Publicidade

Agregando valor

por Rodrigo Goyanna

Janeiro 2017

Coca-cola de cara nova

Por rodrigogoyanna em branding, estrategia, Marketing

19 de Janeiro de 2017

No começo de 2016, a Coca cola anunciou a mudança de slogan após 7 anos. O novo mote é “Taste the feeling”, que no Brasil foi traduzido para “Sinta o sabor”.

Agora, a novidade são as embalagens. No novo design, o famoso disco vermelho é o centro da identidade visual, acompanhado da cor de cada versão (vermelho para a de sabor original, prata para a light, preto para Zero Açúcar e verde para Stevia e 50% menos açúcares).

A mudança é um segundo passo da campanha “Sinta o Sabor, quando a “família Coca-Cola” passou a ser tratada como uma marca única. Pela primeira vez na história da empresa, toda a família de produtos Coca-Cola sob o mesmo posicionamento de marca.

Único também, é o sabor que a Coca Cola quer que você tenha em mente, ao buscar a padronização do símbolo vermelho em todas as latas, mitigando as diferenças visuais, ela espera que o contraste no sabor de cada modelo, fique mais imperceptível.

Outra novidade é que a Coca-Cola Zero apresenta uma nova fórmula, com sabor mais próximo da versão regular e passa a se chamar Coca-Cola Zero Açúcar.

“O estilo de vida das pessoas mudou e vamos oferecer mais escolhas ao público para nos adequar a estas mudanças. Estamos usando a força da nossa principal marca para falar claramente sobre opções. É a mesma Coca-Cola com diferentes versões para quem quer reduzir o consumo de açúcar”, afirma Henrique Braun, presidente da Coca-Cola Brasil. “E vamos além. Usaremos a fortaleza do nosso sistema para chegar ao final de 2017 com uma distribuição 50% maior nos pontos de venda de todo o Brasil”, completa.

Publicidade

O comercial que está encantando o mundo dos atletas.

Por rodrigogoyanna em Marketing, Relacionamento interpessoal

10 de Janeiro de 2017

Um video que está no ar desde o Natal do ano passado, tem sensibilizado o mundo dos amantes dos esportes. Produzido pelo estudante alemão Eugen Merher, de 26 anos, aluno da Filmakademie Baden-Württemberg, o vídeo foi criado em caráter experimental, mas computava quase 10 milhões de visualizações no YouTube até a publicação deste post. O filme, no entanto, foi ignorado pela Adidas. “Tentamos mandá-lo para o departamento de comunicação da Adidas, mas eles realmente não reagiram”, disse Eugen ao The Huffington Post.
O comercial leva o nome de “Break Free”, que em inglês significa Libertar. O video gira em torno de um antigo corredor de maratona alemão, que se sente deprimido em uma casa de repouso, até que um dia encontra seus antigos tênis Adidas e decide reviver seus anos de juventude, levando-os para correr. No entanto, é sempre proibido pelos enfermeiros.
O final vai fazer você torcer. Ou chorar. Ou as duas coisas.
O atleta recebe a ajuda de todos os colegas de asilo e consegue a tão sonhada liberdade na terceira idade. A imagem que encerra o vídeo é maravilhosa e mostra aquilo que adoramos fazer: sermos livres para fazer o que gostamos, de braços abertos, como se estivéssemos agradecendo ao mundo.
Dê o play e confira.

Publicidade

O comercial que está encantando o mundo dos atletas.

Por rodrigogoyanna em Marketing, Relacionamento interpessoal

10 de Janeiro de 2017

Um video que está no ar desde o Natal do ano passado, tem sensibilizado o mundo dos amantes dos esportes. Produzido pelo estudante alemão Eugen Merher, de 26 anos, aluno da Filmakademie Baden-Württemberg, o vídeo foi criado em caráter experimental, mas computava quase 10 milhões de visualizações no YouTube até a publicação deste post. O filme, no entanto, foi ignorado pela Adidas. “Tentamos mandá-lo para o departamento de comunicação da Adidas, mas eles realmente não reagiram”, disse Eugen ao The Huffington Post.
O comercial leva o nome de “Break Free”, que em inglês significa Libertar. O video gira em torno de um antigo corredor de maratona alemão, que se sente deprimido em uma casa de repouso, até que um dia encontra seus antigos tênis Adidas e decide reviver seus anos de juventude, levando-os para correr. No entanto, é sempre proibido pelos enfermeiros.
O final vai fazer você torcer. Ou chorar. Ou as duas coisas.
O atleta recebe a ajuda de todos os colegas de asilo e consegue a tão sonhada liberdade na terceira idade. A imagem que encerra o vídeo é maravilhosa e mostra aquilo que adoramos fazer: sermos livres para fazer o que gostamos, de braços abertos, como se estivéssemos agradecendo ao mundo.
Dê o play e confira.