 anos, das classes A, B e C. A amostragem de entrevistados representa 123 milhões de pessoas.

Em três anos, o consumo de vídeos online saltou 90,1%, enquanto o consumo de TV se manteve praticamente estável. 

Já o smartphone se consolidou como principal meio para consumir esses vídeos online: é usado por 83% das pessoas e é preferência de 57% delas.

Além disso, pouca gente se desconecta quando está na frente da TV: 87% continua online enquanto assiste a algo na TV.

Confira os principais resultados da pesquisa:

Quem assiste

86% assistem a vídeos na internet – desses, 99% usam o YouTube

14% não assistem a vídeos na internet

Crescimento: em 2014, apenas 67% assistiam a vídeos online

Em 2014

– Média de 21,9 horas por semana assistindo à televisão

– Média de 8,1 horas por semana assistindo a vídeos na internet

Em 2017

– Média de 22,6 horas por semana assistindo à televisão

– Média de 15,4 horas por semana assistindo a vídeos na internet

Ou seja: o consumo de vídeos online cresceu em ritmo maior que o crescimento de consumo na TV

90,1%: foi o que cresceu o consumo de vídeos na web entre 2014 e 2017.

Mais internet

56% dos brasileiros com acesso a TV e internet já veem mais vídeos online: estes costumam passar, em média, 11,9 horas por semana vendo TV e 13,4 horas por semana vendo vídeos online.

Motivos

E por que ver vídeos online?

– 83% porque busca conteúdo que não está na TV

– 43% porque quer ver um conteúdo que passou na TV, mas não conseguiu ver

– 19% para saber mais sobre um conteúdo que viu, primeiro, na TV

Os preferidos

As plataformas prediletas para assistir a conteúdo online:

– 42% prefere YouTube

– 20% prefere WhatsApp

– 15% prefere Netflix

– 8% prefere Facebook

– 7% prefere TV paga

Publicidade

Então Pronto! promove mais uma troca de experiência entre empresários

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Foco, Marketing

16 de outubro de 2017

A rede Então Pronto! Participações e Negócios, única empresa de networking do Ceará, realiza, no próximo dia 18 de outubro, às 18h30, no restaurante Terra Mia, mais um encontro mensal entre todos os empresários participantes do projeto. A reunião tem como objetivo de trocar experiências, fortalecer relações e iniciar novos vínculos, e proporcionar novas oportunidades de negócios entre os coligados.
Um dos destaques da reunião será a apresentação da TIM Corporativo, que irá mostrar como a empresa vem se colocando no mercado para atender a pequenas e médias empresas, e cuja presença também visará gerar novas adesões entre os participantes.
Além disso, outro ponto alto do encontro será a participação da a sócia-proprietária da Inspira Comunicação, empresa do Grupo WS | MK, Mônika Vieira. Ela irá articular sobre a importância da comunicação dentro das corporações.
Os empresários gestores da rede, Silvana Fujita e Thiago Fernandes, afirmam que o projeto tem como direcionamento gerar negócios por meio da formação de parcerias. “Este encontro, portanto, irá gerar networking, ou seja, conhecer e dar atenção às pessoas que estão por trás dos empreendimentos”, ressalta Silvana.
Sobre a Então Pronto!
Então Pronto! Participações e Negócios é formada por um time de empresários que desejam se desenvolver eficientemente para o mercado, lançando novos negócios, tendo como missão crescer junto a seus clientes e parceiros. O projeto fomenta acordos, viabiliza novos contatos e promove uma intensa troca de experiências entre os participantes.
Serviço
Encontro da Rede Então Pronto
Quarta-feira, 18 de outubro às 18h30min
Publicidade

Magazine Luiza surpreende homem com notícia de gravidez

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

12 de agosto de 2017

Na sua campanha de Dia dos Pais, o magazine luiza resolveu trazer uma história real cheia de surpresa e emoção.

No vídeo, um homem que ainda não sabia que sua companheira estava grávida é surpreendido com a notícia. Uma linda reviravolta para o dia dos pais que acontece no próximo domingo (13).

Na campanha “Como contar a maior notícia de todas?”, William Silva vai retirar, a pedido da esposa, produtos em uma loja da marca (na opção “Retire na Loja”, compras feitas no site podem ser retiradas no mesmo dia em lojas físicas).

