Publicidade

Agregando valor

por Rodrigo Goyanna

novembro 2018

Casas Bahia faz leilão na Black Friday e menor lance único leva

Por rodrigogoyanna em estrategia, Marketing

26 de novembro de 2018

A Casas Bahia resolveu resgatar um bordão antigo da marca, o “Quer pagar quanto”, para engajar os consumidores na edição 2018 da Black Friday.

No dia 22 (quinta-feira), a partir das 10 horas, os clientes serão convidados a participar de um leilão por meio do Facebook e do Instagram. O curioso é que o menor lance único levará o produto. Por exemplo, se alguém oferece 10 reais por um produto e este for o menor lance feito isoladamente, o cliente vence o leilão. As pessoas não poderão ver o lance das outras e poderão dar até 3 lances por produto.

A ação será intermediada por chatbot (aquele programinha de computador que tenta simular um ser humano na conversação com as pessoa) e contemplará 38 produtos, leiloados 1 por hora, entre eles, um iphone XR, smartphone Samsung S9, TV Qled Samsung de 55 polegadas, entre outros.

“Nós temos que ir aonde o publico está. E o que as pesquisas mostram é que os consumidores estão cada vez mais multicanais”, diz Othon Vela, diretor de marketing da Via Varejo, dona da Casas Bahia. A rede tem se esforçado para se aproximar das tendências de compra pela internet e
atendimento omnicanal.

Para a Black Friday, a marca realizou pesquisas e ouviu os clientes para entender o que eles gostariam de ver na promoção da data e com base nas respostas reuniu os produtos mais desejados com promoções.

Além disso, o aplicativo da Casas Bahia agora usa tecnologia e big data para fazer ofertas personalizadas ao cliente, com base em suas compras, buscas recentes e até no local onde ele mora.

As vendas de produtos com descontos da Black Friday nas lojas, site e aplicativo das Casas Bahia e também do Pontofrio (outra marca pertencente à Via Varejo) começarão na quinta-feira, 22, a partir das 11h da manhã. As lojas fecharão na quarta-feira normalmente e reabrirão apenas às 11h da quinta-feira, já com as ofertas da campanha, que se estenderão até a sexta-feira.

leia tudo sobre

Publicidade

Se um nódulo surgisse nos seios mais tocados do mundo, alguém notaria?

Por rodrigogoyanna em Marketing

04 de novembro de 2018

No mês de outubro se comemora o Outubro Rosa, um movimento mundial que visa estimular a luta contra o Cancer de mama e seu diagnóstico precoce. Por conta disso, várias marcas e instituições globais lançam campanhas para conscientizar o público. Mas uma em especial está dando o que falar pela irreverência.

A Fundação Marie Keating, na Irlanda, resolveu colocar um “nódulo” nos seios da estátua de Molly Malone na cidade de Dublin, que é a personagem de uma famosa canção irlandesa de mesmo nome. Na história, Mollye é uma comerciante que vende peixes e frutos do mar pelas ruas da  cidade.

Reza a lenda que tocar os seios da estátua de bronze traz sorte, o que faz de Molly uma baita atração turística local. Atenta à fama da estátua, a Fundação Marie Keating e a agência Rothco lançaram a campanha “Take Notice” (“Preste atenção”, em português) para responder à pergunta: “E se um nódulo surgisse nos seios mais tocados do mundo, alguém notaria?”.

Durante um dia de filmagens, a equipe de produção acompanhou a interação de centenas de turistas com a estátua para ver se alguém repararia no caroço (uma massinha anexada no seio esquerdo e pintada de bronze). Ninguém reparou.

A brincadeira na verdade é um convite à reflexão sobre uma doença que muitas vezes passa despercebida para as mulheres, por falta de uma prática simples: o ato de apalpar as mamas para identificar precocemente o desenvolvimento de um câncer.

 

Publicidade

Se um nódulo surgisse nos seios mais tocados do mundo, alguém notaria?

Por rodrigogoyanna em Marketing

04 de novembro de 2018

No mês de outubro se comemora o Outubro Rosa, um movimento mundial que visa estimular a luta contra o Cancer de mama e seu diagnóstico precoce. Por conta disso, várias marcas e instituições globais lançam campanhas para conscientizar o público. Mas uma em especial está dando o que falar pela irreverência.

A Fundação Marie Keating, na Irlanda, resolveu colocar um “nódulo” nos seios da estátua de Molly Malone na cidade de Dublin, que é a personagem de uma famosa canção irlandesa de mesmo nome. Na história, Mollye é uma comerciante que vende peixes e frutos do mar pelas ruas da  cidade.

Reza a lenda que tocar os seios da estátua de bronze traz sorte, o que faz de Molly uma baita atração turística local. Atenta à fama da estátua, a Fundação Marie Keating e a agência Rothco lançaram a campanha “Take Notice” (“Preste atenção”, em português) para responder à pergunta: “E se um nódulo surgisse nos seios mais tocados do mundo, alguém notaria?”.

Durante um dia de filmagens, a equipe de produção acompanhou a interação de centenas de turistas com a estátua para ver se alguém repararia no caroço (uma massinha anexada no seio esquerdo e pintada de bronze). Ninguém reparou.

A brincadeira na verdade é um convite à reflexão sobre uma doença que muitas vezes passa despercebida para as mulheres, por falta de uma prática simples: o ato de apalpar as mamas para identificar precocemente o desenvolvimento de um câncer.