Chegando ao local, descobre que a compra é composta por berço, fraldas e diversos outros itens de bebê. Sua mulher, Regiane Ribeiro, logo aparece para explicar tudo: a família vai crescer.

O comercial reforça o mote atual do Magazine Luiza, “A vida que você merece começa no Magalu”.

A criação foi da agência David.

Confira:

Publicidade

Personagem do Magazine Luiza consegue 150 mil matches no Tinder

Por rodrigogoyanna em Marketing

16 de junho de 2017

Para comemorar o Dia dos Namorados, a Lu, personagem símbolo do Magazine Luiza, criou um perfil no Tinder e saiu dando match geral. Quem cruzou com o perfil da Lu pela rede social e “arrastou para a direita” não ganhou um encontro, mas sim descontos especiais no aplicativo do Magazine Luíza.

A ação, desenvolvida em parceria com a DAVID, resultou em mais de 150 mil matches da personagem com os usuários do Tinder.

A estratégia com influenciadores ficou por conta da Spark, que ativou nomes de peso do twitter e instagram.

De acordo com a empresa, o CTR bateu 5.5%, número cinco vezes maior que a taxa média da plataforma de relacionamentos. Outro destaque fica com o engajamentode 14%, duas vezes maior que a média atingida no Tinder. 

Em suas fotos no perfil do Tinder, a Lu apareceu descontraída e sorridente. Em uma das imagens, até brincou com um bigode. Em sua descrição, o texto: “Ah, já sei o que você está pensando: ‘será que ela topa, mesmo?’ Dá um like para descobrir”.

“Ao criar o perfil da Lu no Tinder para esta ação, mostramos que a marca não distingue entre gênero, cor, orientação sexual, para se relacionar com as pessoas. Por isso, a personagem dava ‘matches’ independente do gênero, ela abraça todas as orientações sexuais. A personagem já tem um histórico de discurso pró-diversidade”, afirma Ilca Sierra, diretora de marketing do Magazine Luiza.

“Essa parceria para um projeto tão surpreendente e colocado de pé em pouquíssimo tempo serve para brindar a sintonia dos times, que têm tudo para apostar em mais ações deste gênero. Além disso, este é mais um passo para deixar a Lu, figura icônica do Magazine Luiza, mais próxima de seus fãs”, afirma Edgard Gianesi, Diretor de Criação da DAVID.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da AdNews.

leia tudo sobre

Publicidade

Personagem do Magazine Luiza consegue 150 mil matches no Tinder

Por rodrigogoyanna em Marketing

16 de junho de 2017

Para comemorar o Dia dos Namorados, a Lu, personagem símbolo do Magazine Luiza, criou um perfil no Tinder e saiu dando match geral. Quem cruzou com o perfil da Lu pela rede social e “arrastou para a direita” não ganhou um encontro, mas sim descontos especiais no aplicativo do Magazine Luíza.

A ação, desenvolvida em parceria com a DAVID, resultou em mais de 150 mil matches da personagem com os usuários do Tinder.

A estratégia com influenciadores ficou por conta da Spark, que ativou nomes de peso do twitter e instagram.

De acordo com a empresa, o CTR bateu 5.5%, número cinco vezes maior que a taxa média da plataforma de relacionamentos. Outro destaque fica com o engajamentode 14%, duas vezes maior que a média atingida no Tinder. 

Em suas fotos no perfil do Tinder, a Lu apareceu descontraída e sorridente. Em uma das imagens, até brincou com um bigode. Em sua descrição, o texto: “Ah, já sei o que você está pensando: ‘será que ela topa, mesmo?’ Dá um like para descobrir”.

“Ao criar o perfil da Lu no Tinder para esta ação, mostramos que a marca não distingue entre gênero, cor, orientação sexual, para se relacionar com as pessoas. Por isso, a personagem dava ‘matches’ independente do gênero, ela abraça todas as orientações sexuais. A personagem já tem um histórico de discurso pró-diversidade”, afirma Ilca Sierra, diretora de marketing do Magazine Luiza.

“Essa parceria para um projeto tão surpreendente e colocado de pé em pouquíssimo tempo serve para brindar a sintonia dos times, que têm tudo para apostar em mais ações deste gênero. Além disso, este é mais um passo para deixar a Lu, figura icônica do Magazine Luiza, mais próxima de seus fãs”, afirma Edgard Gianesi, Diretor de Criação da DAVID.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da AdNews.